Uso de máscaras em ambientes abertos deixa de ser obrigatório em Belém

A partir desta quinta-feira, 14, deixa de ser obrigatório o uso de máscaras em ambientes abertos no município de Belém.

Obrigatório em ambientes fechados – A medida foi anunciada nesta quinta, pela Prefeitura de Belém, em coletiva de imprensa na Secretaria Municipal de Saúde (Sesma). Em ambientes fechados, fica mantida a obrigatoridade do uso do acessório como medida de prevenção à covid-19.

A Sesma também mantém a obrigatoriedade do uso da máscara em três situações, mesmo em locais abertos: para pessoas pertencentes a grupos de risco (ou com comorbidades), em qualquer situação; pessoas sintomáticas respiratórias – ou seja, que apresentam sintomas de síndromes gripais –, e indivíduos assintomáticos que tiveram contato, por dez dias, com pessoas sintomáticas respiratórias.

Planejamento – O secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, explicou que a medida faz parte do Plano de Vigilância e Atenção para Covid-19 da Sesma, que é baseado em uma análise técnico-científica e leva em consideração as recomendações de entidades e organismos internacionais, como a Organização Mundial da Saúde (OMS), no cenário da pandemia.

“O avanço da cobertura vacinal, com 86% de pessoas vacinadas com duas doses ou dose única, a diminuição do número de casos positivos da covid-19 e a taxa de ocupação de leitos zerada na capital foram os fatores que nos levaram a tomar a decisão de flexibilizar o uso de máscaras em locais abertos. A medida já é válida a partir desta quinta-feira”, asseverou.

Cuidados – O diretor de Vigilância à Saúde da Sesma, Adriano Furtado, apresentou, durante a coletiva, detalhes do Plano de Vigilância e Atenção para Covid-19, como a manutenção dos testes rápidos na rede municipal de saúde – nas unidades que têm serviços de urgência – e a notificação de casos positivos. Outra medida é a vacinação, que segue disponível em toda a rede própria e em hospitais, faculdades e shopping centers.

“Devemos lembrar que a flexibilização do uso de máscaras não significa que vamos relaxar nas medidas de prevenção. Precisamos continuar usando o acessório em locais fechados e não podemos deixar de lavar as mãos com água e sabão, usar álcool em gel e evitar aglomerações”, reforçou o diretor.

Valorização – Também fazem parte do Plano de Vigilância e Atenção para Covid-19 ações de educação em saúde e de saúde mental para profissionais da rede municipal e a divulgação de um boletim com os dados epidemiológicos referentes à pandemia. Os dados serão apresentados à sociedade sempre que o cenário da pandemia sofrer alterações significativas na capital.

Trabalho incansável – “Só conseguimos chegar até esse momento graças ao trabalho incansável de nossos profissionais. Também quero agradecer à população de Belém, que atendeu ao chamado da prefeitura e foi tomar a vacina. Ainda precisamos avançar mais, mas estamos cada vez mais perto de retomar as nossas vidas como era antes da pandemia”, concluiu o secretário de Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui