Preamar da Fé mantém contato entre artistas e público na quadra nazarena

“A maior festa é dentro do coração da gente. Nós é que levamos essa festa pra rua e compartilhamos com os outros. Mas antes de tudo, ela está em nós”, disse o cantor Almirzinho Gabriel durante a segunda ação do Preamar da Fé, realizada na noite desta sexta-feira (11), no Teatro Waldemar Henrique. Sem plateia, mas com transmissão ao vivo pela TV Cultura do Pará, o programa foi ao ar às 19h30, teve 1h30 de duração e ofereceu ao público em casa entrevistas e shows de artistas locais. A iniciativa é do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa).Dona Onete, cantando os sucessos ″Banzeiro″ e ″No meio do pitiú″, abriu a programação no ’Waldemar Henrique’ Foto: Mário Quadros / Secult

A programação foi aberta por Dona Onete, cantando os sucessos “Banzeiro” e “No meio do pitiú”. Um dos maiores nomes da música paraense, a cantora deixou uma importante mensagem ao público: “A nossa fé nos leva a qualquer lugar, desde que a gente esteja no caminho de Nazaré. Este ano, Nossa Senhora vai fazer sua peregrinação e nós estaremos em família, sentindo a presença dela bem pertinho. O mais importante é nos mantermos em segurança. Nós temos muito o que agradecer por estarmos aqui e podermos ver Nossa Senhora, mesmo que seja de forma restrita. Ela vai receber nosso amor de onde estiver. O nosso almoço vai ficar pronto, nossas preces serão feitas e ela vai estar lá olhando por nós. Um feliz Círio a todos!”.

A programação teve ainda a participação de Epaminondas Gustavo e Adilson Alcântara. No terceiro bloco, Almirzinho Gabriel subiu ao palco, e o Arraial do Pavulagem encerrou a programação, com o colorido do arrastão que, tradicionalmente, toma as ruas do centro histórico de Belém na véspera do Círio.Para o cantor Almirzinho Gabriel, ″a maior festa é dentro do coração da gente″ Foto: Mário Quadros / Secult

“Para nós, esse tipo de ação é muito importante, porque permite que possamos compartilhar com o nosso público e com as pessoas do entorno do Arraial como vai ser a nossa atuação no Círio este ano. Já sabemos que será virtual, a exemplo do que fizemos no mês de junho no Arraial do Futuro. Então, queremos convidar a todos a ficar de olho nas nossas redes sociais, porque música é o que não vai faltar”, garantiu Ronaldo Silva, integrante do grupo.

Entre os entrevistados, a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal; o secretário de Estado de Turismo, André Dias; o curador do Auto do Círio, Miguel Santa Brígida; a gerente de Relacionamento do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) no Pará, Keyla Reis, e o criador da Festa da Chiquita, Eloi Iglesias.

Cada convidado fez uma breve análise das mudanças causadas pela pandemia de Covid-19 para o Círio deste ano, sobretudo no turismo, economia, cultura e nas artes que envolvem a quadra nazarena.

Cultura popular – “Acima de tudo, este é um momento de gratidão. Tentamos levar um pouco dessa festa para que, de suas casas, as pessoas possam viver esse momento de fé. O cenário atual nos impôs a necessidade de buscarmos novas formas de proporcionar ao público o contato com as manifestações culturais do nosso Estado sem colocar a segurança das pessoas em risco. Por isso, hoje estamos com essa programação que pulsa a nossa cultura popular e traz uma síntese do potencial artístico que temos aqui. Um programa informativo, mas também musical, porque afinal de contas nós estamos com saudade de música”, ressaltou Ursula Vidal.O ritmo e o colorido do Arraial do Pavulagem encerraram esta edição do Preamar da Fé Foto: Mário Quadros / Secult

O diretor de Cultura da Secult, Júnior Soares, explicou o conceito do programa. “Como neste momento ainda não podemos vivenciar a cultura popular tão própria da nossa gente nessa época de Círio, montamos a proposta de reunir nesse programa fazedoras e fazedores de cultura que atuam fortemente nesse período. Assim, nós conseguimos articular uma conversa entre esses importantes atores de cada área, para partilhar seus trabalhos e sua visão sobre o cenário atual com a sociedade, os artistas e as pessoas que consomem esses formatos culturais”, informou.

Até outubro – A primeira ação do Preamar da Fé 2020 foi realizada em 7 de agosto, um dia após o anúncio da Arquidiocese de Belém sobre o novo formato do Círio deste ano. A atração, uma iniciativa da Secult e da Funtelpa, também foi transmitida ao vivo pela TV Cultura, direto do Theatro da Paz.

Entre os convidados estavam o reitor da Basílica Santuário, padre Luís Carlos Gonçalves; o presidente da Diretoria da Festa de Nazaré, Albano Martins; o diretor coordenador do Círio, Guilherme Azevedo, e o diretor coordenador da Guarda de Nazaré, professor João Carlos Pereira. Entre as atrações artísticas, o programa contou com as vozes do tenor Atalla Ayan e das cantoras Alba Mariah, Gigi Furtado e Lucinnha Bastos. O Preamar da Fé prossegue até outubro.