Ainda no clima de férias escolares, no início de agosto (04/08) mais de 30 espaços culturais dos bairros da Campina, Cidade Velha, Reduto e alguns locais do bairro de Nazaré e Batista Campos se juntaram em uma programação extensa da 27º edição do projeto Circular Belém Campina Cidade Velha, com atrações em diversas áreas: musical, teatral, exposições, feirinhas, bazares, artesanato, cinema, gastronomia e passeios turísticos no Centro Histórico de Belém. Diversas atividades culturais, para todos os gostos, aconteceram durante todo dia e se estenderam pela noite.

Sobre o projeto

O projeto “Circular Campina Cidade Velha”, uma iniciativa da sociedade civil com o anseio de revalorizar o Centro Histórico do município de Belém,  promove ações socioculturais nos bairros históricos. Ocorrendo de forma trimestral (abril, junho, agosto, outubro e dezembro) sempre no primeiro domingo, agregando parcerias que valorizem os bairros mais antigos da cidade, em um grande encontro de afeto e troca de ideias entre residentes e visitantes. Estimulando a ocupação do espaço pela circulação de pessoas no Centro Histórico de Belém, e a integração da população com a cidade, em um espaço de pouco movimento durante os fins de semana.

Parcerias

O Circular é uma realização coletiva, mediada pela Kamara Kó Fotografia e Ministério da Cultura, com apoio da Lei Rouanet por meio do patrocínio do Banco da Amazônia e Governo Federal (Milton Kanashiro e Jorane Castro). Tem co-patrocínio da Cultura Rede de Comunicação, e apoio institucional e de divulgação do Iphan por meio da Rede Casas do Patrimônio, Imprensa Oficial do Estado e UFPA, por meio das Faculdades de Turismo e Geografia e NAEA.

O projeto conta com várias parcerias:

  • Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos
  • Idade Mídia
  • Jota Lanches
  • Kamara Kó Galeria
  • Associação Fotoativa
  • Museu de Arte de Belém (MABE)
  • Museu do Círio
  • Museu de Arte Sacra (MAS)
  • Museu Casa das Onze Janelas
  • Museu do Forte do Presépio
  • Museu do Estado do Pará (MEP)
  • IPHAN
  • Roteiro Geoturístico
  • Banco da Amazônia
  • Bike Tour Roteiros
  • Casulo Cultural
  • CCBEU
  • Da Tribu
  • Espaço Oficina Assim,
  • Hope Skate House
  • Restaurante Dona Joana
  • Tapioquinha da Dona Cléia
  • Atelier da Drika Chagas
  • Bar do Rubão
  • Centro Cultural da Justiça Eleitoral do Pará
  • Centro Cultural do Carmo
  • Eco Casa
  • Fórum Landi
  • Lado B Studio
  • Escola de Beats
  • Elf Galeria
  • Instituto Iacitatá Amazônia
  • Viva e Instituto Peabiru
  • Jardim Flutuante do Bolonha

Novidades

O domingo, 4 de agosto, te chama para rever antigos e conhecer novos parceiros do Circular Campina Cidade Velha. Em sua 27a edição, o projeto conta com mais de 40 espaços e, entre estas, cinco novas iniciativas no centro histórico de Belém.

Na Campina, o Boteco Grill, na Trav. Padre Prudêncio, 586, esquina com a Carlos Gomes, é um estiloso porão em prédio histórico no bairro da Campina traz no cardápio vários petisco e bebidinhas interessantes. Já o Espaço 310, na Carlos Gomes, entre Ferreira Cantão e 1º de Março, e uma casa antiga, com porão.

Abre pela manhã com a exposição “Grãos de Maria”, música Instrumental brasileira com o Duo BasSax e feijoada de pirarucu no almoço, seguindo pela tarde com show Equilíbrio, de Leo Cafre, e da Orquestra Aerofônica (foto), que traz uma fusão de música eletrônica e ritmos paraenses. A discotecagem geral fica por conta do DJ ProEfx.

A Casa de Arte e Paisagismo São Folhas inaugurou há poucos meses e estreia na programação, com aula de Yoga, oficina de Kokedama e apresentação do espetáculo “Guerra ao Horror”, do Grupo de Teatro Varieté, pela manhã. Segue pela tarde, com oficina de percussão – carimbó, com Rafael Barros, e o show Tambores de Louvação. Fica na Trav. Campos Sales, 668, entre General Gurjão e Carlos Gomes.

Na Cidade Velha, entre as novidades você confere o projeto Beirando a Moda e o Coletivo M.AR Coletivo de Mulheres Artistas, que estarão juntos no Fórum Landi, na Rua Siqueira Mendes, 60, em frente à Praça do Carmo. Haverá mercado itinerante de moda reunindo 12 marcas autorais paraenses, visita guiada à Maquete do Centro Histórico de Belém e bate-papos sobre “Mulheres na Linha de Frente” e “O que é vídeo mapping?”.

Na Feira Autoral do M.AR o púbico pode encontrar venda de ilustrações, quadros, desenhos, cadernos personalizados, entre outros trabalhos. A música ambiente fica por conta dos DJs Raul Bentes e Victória Rapsódia, além das projeções de Vídeo Mapping e Cine Paredão, com Walber Castelo.

Outro espaço novo que abraça o Circular, na Cidade Velha, é a Casa de Jorge. Colaborativo, atua em três pilares da cultura: audiovisual, música e turismo, atrelando isso atividades como Coworking e Hostel. Possui duas salas amplas, outra sala com ambiente mais arrojado e um belo quintal, onde haverá música e feijoada tradicional e sem carne também.

A programação oferece as oficinas de “Jardim suspenso” e “Criação de luminárias ecológicas”, bate-papos sobre Direitos Humanos e Povos Indígenas”, e sobre audiovisual paraense: “Um panorama sobre recentes mudanças no cenário audiovisual paraense”.  Fica na Rua Capitão Pedro Albuquerque, 395.

História e arquitetura

Fechando as novidades da Cidade Velha, o passeio promovido pelo Laboratório de Historiografia da Arquitetura e Cultura Arquitetônica – LAHCA – FAU/UFPA. “Espaços da Modernidade Arquitetônica” é uma visita guiada a edifícios de uso residencial, misto e institucional da Av. Presidente Vargas e a casas com referências modernas não projetadas por arquitetos ou engenheiros.

A proposta é mostrar à comunidade como se deu o processo de transformação e modernização da arquitetura no bairro da Campina, desde a década de 1940 até meados dos anos 70, a partir de visita externa a um conjunto de edifícios.

A visita será acompanhada por arquitetos, mestres ou mestrandos que pesquisam o tema, sob a orientação da Profa. Celma Chaves. O ponto de encontro e partida será em frente ao Shopping Pátio Belém, pela Padre Eutíquio, às 9h. Anote o itinerário: Rua Avertano Rocha – Frutuoso Guimarães – Ferreira Cantão – Aristides Lobo – Ó de Almeida – Manoel Barata – Av. Presidente Vargas.

Outras ações em 2019

Este ano, além das edições de abril, junho, agosto, outubro e dezembro, sempre no primeiro domingo desses meses, o Circular vai realizar, já a partir de agosto, oficinas e rodas de conversa que fazem parte do núcleo de ações educativas previstas para 2019.  No dia 17 de agosto, por exemplo, haverá mais uma ação ‘História, Café e Bolo’, com o professor e historiador Michel Pinho. Será às 17h, na Praça da Igreja da Trindade, na Campina.

Ainda em agosto, será lançado o quinto número da Revista Digital Circular. Em novembro será realizado o 2º Fórum Patrimônio, Cidadania e Sustentabilidade e, em dezembro, a expectativa é laçar o segundo documentário sobre o projeto e o Mapa do Afeto do Centro Histórico, um trabalho que está sendo desenvolvido desde junho

Serviço: Projeto Circular Campina Cidade Velha, Local: diversos pontos do centro histórico de Belém (Bairros: Nazaré, Campina, Cidade Velha e, Reduto), dia 04/08 de 6:30 às 20h. Mais info: (91)9-8134-7719 (zap); messenger; perfil @circularcampinacidadevelha; perfil @ocircular; site projeto circular; hashtags #VemCircularBelem e #SerCircular. Confira a programação completa após as fotos, ou baixe em PDF: formato 1 ou formato 2, ou no aplicativo do circular.

Programação Completa

06H:30 ÀS 10H:30:

HOTEL BISTROT LE MASSILIA – Rua General Henrique Gurjão, 236, entre Benjamin Constant e Piedade. Horário: 6h30 às 16h.

– Café da Manhã e piscina: opções de sucos, frutas, folheados, salgados e, tapiocas. O valor fica a R$25 reais por pessoa com buffet livre. Piscina liberada até as 12h.

08H:30:

ROTEIROS GEO TURÍSTICOS – Praça das Sereias (em frente ao Cinema Olympia, na Av. Presidente Vagas).

Passeio: Percorrendo e revelando paisagens da Belle Èpoque na cidade de Belém do Pará. Inscrições gratuitas no link:  https://forms.gle/NJhYWLTaHb7Ay1mNA –  Organização: Projeto de Extensão do Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFPA

Percurso: Cinema Olympia – Praça das Sereias – IEP – Avenida Nazaré – Palacete Bolonha – Avenida Governador Jose Malcher – Coretos e Praça da República – Teatro da Paz – Grande Hotel – Presidente Vargas – Rua Santo Antônio – Paris N´América – Praça dos Estivadores – Point do Açaí.

09H:

BIKE TOUR – Forte do Castelo.

– Passeio de bicicleta pelos espaços culturais. Concentração: às 9h na frente do Forte do Castelo.

CENTRO JUSTIÇA ELEITORAL (CCJE) – Rua João Diogo, 254, entre São Francisco e Av. 16 de Novembro.

– Visita guiada ao Centro Cultural – Com Faustino Castro, Grupo Gestor do centro.

INSTITUTO ARRAIAL DO PAVULAGEM – Boulevard Castilhos França, 736, em frente à Praça dos Estivadores.

 Harmonia e organização, a base para um bom arrastão – com Rogério Pinheiro: oficina exclusiva  aos integrantes do Batalhão da Estrela.

CASA SÃO FOLHAS – Trav. Campos Sales, 668, entre General Gurjão e Carlos Gomes.

 Yoga: Consciência corporal, com Rosário Silva. Valor: R$ 20 inteira / R$ 10 meia.

CASARÃO DO BONECO – Av. 16 de Novembro, 815, entre Veiga Cabral e Praça.

– Contação de Histórias “Mel e Kiko: história com muitos nós”, com Leonel Ferreira. Mel era uma criança diferente das demais e, vivia rodeada de borboletas. Por este motivo sofria com os comentários maldosos dos outros na cidade. Mas ela não conseguia chorar, mas se esforçava para colocar pra fora a sua tristeza. Cansada, um dia vai embora de sua cidade e conhece Kiko, um garoto que tem muito em comum.

LABORATÓRIO DA CIDADE 

– Ponto de encontro: Pátio Belém, na Trav. Padre Eutíquio.

CENTRO DE MEMÓRIA DA AMAZÔNIA

 Apresentação do Centro de Memória: Ações, gestão, educação patrimonial e, acervo.

09H ÀS 10H:

GALERIA BELCHIOR, 95 – Rua Cametá, 95, entre Capitão Pedro Albuquerque e Joaquim Távora. Horário: 9h às 18h.

– Yoga, com Lana Pantoja.

09H ÀS 10:30H:

FAU UFPA – Trav. Padre Eutíquio.

– Visita aos espaços da Modernidade Arquitetônica. Encontro no Pátio Belém (Padre Eutíquio).  Visita guiada, por arquitetos e mestres, a edifícios de uso residencial e institucional na Av. Presidente Vargas e a casas com referências modernas não projetadas profissionalmente. Com proposta de apresentar como se deu o processo de transformação e modernização da arquitetura no bairro da Campina, desde a década de 40 até 70. Organização: Laboratório de Historiografia da Arquitetura e Cultura Arquitetônica – LAHCA – FAU/UFPA. Orientação: Profa. Celma Chaves

Percurso: Rua Avertano Rocha – Frutuoso Guimarães – Ferreira Cantão – Aristides Lobo – Ó de Almeida – Manoel Barata – Av. Presidente Vargas. Duração: 1h30.

09H ÀS 11H:

BIKE ANJO BELÉM – Praça da Bandeira

– Oficina para aprender a pedalar. Inscrição no local até as 10h. Gratuita. Adultos não precisam levar bicicleta.

 PEABIRU – Rua Ó de Almeida, 1083, entre Rui Barbosa e Benjamim Constant.

– Música instrumental e sons devocionais, com Flor de Mururé.

– Auriculoterapia e aromaterapia, com Renata Maués (Casa 4). Atividade de saúde com atendimento individualizado e terapia com óleos essenciais.

– Pintura corporal: com pigmentos naturais em padrões de arte ancestral amazônica, com EME (Casa 4).

09H às 12H:

ESPAÇO CULTURAL VALMIR BISPO SANTOS – Trav. Padre Prudêncio, 681, próximo à OAB.

– Modelo Vivo: com desenhista Artur Dias. Seja um modelo vivo para o artista Arthur Dias e leve para casa o desenho feito na hora. Valor: R$ 20,00.

09H ÀS 13H

CENTRO SESC VER-O-PESO – Boulevard Castilhos França, 522.

– Galeria 2º Piso: Projeto IMAGOTECA: do abissal ao psicodélico de Renato Neves. A partir de um arquivo fabricado em metal com doze gavetas, imagens fotográficas de natureza abstrata desconstruídas por diversas técnicas, que reproduzem movimento, luz/sombra, fluídos e cores diversas, convidam o público a interagir e criar suas próprias imagens.

– Hall 3º Piso, Exposição permanente “Máquinas para filosofar”: Acervo composto por 89 câmeras fotográficas, ampliadores e projetores de cinema artesanais, confeccionados nos séculos XIX e XX, consideradas por pesquisadores uma das mais representativas coleções desta natureza na América Latina.

– Hall 3º Piso, Desdobramentos: Na trilha da luz – A mostra apresenta os resultados obtidos pelos participantes das oficinas artesanais de fotografia realizados em 2017 e 2018 (pinholes, pincéis de luz, construção de câmeras obscuras e câmeras lúcidas).

Museu de Arte Sacra – na Igreja de santo Alexandre.

– Montagem de maquetes do patrimônio de Belém: processo lúdico de montagem de maquetes em papel do patrimônio arquitetônico histórico de Belém, a fim de colaborar para seu reconhecimento, valorização e preservação. Local: Café do MAS. Responsável: Nilson Damasceno. Entrada franca.

Museu de Arte Sacra – na Igreja de santo Alexandre.

– Projeto Troca-Troca de Leitura, da Biblioteca “Antônio Landi” do SIM/SECULT, que estimula o acesso e ampliação do acervo bibliográfico. Atividade de troca de livros, periódicos, catálogos de exposições e folhetos novos e usados em bom estado de conservação o material entregue serão substituídos por outro de mesma área de interesse. Local: Hall de entrada do MAS. Com entrada franca.

Corveta Navio-Museu Solimões

– Construída por um estaleiro holandês em 1954. Neste mesmo ano, o circuito expositivo rememora a trajetória da embarcação nas águas brasileiras e o cotidiano de sua tripulação.

09H ÀS 13H:

Casarão do Boneco – Av. 16 de Novembro, 815, entre Veiga Cabral e Praça Amazonas.

– BioMA lanches e produtos: relação entre meio ambiente e educação. desenvolvendo diferentes trabalhos no estado, em prol da sensibilização ambiental e respeito ao conhecimento locais.

– Loja Dell’arte, moda autoral, brechó e produtos criativos. Organizada por Nanan Falcão, Victoria Rapsódia, Maurício Franco e Inaê Nascimento. Economia criativa, colaborativa, consciente e justa. A renda da venda dos produtos colabora com a manutenção do próprio espaço.

09H às 15H:

Espaço Valmir Bispo – Trav. Padre Prudêncio, 681, próximo à OAB.

– Exposições

  • Varal Fotográfico do Coletivo Manas – Fotografias de Cand Figueira, Bethe Oliveira, Marcia Gomes, Yvana Crizanto, Marcia Seabra, Karina Martins e Nailana Thiely retratando nosso cotidiano, nossas histórias e hábitos alimentares;
  • Exposição e venda de luminárias de PVC – Peças produzidas por Renato Barata
  • Ateliê Marília Melo – A arte decorativa.
  • Peças de Fabiane Ferreira e do Antiquário dos Azulejos.
  • Arte Indígena e Pintura corporal, com Carla Bethânia.
  • Exposição de plantas ornamentais da Santa Flora – Especializada no cultivo de “Bambu da Sorte, de origem oriental, e na comercialização de cactos e suculentas cultivadas de forma orgânica em vasos artesanais de produtores regionais.

09H ÀS 17H:

CENTRO JUSTIÇA ELEITORAL (CCJE) – Rua João Diogo, 254, entre São Francisco e Av. 16 de Novembro. Horário: 9h às 17h.

– Exposição Reminiscências do Olhar, de Edithe Pereira

 Feirinha de Artesanato e Biojoias – Produtos das marcas Art’Genuína e Produtos da Floresta.

Museu de Arte Sacra – na Igreja de santo Alexandre.

Exposição Coleção de Muiraquitãs do Governo do Pará: exposição permanente no andar térreo formado por artefatos que, por estarem associados ao modo de vida dos antigos habitantes da Amazônia, possuem sua importância histórica e arqueológica e é composta por objetos polidos e lascados de diversas matérias primas, sendo eles: ponta de projétil, batedores, machado de pedra e muiraquitãs.

– Andar térreo, Galeria fidanza, exposição “Tradição das Águas”: constituída de obras nas mais variadas técnicas e dimensões, de autoria de artistas procedentes de várias regiões do país e pertencentes ao acervo do Sistema Integrado de Museus – SIM/SECULT/Governo do Pará.

Forte do Presépio

– Visitação do Museu: Fundado em 1616, narra a história da fundação de Belém e da colonização portuguesa na Amazônia no século XVII. “Sítio Histórico da Fundação de Belém”, composto pela própria edificação com seus vestígios arquitetônicos e artilharia militar; e o “Museu do Encontro”, processo de colonização portuguesa na Amazônia. O acervo reúne artefatos líticos e cerâmicos pré-históricos além da cultura material proveniente das escavações no próprio sítio histórico e seu entorno, bem como artefatos e iconografia de grupos indígenas contemporâneos.

Museu do Círio

– Reúne no acervo peças de coleções que retratam o Círio de Nazaré com ênfase nas manifestações culturais no Círio, abordando aspectos Religiosos e profanos no contexto do patrimônio imaterial. O acervo conta com peças que incluem arte sacra do século XIX e peças em miriti e ex-votos.

9H ÀS 18H

ATELIÊ E GALERIA JUPATI – Trav. Gurupá, 250, Dr. Rodrigues dos Santos e Cametá.

 Abertura com Feirinha de Artesanato e Exposições de Fotografias. Expositores: Gracy Reciclados, produtos com resíduos da flora, objetos com pequenas fotografias de símbolos regionais, com materiais reciclados e fibras; HQs do Lucas, autor e ilustrador Lucas Moura Quaresma, jovem autista, junto com os colaboradores do Lucas Team, mostra um pouquinho da sua maneira de ver o mundo, com alegria, reflexão e incentivo à leitura para as crianças, também tem uma linha exclusiva de camisas com suas ilustrações; Masterphotos, fotógrafo cearense Faustino Castro radicado em Belém, apresenta sua visão sobre a Cidade Velha em imagens que retratam a arquitetura histórica do primeiro bairro; Ursula Bahia Photographia, fotojornalista traz obras fotográficas do seu olhar sobre religião, Amazônia e a cultura paraense.

– Exposição BIFURCAÇÃO, do artista Visual EME.

Museu de Gemas – Complexo São José Liberto

– Com acervo aproximadamente 4.000 peças entre joias e artesanatos arqueológicos das culturas marajoara e tapajônica, como pontas de flechas em quartzo e os muiraquitãs, que eram considerados amuletos protetores nas atividades de caça e pesca. Além de amostras de gemas brutas e lapidadas, entre elas diamantes, ametistas, esmeraldas, opalas, topázios e um tronco fóssil com 260 milhões de anos.

09H ÀS 18H:30:

SIM – SISTEMA INTEGRADO DE MUSEUS DO ESTADO

– Visita à área externa do forte.

09H ÀS 17H:

CENTRO JUSTIÇA ELEITORAL (CCJE) – Rua João Diogo, 254, entre São Francisco e Av. 16 de Novembro.

– Roda de Conversa “A cidade invisível: Belém e sua conexão com as ilhas”. Mediação: Andréa Sanjad. Convidados: Luiz Braga (fotógrafo), Otávio Cardoso (fotógrafo), Rodrigo Peixoto (antropólogo e aluno do Grupo de Pesquisa Direito e Cidadania, do curso de Direito da UFPA).

09H:30:

BIKE TOUR – Passeio de bicicleta pelos espaços culturais.

Local: Concentração às 9h na frente do Forte do Castelo.

09H:40:

CASA SÃO FOLHAS – Trav. Campos Sales, 668, entre General Gurjão e Carlos Gomes.

– Oficina de Kokedama, com São Folhas, um procedimento que se faz com a planta, criando uma bola de musgo que passa a nutrir a planta em substituição ao vaso. Valor: R$ 20 inteira / R$ 10 meia (material incluso).

10H:

ASSOCIAÇÃO FOTOATIVA – Praça Barão do Guajará, 19 (Largo das Mercês).

– Café no Jardim: Para comer e saborear o tempo com tapioquinhas e outros quitutes de colaboradores Fotoativa.

– Lojinha Fotoativa: Produtos Fotoativa + Livros e revistas de Arte, Educação e Patrimônio, para ler, comprar e compartilhar.

Oficinas Lamparinas Artesanais: com Natan Garcia – Criações de lamparinas artesanais a partir de recipientes reaproveitados. Sugere-se que os participantes levem um recipiente de vidro que queiram transformar em lamparina e uma lata pequena de alumínio vazia.

Oficinas Contato Improvisação e Jam Sessions: com Marina Trindade – Espaço de experimentar as potencialidades do corpo na improvisação e movimentar os saberes do corpo. Teremos um aquecimento focalizado com princípios da prática de improvisação em contato e um momento de jam session.

CENTRO DE MEMÓRIA DA AMAZÔNIA

 Visita Guiada sobre o acervo do Centro de Memória da Amazônia, com exposição de documentos, imagens e fotos da Belém antiga. O centro de Memória da Amazônia guarda em seu acervo inúmeros documentos que fazem parte da memória da cidade.

BOCA DA TERRA –  Rua Ferreira Cantão, 239, entre Rua Caetano Rufino e Rua Silva Santos. Horário:

– Oficinas de Alimentação Viva e Suco Detox – Vagas: 20 pessoas. Valor: R$ 25,00.

ESPAÇO CULTURAL VALMIR BISPO SANTOS – Trav. Padre Prudêncio, 681, próximo à OAB. Horário: 9h às 15h

– Cenas da peça “Do outro lado” – Uma história sobre vida após a morte, amor e perdão, da Cia “Égua de Nós”.

SOLAR DA BALBÚRDIA – Rua Ferreira Cantão, 86 – altos, entre Carlos Gomes e General Gurjão.

 Mesa “Fragmentos da Impermanência: memória e cidade”, com os fotógrafos Deia Lima e Naiara Jinknss, mediação de Lorena Rodrigues.

COLETIVO APARELHO – Ocupação Artística no Mercado do Porto do Sal. Rua São Boaventura.

 Oficina “Porto do Sal na Reciclagem Orgânica”, com Mary Helen. O uso sustentável dos recursos disponíveis para produção de um bom adubo orgânico vem da transformação ecológica de restos vegetais (folhas secas, verduras, frutas, cascas de ovos, etc.) para nutrição de plantas.

 Oficina “Colecionadores de Memória – registros poéticos em palavras-imagem”, com Arthur Mobach. Produção de registros poéticos na utilização de palavras, poesia, desenhos e colagens como uma forma de pertencimento a um determinado espaço com inter-relações afetivas.

GALERIA BELCHIOR, 95 – Rua Cametá, 95, entre Capitão Pedro Albuquerque e Joaquim Távora. Horário: 9h às 18h.

 Live Paint, com Dedeh Farias (Grafite).

10H ÀS 15H:

COLETIVO APARELHO – Ocupação Artística no Mercado do Porto do Sal. Rua São Boaventura.

– Exposição de Pintura em Aquarela: Com a cor barrenta do rio que atravesso pelas tuas histórias, de Raimundo Calandrino. Impressões e valores de meios de subsistências de transportes hidrográficos, do universo ribeirinho e caboclo da região, interligando histórias de vida e fortalecem tradições.

– Set Musical com DJ Leno. Músicas nacionais dançantes e música retrô da década de 70, 80 e 90. Do House Music à Bossa Nova.

– Loja Aparelho e SilkLive – Leve sua blusa para imprimir a logo “Aparelho”. serigrafia na hora por R$ 5,00. Produtos: bolsas, cadernos.

10H ÀS 16H:

HOTEL E BISTROT LE MASSILIA – Rua General Henrique Gurjão, 236, entre Benjamin Constant e Piedade.

– Exposição de fotos com curiosidades e história do Hotel. Surgimento e desenvolvimento nos últimos 21 anos.

– Bazar no Espaço do Auditório

– Exposição de Fotos. Exposição de conteúdos regionais e figuras típicas, as peças também estarão disponíveis para venda.

10H ÀS 17H:

FÓRUM LANDI – Rua Siqueira Mendes, 60, em frente à Praça do Carmo.

 Visita Guiada à Maquete do Centro Histórico de Belém

SEDE ASSEMBLEIA PARAENSE – Av. Presidente Vargas, 762, entre General Gurjão e Carlos Gomes.

ArtePhotoClube: AP comemora um ano de participação no Projeto Circular com mostra coletiva de artistas paraenses, marcada pela diversidade de expressões e diferentes gerações de artistas locais.

Artistas convidados: Ana Maria Nascimento, Bob Menezes, Éder Oliveira, Elieni Tenório, Emanuel Franco, Fernando Leitão Jr., Geraldo Teixeira, Jorge Teixeira, Marcone Moreira, Marinaldo Santos, Nina Matos, Pablo Mufarrej, Ruma Albuquerque, Valério Silveira e Wisfredo Gama.

10H às 18H:

KAMARA KÓ GALERIA – Trav. Frutuoso Guimarães, 611, entre Riachuelo e General Gurjão.

4ª edição do projeto “Minha Primeira Obra”, Exposição coletiva, reunindo fotografias, objetos e desenhos de Danielle Fonseca, Flavya Mutran e Keyla Sobral. Os valores são acessíveis, estimulando o surgimento de novos colecionadores.

GALERIA BELCHIOR, 95 – Rua Cametá, 95, entre Capitão Pedro Albuquerque e Joaquim Távora. Horário: 9h às 18h.

– Flash Tattoo, com Paulo Roberto.

 Bazar com integrantes do coletivo Bazarte.

Mangal das Garças – Memorial Amazônico da Navegação

– Expõe as técnicas de arquitetura naval, desde o processo artesanal até a fabricação industrial. A exposição é composta de réplicas de embarcações regionais, utensílios utilizados na construção naval, objetos de pesca, fotografias de atividades pesqueiras e outros objetos, representando a historia dos transportes fluviais na região. Apresenta, ainda, na área livre do Mangal, instalações visuais de artistas paraenses que falam da navegação em suas obras.

10H às 19H:

BEIRANDO A MODA +  COLETIVO M.A.R – Rua Siqueira Mendes, 60, em frente à Praça do Carmo.

 Mercado Itinerante Beirando a Moda. Doze marcas autorais paraenses expõem seus produtos na programação. Acessórios, roupas, decoração, com curadoria da Beirando a Moda.

– Feira Autoral do Coletivo M.A.R (Mulheres Artistas em Rede). Venda de ilustrações, quadros, desenhos, cadernos personalizados, entre outros trabalhos desenvolvidos pelas integrantes do Coletivo M.A.R.

ESPAÇO VEM – Trav. Joaquim Távora, 214, entre Doutor Assis e Doutor Malcher.

– Loja Autoral VEM. Mais de 20 marcas da cidade e de outros estados durante todo evento, com preços promocionais. Roupa, acessórios, calcados, homedecor e paisagismo são alguns dos segmentos encontrados na loja.

– Flash Tattoo. Com Thiago Cabral, 24 anos. Estilos: Black and Gray, Fineline, Black Work. A partir de $70.

 Quintal Nordestino. Homenageando a Cultura Nordestina, comemorada em agosto, com Dom Gourmet e chef Estevam Pontes, um cardápio com molhos e grelhados. Com tempero é baiano e comida vegana. Cardápio: Camarões fritos inteiros, temperados com tempero baiano, lemon pepper, coentro e pimenta dedo de moça. Acompanha maionese de chicória. R$ 18,00; Arroz de galinha caipira com farofa de milho e quiabo assado. R$ 20,00; Vatapá vegano com arroz branco. R$ 20,00; Escondidinho de abóbora com carne seca R$ 15,00; Sanduíche de forno de carne de sol com queijo coalho R$ 15,00.

10H ÀS 22H:

Memorial Porto de Belém – Estação das Docas

Os museus do SIM/SECULT tem entrada franca. (Casa das Onze Janelas e o Museu do Estado do estado do Pará em restauro e estarão fechados).

– Possui uma mostra de longa duração com o mesmo nome, com uma exposição que apresenta a historia do cais do porto e sua intrínseca relação com a dinâmica econômica da cidade. Os painéis expositivos mostram as transformações dessa área portuária desde os idos do século XVII até XX. Além da evolução do porto, os armazéns apresentam um rico registro de iconografias da cidade de Belém.

10H:30:

ESPAÇO CULTURAL VALMIR BISPO SANTOS – Trav. Padre Prudêncio, 681, próximo à OAB.

 Música ao vivo com Dani Lima (voz e violão);

CASA SÃO FOLHAS – Trav. Campos Sales, 668, entre General Gurjão e Carlos Gomes.

 Espetáculo “Guerra ao Horror”, do Grupo de Teatro Varieté. Valor: R$ 20 inteira/R$ 10,00 meia (material incluso).

CENTRO SESC VER-O-PESO – Boulevard Castilhos França, 522/523.

– Exibição de série de animação. 1º Piso Auditório: Icamiabas na cidade Amazônia – 5 episódios (11 min. cada). Direção: Otoniel Oliveira. Iluminuras Estúdio de Animação – Belém, Pará, Brasil – 55 min. Sinopse: As Icamiabas são quatro meninas de ascendência indígena, Conori, Laci, Luna e Thyhi, cada uma regida por uma fase da lua, que conciliam as missões enviadas por deuses com uma vida de esportes, universidade e video-game.

11H:

ESPAÇO CULTURAL VALMIR BISPO SANTOS – Trav. Padre Prudêncio, 681, próximo à OAB. Horário: 9h às 15h

 “A cozinha dos encantados: uma conversa sobre a culinária do Pará” Bate-papo com Prof. Dr. Aldrin Figueiredo.

BAR NOSSO RECANTO – Rua Siqueira Mendes, 24, em frente à Praça do Carmo.

– 40 Anos de tradição com a cerveja sempre gelada e os petiscos deliciosos feitos pela Dona Ione.

CENTRO DE MEMÓRIA DA AMAZÔNIA

 Exposição “As Rosas Marga não Morrem”, sobre a trajetória da ativista pelos direitos humanos Rosa Marga Rothe. Exibida no salão principal do Centro, apresentando a vida e obra de uma notável humanista, ícone da memória de resistência paraense, que fez parte da luta pelos direitos humanos, pela terra e pela igualdade social no campo e pela conquista dos direitos feministas no Estado do Pará. filha Iva Rothe.

11H ÀS 12H:

PEABIRU – Rua Ó de Almeida, 1083, entre Rui Barbosa e Benjamim Constant.

 Degustação de produtos orgânicos amazônicos, com Hortênsia Osaqui (Fazenda Bacuri). Preparo de drinks alcoólicos e não-alcoólicos com compotas de frutas orgânicas em vários sabores.

11H45:

COLETIVO APARELHO – Ocupação Artística no Mercado do Porto do Sal. Rua São Boaventura.

– Lanche Colaborativo.

12H:

COLETIVO APARELHO – Ocupação Artística no Mercado do Porto do Sal. Rua São Boaventura.

– O Mercado do Choro. O Mercado do Choro existe desde 2013 e é feito por jovens músicos dedicados à pesquisa e criação do gênero musical choro.

12H às 15H:

ESPAÇO VALMIR BISPO SANTOS – Trav. Padre Prudêncio, 681, próximo à OAB. Horário: 9h às 15h

 Almoço produzido pelo Toró da Gastronomia: “Papa chibé – da raiz a folha” – Homenagem à lenda da Mandioca, feito com peixe empanado na farinha d’água, frito na manteiga de palma e guarnecido no aligot de macaxeira, acompanhado de arroz de maniçoba e caviar de tucupi preto; “Moqueca VEG de Banana da Terra” – Moqueca guarnecida com arroz branco, comida isenta de proteína animal; Sucos e Mousses de Frutas Naturais e Regionais; Água e Cerveja Tijuca.

12H ÀS 17H:

DON BARRIGA – Rua Triunvirato, 243 – entre Trav. Monte Alegre e Rua de Breves.

– Apresentação do DJ Ray. Com os melhores flash, mid back e outros ritmos.

Cardápio: Peixe ao Creme do Caranguejo –peixe frito, coberto com creme de caranguejo com ervas amazônicas, acompanhado de batata frita, feijão manteguinha, arroz e farofa; Peixe Don Barriga – peixe frito, com delicioso tucupi reduzido, jambu e camarão regional, com ervas amazônicas, acompanha arroz e farinha d’água; Grelhadão Mixto: fatias de Picanha, Frango, Porco e Calabresa grelhadas na brasa, acompanhados de arroz, farofa de ovo, salada de batata, salada de feijão manteiguinha com vinagrete e salada crua.

13H:

CASA DE JORGE – Rua Capitão Pedro Albuquerque, 395.

 Bate-papo sobre Direitos Humanos e Povos Indígenas. Com Felipe Araújo, geógrafo, mestre em antropologia e doutor em antropologia no programa de pós-graduação em sociologia e antropologia na universidade federal do Pará. Gratuito.

13H ÀS 16H:

HOTEL E BISTROT LE MASSILIA – Rua General Henrique Gurjão, 236, entre Benjamin Constant e Piedade. Horário: 6h30 às 16h.

– Música: Otânia Freire e Reebs Carneiro – A dupla leva o som do forró para a programação do Hotel. Couvert: R$ 10,00 p/ pessoa.

14H:

GALERIA BELCHIOR, 95 – Rua Cametá, 95, entre Capitão Pedro Albuquerque e Joaquim Távora. Horário: 9h às 18h.

 Palestra sobre redução de danos no meio das drogas ilícitas: Refletir pra mudar, com Pablo Pina

15H:

ASSOCIAÇÃO FOTOATIVA – Praça Barão do Guajará, 19 (Largo das Mercês).

– Brincando com a Caixa Mágica, com Irene Almeida e Anne Dias – Propomos a construção e experimentação de câmeras obscuras visando a percepção e entendimento da formação da imagem através da luz.

– Exibição de filmes e diálogos, Janela Amazônica: O Mar Não Tem Galho – pescadores de Peruquara e Tucundeua, de Nelma Cristina, 16’; O Jirau da Hydro (5’46) e Marcha da Floresta em Anapu (10′), de Felipe Pamplona & Equipe Reduzida;

– Roda de conversa, Diálogos sobre o audiovisual que emerge na Amazônia: com Bethânia Salgado e Equipe Reduzida.

– Exibição e troca de ideias com autoras, autores e público presente participante. Organização de Felipe Mendonça e José Viana.

– Por do Som – Fim de tarde curtindo som com a DJ Jack Sainha.

SOLAR DA BALBÚRDIA – Rua Ferreira Cantão, 86 – altos, entre Carlos Gomes e General Gurjão.

– Mesa “Tradução: vozes em trânsito”, com os poetas Rodrigo Briveira e Antônio Moura, mediação Mauricio Borba.

BEIRANDO A MODA + COLETIVO M.A.R – Rua Siqueira Mendes, 60, em frente à Praça do Carmo.

– Bate-papo Beirando a Moda e M.A.R: Mulheres na Linha de Frente.

CASA DE JORGE – Rua Capitão Pedro Albuquerque, 395.

 Oficina de criação de luminárias ecológicas – Com Carol Taveira. Decorar ambientes com alternativas baratas e ecologicamente corretas dentro do projeto de iluminação da casa. Valor: R$ 15,00. Vagas disponíveis: 10 pessoas.

COLETIVO APARELHO – Ocupação Artística no Mercado do Porto do Sal. Rua São Boaventura.

 Carimbó #VemDeBike.

COMITÊ ARTE PELA VIDA – Parceria com a Boate Malícia – Rui Barbosa, 369, entre 28 de setembro e Manoel Barata.

 Roda de Conversa sobre Prevenção Combinada. Participantes:  Beto Paes – Diretor de Projetos do Arte pela Vida e Amelia Garcia – representante do Fórum de ONG/AIDS e Coordenação de IST/AIDS do Estado. Considerando o crescimento expressivo da epidemia de IST- Infecções Sexualmente Transmissíveis dos últimos cinco anos.

15H ÀS 17H:

INSTITUTO ARRAIAL DO PAVULAGEM – Boulevard Castilhos França, 736, em frente à Praça dos Estivadores. Horário: 9h às 18h.

 Café Filosófico “Encontro: Canto do Norte, Viola e Fé” – Reflexões dos patrimônios imateriais e o processo de pesquisa e educação patrimonial. Participação: Lilian Souza, Ronaldo Silva, Junior Soares e Nazareno Gomes.

FÓRUM LANDI – Rua Siqueira Mendes, 60, em frente à Praça do Carmo.

 DJ Raul Bentes.

15H ÀS 20H:

COMITÊ ARTE PELA VIDA – Parceria com a Boate Malícia – Rui Barbosa, 369, entre 28 de setembro e Manoel Barata.

 Bazar de roupas e acessórios, venda de comidinhas e sobremesas.

15H:30:

GALERIA BELCHIOR, 95 – Rua Cametá, 95, entre Capitão Pedro Albuquerque e Joaquim Távora. Horário: 9h às 18h.

 Métodos Terapêuticos dentro de casa, com Fernando Areas.

15H:30 ÀS 17H:30:

BOCA DA TERRA –  Rua Ferreira Cantão, 239, entre Rua Caetano Rufino e Rua Silva Santos. Horário:

Oficinas de Alimentação Viva

– Leites Vegetais – Vagas: 20 pessoas. Valor: R$ 25,00

16H:

CASA SÃO FOLHAS – Trav. Campos Sales, 668, entre General Gurjão e Carlos Gomes.

– Oficina de percussão – carimbó, com Rafael Barros.

BEIRANDO A MODA + FÓRUM LANDI – Rua Siqueira Mendes, 60, em frente à Praça do Carmo.

 Bate-papo com o Cine Paredão: O que é vídeo mapping?

CASA DE JORGE – Rua Capitão Pedro Albuquerque, 395.

– Oficina de Jardim suspenso. Essa oficina tem como objetivo reaproveitar materiais colhidos do lixo para criar jardins suspensos por fios e cordas para compor espaços verdes alternativos. Ministrante:  Juliana Medeiros, professora de arte. Valor: R$15,00. Vagas disponíveis: 10 pessoas.

ESPAÇO VEM – Trav. Joaquim Távora, 214, entre Doutor Assis e Doutor Malcher.

 Café e Bate -Papo sobre nosso Centro Histórico, com Marta Cardoso (Olha Mana) e Michel Pinho (Historiador). Marta conta um pouco da sua coleção de quadros que homenageia os casarões da Cidade Velha, como surgiu a marca autoral e com ajuda do professor, fotógrafo e historiador Michel Pinho conversam sobre história de Belém.

GALERIA BELCHIOR, 95 – Rua Cametá, 95, entre Capitão Pedro Albuquerque e Joaquim Távora. Horário: 9h às 18h.

– Roda de Conversa sobre Empreendedorismo no meio Pet. Participantes: Camila Quadros (@tuatiablacka), João Paulo Queiroz Rodrigues (@comedourobelem), Heloise lima (@petseeu), Fabiola Lima (@nanapetgourmet).

16H ÀS 18H:

ATELIÊ E GALERIA JUPATI – Trav. Gurupá, 250, Dr. Rodrigues dos Santos e Cametá.

 Poket Show de Helton Lobão. O cantor, ator e jornalista apresenta composições autorais neste pocket show que uma experimentação sobre as referências da música popular brasileira.

17H:

CASA SÃO FOLHAS – Trav. Campos Sales, 668, entre General Gurjão e Carlos Gomes.

– Show com Tambores de Louvação.

SOLAR DA BALBÚRDIA – Rua Ferreira Cantão, 86 – altos, entre Carlos Gomes e General Gurjão.

– Pré-lançamento e leitura de parte do livro de contos “Relato de um paciente desconhecido”, de Rogério A. Tancredo.

FÓRUM LANDI – Rua Siqueira Mendes, 60, em frente à Praça do Carmo.

– Projeções de Vídeo Mapping e Cine Paredão, com Walber Castelo.

CASA DE JORGE – Rua Capitão Pedro Albuquerque, 395.

– Bate-papo sobre audiovisual paraense: Um panorama sobre recentes mudanças no cenário audiovisual paraense. Ministrado por Neto Dias, proprietário da Alt. Produções, diretor de fotografia e logger. Gratuito.

ESPAÇO VEM – Trav. Joaquim Távora, 214, entre Doutor Assis e Doutor Malcher.

 Pocket Show com o “Pegando a Beira”. O melhor da Cumbia, Guitarrada, Lambada. A banda é formada por Lelo Carvalho (guitarra), Henrique Maia (baixo) e Mariano Junior (bateria).

COMITÊ ARTE PELA VIDA – Parceria com a Boate Malícia – Rui Barbosa, 369, entre 28 de setembro e Manoel Barata.

 DJ Leo Bitar

17H ÀS 18H:

INSTITUTO ARRAIAL DO PAVULAGEM – Boulevard Castilhos França, 736, em frente à Praça dos Estivadores. Horário: 9h às 18h.

– Encerramento show com o grupo “Roda Cantada”.

17H ÀS 19H:

FÓRUM LANDI – Rua Siqueira Mendes, 60, em frente à Praça do Carmo.

 DJ Victória Rapsódia.

18H:

ATELIÊ E GALERIA JUPATI – Trav. Gurupá, 250, Dr. Rodrigues dos Santos e Cametá.

– Encerramento

GALERIA BELCHIOR, 95 – Rua Cametá, 95, entre Capitão Pedro Albuquerque e Joaquim Távora.

– Entrega de Certificados da Belchior Escola de Beats

– Música na rua, com: One Love Sounds, DJ Faca.

COMITÊ ARTE PELA VIDA – Parceria com a Boate Malícia – Rui Barbosa, 369, entre 28 de setembro e Manoel Barata.

– Desfile das peças do bazar

18H ÀS 20H:

CASA DE JORGE – Rua Capitão Pedro Albuquerque, 395.

– Música no quintal. Venda de Feijoada tradicional e, sem carne durante o evento por R$10,00. Venda de cerveja, água e refrigerante.  Bohemia R$ 6,00 – Brahma 3 por R$ 10,00 – Água R$ 2,00. Refrigerante. R$ 4,00.

18H:30H:

SOLAR DA BALBÚRDIA – Rua Ferreira Cantão, 86 – altos, entre Carlos Gomes e General Gurjão.

– Sarau de encerramento.