Universidade Livre da Amazônia suscitará debates sem fronteiras e formação de servidores

A iniciativa da Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Administração (Semad), de criar uma universidade voltada para um plano municipal de formação dos servidores foi destacada durante o evento, que contou com a participação do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, do encarregado de Negócios de Cuba no Brasil, Adolfo Castellanos, do reitor da Uepa, Clay Chagas, e de diversas outras autoridades.

Além de buscar a formação do servidor, a Ulam pretende valorizar todas as formas do saber, fomentar o processo de participação popular e fortalecer o pensar, como explicou o prefeito Edmilson Rodrigues.

“A Ulam é um compromisso programático e para discutir temas amazônicos e universais, além de ajudar na formação permanente do servidor público. Uma universidade livre para fazer um debate sem fronteiras, não tem limites. Hoje conseguimos reunir muita gente para pensar criticamente o futuro de Belém, da Amazônia e do Brasil”, ressaltou o prefeito.

Durante a aula inaugural, o encarregado de Negócios de Cuba no Brasil, Adolfo Castellanos, explanou sobre as revoluções ocorridas em Cuba e na capacidade do país, localizado na região do Caribe, se desenvolver em diversas áreas.

Atividades para servidores

Os cursos que serão ofertados pela Ulam são desenvolvidos pela Escola de Gestão Pública (EGP), vinculada à Semad. A grade das aulas são divulgadas pela EGP, de forma periódica, assim como as inscrições que são voltadas para todos os servidores municipais.

“É motivo de muito orgulho criar uma universidade. É um momento de provocação para ultrapassarmos a barreira e discutir temas que permitam fazer o debate sem fronteiras”, informa a titular da Semad, Jurandir Novaes.

No final da cerimônia foram entregues certificados de cursos realizados por servidores municipais na EGP, como oficina de fotografia, segurança alimentar, formação de relações sociais e políticas.

Servidora lotada na Semad, Odete Costa, de 58 anos, recebeu o certificado de curso de segurança alimentar. Odete destacou a importância do plano municipal de formação do servidor.

“O curso foi maravilhoso, aprendi de tudo. Eu considero importante a criação dessa universidade e, principalmente, essa visão de formação voltada para os servidores de Belém”, comentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui