‘Pro Mulher Pará’ é a nova ferramenta de combate à violência contra o público feminino

Ações de proteção, repressão qualificada e orientação para mulheres em situação de violência doméstica são metas do Programa “Pro Mulher Pará”, lançado nesta terça-feira (08) pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). O programa, que oferece uma nova ferramenta de comunicação para facilitar o atendimento às vítimas, integra as políticas públicas do governo estadual para combater a violência contra a mulher. As ações serão realizadas em parceria com as polícias Civil e Militar, e as Guardas Municipais de Belém e Marituba.Helder Barbalho no lançamento da ferramenta de fortalecimento ao combate à violência contra a mulherFoto: Marco Santos / Ag. Pará

A nova ferramenta funciona a partir de denúncias feitas para o canal de urgência e emergência da segurança pública, o 190 do Centro Integrado de Operações (Ciop), da Segup. No atendimento a situações que envolvam violência contra a mulher, o atendente enviará um link para o denunciante, e este pode, em tempo real, filmar a agressão, que será transmitida e repassada para o patrulhamento especializado, a fim de atender a ocorrência de imediato. A ferramenta será utilizada com dados de internet gratuitos, garantindo total sigilo para o denunciante e a vítima.As quatro viaturas caracterizadas para atendimento específico a ocorrências que envolvam o público femininoFoto: Marco Santos / Ag. Pará

Patrulhamento – Para o atendimento qualificado e especializado às vítimas, o governo também repassou aos órgãos de Segurança Pública quatro viaturas caracterizadas, com objetivo de direcionar as equipes de segurança e agilizar o atendimento às ocorrências.

As viaturas serão utilizadas pela Polícia Civil, para o atendimento à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam); para a Polícia Militar, com destino à patrulha “Maria da Penha”, e às Guardas Municipais de Belém e Marituba, parceiras do programa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui