Pré-Conferência municipal abre debate sobre a educação pública e popular em Belém

A exibição do poema Os Estatutos do Homem, do poeta Thiago de Mello, marcou a live de abertura da Pré-Conferência Municipal de Educação de Belém realizada pela Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), e transmitida pelo canal no YouTube do Centro de Formação de Educadores Paulo Freire (CFEPF), nesta quinta-feira, 17. A Pré-Conferência segue de forma presencial, nos dias 21 e 22 de março, nos distritos de Belém.

As conferências preparatórias têm como missão mobilizar a participação social para avaliar e contribuir na construção do Plano Municipal de Educação, da Conferência Municipal de Educação de Belém (Conmed) e Conferência Estadual Popular de Educação (Conepe).

Elas vão ocorrer no período de 29 a 31 de março, no Centro de Eventos Benedito Nunes da Universidade Federal do Pará (UFPA). O evento é realizado pelo Fórum Municipal de Educação de Belém (FME), restituído recentemente após seis anos inoperante, e o Fórum Estadual de Educação do Pará (FEE/PA).

A partir do tema “Reconstrução da educação pública e popular rumo ao novo Plano Municipal de Educação (PME) de Belém”, a secretária municipal de Educação, Márcia Bittencourt, apresenta o panorama atual da educação.

“A Semec pulsa história e está em diversos territórios, composta pela diversidade cultural e étnica onde as minorias retornam por meio de novas coordenações como a da Educação do Campo, das Águas e das florestas; Educação étnico-racial, da Educação para indígenas, imigrantes e refugiados”.

Ela pontuou que. desde 2012. não há um movimento em prol da realização da conferência, mas que agora é o momento de se reunir para decidir os rumos da cidade.

“Precisamos construir uma nova política pública, que esteja escrita em documento, que tenha como princípios a defesa da vida em primeiro lugar, do meio ambiente e das pessoas, da Amazônia, da educação como direito e como dever do Estado proporcionando a inclusão e a participação popular. Vamos ao encontro das diretrizes para uma educação libertadora e dialógica, algo que já estamos construindo na educação municipal de Belém”, incentiva Márcia Bittencourt.

Pluralidade

Durante as conferências preparatórias devem ser debatidos amplamente a política de acesso e permanência na escola que favoreça os filhos da classe trabalhadora, a gestão democrática, a valorização dos trabalhadores da educação, e educação integral em escolas de tempo integral, compreendendo a pluralidade dos territórios e as diferenças sócio-culturais.

Márcia Bittencourt levantou algumas questões importantes, como o fato de governos passados não dialogarem e não apresentarem algo novo para a educação, com um plano municipal de educação que é cópia do nacional e que não condiz com a realidade de Belém. Além disso, provocou o debate para que a espera municipal e estadual, por exemplo, pensem num calendário letivo igual.

“Precisamos de muita maturidade para reencontrar, dialogar e construir uma Educação realmente emancipadora e freireana que possa projetar um novo horizonte e reconhecer nas nossas diversidades pessoas e instituições e oferecer uma educação digna de acolhimento”, ressaltou a titular da Semec.

Ela acrescenta que a expectativa é que educadores, estudantes e sociedade civil possam trazer todos os seus anseios e contribuições para as pré-conferências.

A inscrição para as pré-conferências distritais podem ser feitas neste link e garantem o acesso para a Conmeb.

Programação das pré-conferências distritais presenciais:

18/04  (sexta-feira, das 8h às 13h)
Dabel – Auditório da Faculdade Estácio/Iesam
Daent- IFPA campus Belém (Almirante Barroso)
Daico – Liceu de Artes e Ofícios Mestre Raimundo Cardoso (Paracuri/Icoaraci).

21/03 (segunda-feira)
Das 8h às 13h: 
Dagua – Auditório da UFPA (Auditório do Instituto de Ciências da Educação)
Daben- Auditório da Seduc (Av. Augusto Montenegro).
Das 13h às 18h:
Daout- Escola Bosque (Outeiro).

22/03 (terça-feira)
Das 8h às 13h:
Dasac – Auditório da Unama (Av. Alcindo Cacela).
Das 13h às 18h:
Damos – Escola Nossa Senhora do Ó (Mosqueiro).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui