Prefeitura intensifica segurança nas escolas de Belém

O patrulhamento é de caráter preventivo e de aproximação. Durante as visitas os agentes conversam e orientam os alunos sobre vários temas, como drogas, violência e depredação do patrimônio público.
Com o retorno em 100% das aulas presenciais na rede municipal de ensino, a segurança está intensificada nas escolas. O serviço é realizado diariamente pela Prefeitura Municipal de Belém, por meio da Guarda Municipal de Belém (GMB), que atua com o patrulhamento preventivo nas 204 unidades educativas, orientando, prevenindo e protegendo toda a comunidade escolar.
“O trabalho de rondas preventivas reduz os índices de violência nas escolas e servir a comunidade escolar é uma das principais atividades realizadas pela nossa instituição. Está próximo, interagir e garantir a segurança aos estudantes, professores e pais, tanto nas instituições de ensino, como nos arredores é nosso dever”, informa o inspetor Geral da GMB, Joel Monteiro.
Neste ano, um dos resultados das rondas escolares da GMB foi a detenção de um homem, na segunda-feira, 2 de maio, por ser suspeito de cometer atos obscenos na frente de estudantes em uma escola no bairro do Curió-Utinga. Ao ser detido, ele foi conduzido à unidade do Propaz da Santa Casa.
Segundo o inspetor Joel Monteiro, as rondas são realizadas diariamente em dois períodos: matutino e vespertino, por meio das viaturas de base, ou seja, pela inspetoria de cada bairro. Além disso, os patrulheiros do Grupamento Ronda da Capital (Rondac) reforçam o serviço.
Ele diz, ainda, que os guardas circulam internamente e externamente nas unidades escolares e continuam no local o tempo que for necessário. Para a realização do serviço, há uma relação de parceria, com um diálogo permanente entre a direção, o corpo docente, alunos e os pais de alunos.
“Nosso patrulhamento é de aproximação, garantindo o bem-estar de todos. Estamos qualificados e engajados para essa missão. Em todas as visitas conversamos e orientamos os alunos sobre vários temas, como drogas, violência e depredação do patrimônio público”, comenta o motopatrulheiro da GMB, Antônio Silva.
Proteção – A secretária municipal de Educação, Márcia Bittencourt, diz que a segurança preventiva realizada com as rondas nas escolas contribui com o aprendizado da criança, por oferecer mais tranquilidade a elas e aos pais.
“A maioria das escolas municipais fica em áreas de periféricas, onde os moradores vivem em situação de vulnerabilidade social, sobretudo em áreas com alto grau de violência. Então, as rondas feitas pela GMB são necessárias para a proteção do patrimônio público e, principalmente, para a proteção das pessoas e das nossas crianças. A ação integrada, que une educação e segurança, é fundamental à toda a comunidade escolar”, frisa a titular da Semec.
Para os trabalhadores, alunos e pais de alunos, a união entre Semec e GMB representa um trabalho integrado dos órgãos da Prefeitura de Belém e, consequentemente, uma relação de confiança entre a guarda e a comunidade escolar.
“A presença dos guardas municipais nas escolas dia a dia nos proporciona um sentimento de segurança, inclusive com os alunos vendo os agentes da Guarda como amigos, protetores. Isso garante tranquilidade aos pais, certo de seus filhos estarem protegidos no ambiente escolar”, pontua a diretora da Escola Municipal Amância Pantoja, Paula Jesus Monteiro.
A unidade de ensino infantil e fundamental, localizada no bairro de Fátima, conta com 340 alunos e funciona em dois turnos. A professora Paula conta que já pediu apoio da GMB por meio do Programa SOS PAZ, ligando para o 153, canal direto com a instituição, para uma situação particular entre os pais de uma aluna.
“Tivemos um problema dentro de nossa unidade com os pais de uma aluna e acionamos a Guarda Municipal para intervir na situação”, diz a educadora.
Programa – O SOS PAZ funciona como um canal direto com a direção das escolas, por meio de um aparelho telefônico, com resposta imediata para os casos registrados como chamadas emergenciais, entre eles, situações de furtos, agressões e depredação.
“Como mãe, fico feliz com a GMB atuando dentro e nos arredores da escola da minha filha, porque eu me sinto mais segura”, afirma a assistente social Vandilce Pereira, de 49 anos, mãe da estudante Alice Pereira, de 10 anos.
Nos quatro primeiros meses deste ano, o serviço de ronda nas escolas realizou 4. 357 visitas em prédios escolares e atuou, até o momento, em duas ocorrências, uma por depredação ao patrimônio e a outra por atos obscenos.
Guarda Amigo da Escola – Além das rondas nas escolas, a Guarda Municipal atua também com o projeto Guarda Amigo da Escola, que tem por objetivo levar à comunidade escolar ações educativas e de combate ao uso de drogas, bullying, proteção e preservação do patrimônio público, além do estreitamento da corporação com a comunidade escolar.
As ações são planejadas de acordo com a faixa etária atendida pela escola, que solicita o serviço para realização de palestras sobre segurança preventiva, simulações de casos, peças teatrais, atos cívicos, apresentação da banda de música e do “Dog Show”, com cães adestrados do Grupamento de Ações Táticas com Cães (Atac).
Serviço
O Projeto Guarda Amigo da Escola está disponível a todas as escolas municipais, estaduais e particulares e pode ser solicitado por meio de oficio, encaminhado para o e-mail gmb@gbel.pmb.pa.gov.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui