Prefeito Edmilson Rodrigues conhece projeto que visa transformar Belém em centro de Inteligência Artificial

Em reunião on-line com o comitê gestor do projeto Centros de Pesquisa Aplicada em Inteligência Artificial (CPA Iara), formado por um consórcio de universidades, entre elas a Universidade Federal do Pará (UFPA), o prefeito Edmilson Rodrigues conheceu nesta terça-feira, 17, a iniciativa que pretende implementar, analisar e validar soluções em cidades dispostas a serem laboratórios abertos utilizando Inteligência Artificial.

O objetivo é inserir Belém como cidade colaborada, como já ocorre com o município de Canaã dos Carajás, no Pará, assim como Recife, Fortaleza, Niterói e outras cidades, além de transformar a capital paraense em uma Smart City, modelo de cidade que busca gerar eficiência nas operações urbanas, mantendo o desenvolvimento econômico, por meio de Inteligência Artificial.

O prefeito Edmilson Rodrigues afirmou que Belém tem interesse em participar do projeto. “Belém tem total interesse de participar dessa construção sinergética. É uma forma de retomar a ideia do que foi o Cadastro Técnico Multifinalitário, instrumento de planejamento territorial, baseado no sistema de formação geográfica. Estamos buscando tecnologia, nos transformar em cidade inteligente e fazer essa inovação”, comentou.

Segundo o diretor de relações institucionais nacional do projeto, o professor Renato Francês, Belém pode vir a se tornar uma cidade referência na área da tecnologia.

“Belém tem desigualdade, como outras cidades, e a tecnologia vem como apoio para potencializar melhorias da qualidade de vida da população da cidade como um todo. O objetivo do Iara é formar capital humano, fazendo com que no futuro Belém se torne um porto digital”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui