Programa ‘Renda Pará’ tem contribuído no orçamento de famílias em vulnerabilidade social

Desde a última quinta-feira (11), o Governo do Pará tem realizado a segunda etapa do calendário de pagamento do Programa Renda Pará. Com a necessidade de aumentar as medidas restritivas para conter o avanço do coronavírus no Estado, o governo renovou o repasse de R$ 100 para amenizar o impacto no orçamento familiar com a alta de preços de itens de primeira necessidade, como alimentos e medicamentos.

O Programa, regulamentado por meio de lei estadual, representa um incremento no orçamento das famílias em situação de vulnerabilidade social, cadastradas no Bolsa Família. Para cada pessoa beneficiada, é pago o valor de R$ 100, em cota única, em agências do Banpará.

Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará

Thaynara Maués tem 25 anos, é mãe de dois filhos e está incluída no grupo de 1 milhão de pessoas cadastradas no Bolsa Família. Para ela, o auxílio do Governo veio em boa hora. “Eu fui uma das pessoas contempladas pelo programa e recebi a quantia de 100 Reais no ano passado. Isso me ajudou nas contas de casa, deu para ajudar no que eu precisava pagar e também na alimentação. Eu sigo aguardando a segunda etapa, no meu caso será paga em abril. Dessa vez irei utilizar para manter os estoques de medicação que temos utilizado e também no plano de saúde dos meninos”, enfatizou.

Na última segunda-feira (15), os nascidos em fevereiro começam a receber a segunda remessa. Para agilizar o saque, a Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), que detém a base de dados de todas as famílias assistidas pelo Bolsa Família em território paraense, encaminha as informações diretamente ao Banco do Estado, o que traz agilidade no processo de execução e isenta a necessidade de um cadastro prévio para quem vai receber o benefício.

Os beneficiários podem se dirigir a qualquer agência do Banpará para ter acesso ao auxílio. O atendimento é realizado das 8h às 15h em agências de Belém, sendo das 8h às 9h para o grupo de risco e das 9 ‪às 14h, para beneficiários do Renda Pará e demais serviços bancários. A partir das 14h, o atendimento é exclusivo para beneficiários do programa. O usuário deve apresentar documento de identificação original com foto, CPF, NIS e cartão do Programa Bolsa Família.

De acordo com o titular da Seaster, Inocencio Gasparim, o Renda Pará, cumpre um papel importante na vida de milhares de famílias paraenses. “A Seaster detém, aqui no Estado, o banco de dados das famílias cadastradas no programa Bolsa Família; através dele é possível detectar que, aproximadamente, 600 mil famílias possuem renda abaixo de R$ 80. Este cenário é duro, difícil, porém a nossa missão enquanto assistência é garantir direitos e apresentar alternativas a população em maior vulnerabilidade, principalmente neste momento de crise, gerado pela pandemia. O Governo do Pará tem traçado planos econômicos e feito o possível para que todos possam enfrentar este momento difícil. Até esta terça-feira, mais de 80 mil famílias já tiveram acesso a segunda parcela do programa”, informou o secretário.

Calendário de pagamento da segunda etapa do “Renda Pará”:

Aniversário / Data de pagamento

– Janeiro: 11 e 12 de março

– Fevereiro: 15 e 16 de março

– Março: 17 e 18 de março

– Abril: 19 e 22 de março

– Maio: 23 e 24 de março

– Junho: 25 e 26 de março

– Julho: 01 e 05 de abril

– Agosto: 06 e 07 de abril

– Setembro: 08 e 09 de abril

– Outubro: 12 e 13 de abril

– Novembro: 14 e 15 de abril

– Dezembro: 16 e 19 de abril.