Por que a ocitocina é incrível e como obter mais dela

O que é ocitocina?

Você conhece aqueles sentimentos calorosos e confusos que sente quando abraça um filhote, abraça seu amigo ou beija seu parceiro? Isso é ocitocina no trabalho.

Você já deve ter ouvido falar em ocitocina – o que as pessoas chamam de hormônio do amor, hormônio do carinho ou mesmo molécula moral. Isso ocorre porque a ocitocina está nas manchetes, ganhando a reputação de tornar as pessoas mais confiantes, generosas e ainda mais apaixonadas. É um neuropeptídeo, o que significa que é uma molécula semelhante a uma proteína que as células do seu cérebro usam para se comunicar. A ocitocina também é um hormônio, o que significa que o cérebro a libera na corrente sanguínea para se comunicar com o corpo.

Claramente, esse pequeno produto químico cerebral tem alguns grandes trabalhos – desempenha um papel no sexo, parto, vínculo, interação social, emoções e muitas outras funções importantes para os mamíferos. Nossos cérebros produzem isso naturalmente, mas também há ocitocina sintética que às vezes é usada terapeuticamente.

De qualquer maneira, a ocitocina parece não apenas nos levar a um comportamento pró-social, mas também pode pregar peças em nossas mentes. Vejamos algumas maneiras pelas quais essa substância química complicada do cérebro afeta a maneira como sentimos e agimos, e como podemos persuadir o cérebro a liberar mais dessas sensações quentes e confusas.