Uma biblioteca pra chamar de sua. E levar na mão

raro2

A geração de hoje mal conhece o prazer de ler livros reais. Em vez de capas de couro e páginas de papel, eles estão mais acostumados a uma interface digital brilhante e interativa. Transportar seus livros favoritos é agora mais fácil do que nunca, mas ávidos leitores sempre quiseram manter seus livros favoritos na ponta dos dedos. É por isso que, séculos atrás, alguém inventou esta criação curiosa.

Pode parecer apenas mais um grande livro do lado de fora…

Mas quando aberto, três prateleiras de livros em miniatura são revelados.

Este é um dos únicos quatro que existem, que remonta a 1617.

Você pode precisar de uma lupa para lê-los, mas os livros incluem principalmente textos clássicos.

A capa interna possui um ornado de colunas e arcos com textos explicando as categorias de livros encontradas em cada prateleira.

Três seções: filosofia, história e poesia.

Incluem-se obras de Cícero, Virgílio, Ovídio, Sêneca, Horácio, e Júlio César.

Segundo informações, um homem chamado William Hakewill MP encomendou este ” Kindle jacobino” para um amigo dele. Dentro dos próximos cinco anos, Hakewill iria passar a encomendar mais três para os amigos.

O velho mundo encontrando o novo.

A coisa toda não parece muito maior do que um iPad, mas um pouco mais volumosa.

As outras versões podem ser encontradas na Biblioteca Britânica, Biblioteca Huntington, na Califórnia, e no Museu de Arte de Toledo, em Ohio, EUA.

Cada um dos 50 livros estão em condições notáveis, apesar de muitos anos terem se passado.