Pequenos empreendedores comemoram oportunidade de vendas no Arraial da Nossa Gente da Prefeitura de Belém

A praça Waldemar Henrique lotou na noite desta sexta-feira, 17, no terceiro dia de programação do Arraial da Nossa Gente, promovido pela Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Cultural de Belém (Fumbel). A cada noite, o público tem muita dança, música e barraquinhas de venda de artesanato e comidas regionais. Não faltam opções de entretenimento para quem tem prestigiado, com entusiamo, a programação junina da prefeitura para o povo.

Economia – Uma das áreas mais movimentadas é o espaço de vendas de artesanato e comidas regionais. Mais de dez barracas padronizadas oferecem diversos tipos de produtos, como roupas, comidas típicas, bijuterias, entre outros.

A missão da feira é fomentar e proporcionar renda para as famílias, que trabalham de forma autônoma. A artesã Vera Oliveira, de 52 anos, faz parte do projeto Andorinhas, uma prática de economia solidária que conta com 46 artesãs.

Mudança de vida – A artesã explica que a oportunidade de obter algum faturamento neste mês de junho será de extrema importância para o projeto. “Essa iniciativa contribui com a mudança de vida das artesãs do projeto, é uma forma de gerar renda. Estamos tendo essa oportunidade de estar aqui, neste momento pós-pandemia. Isso soma consideravelmente para a nossa renda. Qualquer espaço de comercialização sempre dá um retorno”, comentou.

A feira também conta com uma praça de alimentação, onde várias comidas regionais são comercializadas. Dona do empreendimento “As Negonas”, Rosiane Batista ressaltou que os 15 dias de evento ajudarão na renda de todos os funcionários que atuam na barraca.

“Esses 15 dias vão fomentar muito o nosso empreendimento. Temos uma equipe grande e isso vai ajudar a distribuir uma boa renda. O movimento está muito bom. Com a volta das festas, as pessoas estão saindo mais e consumindo”.

Programação – Na parte cultural, as quadrilhas juninas agitaram a noite. Mais de nove grupos se apresentaram no Piano Palco. A brincante da quadrilha “Roceiros Pé de Moleque”, Ana Beatriz Nascimento, de 28 anos, não escondeu a emoção de voltar a se apresentar.

“É muito importante essa volta, após um período tão difícil de pandemia. Fico emocionada com tanta gente empolgada, gritando e torcendo, é muito legal. Voltar a estar aqui, para quem ama quadrilha, é uma emoção sem tamanho”, disse.

Transmissão – O concurso das quadrilhas foi transmitido por telões instalados na praça Waldemar Henrique e por meio do canal da Prefeitura de Belém no YouTube. O marcador da quadrilha “Roceiros Pé de Moleque”,  Romildo Santos, de 38 anos, aprovou a volta das apresentações na praça Waldemar Henrique.

“Sou puxador e marcador. Sentir o São João novamente é emocionante. Fizemos uma homenagem para a nossa presidente, que faleceu por causa da covid. Essa volta para a Waldemar Henrique foi super acertada, é a cara das quadrilhas”, comentou.

Mostra Cultural  – Já na Concha Acústica, os grupos de carimbó e toada se apresentaram e entoaram os sons da Amazônia. A técnica de enfermagem Darcy Damasceno, de 39 anos, estava na expectativa para a volta da programação junina.

“Depois de dois anos, poder acompanhar a festa é bom demais. Pretendo vir nos outros dias. Tô gostando dos grupos regionais que estão se apresentando”.

Operação – Órgãos municipais atuam diariamente na praça Waldemar Henrique e nas vias do entorno. Equipes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) orientam o trânsito e realizam os desvios das ruas interditadas.

Agentes da Guarda Municipal atuam na segurança. Equipes da Defesa Civil e da Secretaria Municipal de Economia (Secon) realizam a fiscalização em toda a área do Arraial.

Serviço – A programação cultural segue a partir das 19h deste sábado, 18, com a apresentação de nove grupos de quadrilhas, no Palco Piano, e com os shows na Concha Acústica.

>> Confira aqui programação diária do Arraial da  Nossa Gente.

>> Veja o que tem neste sábado, 18, na programação:

Programação Concurso de Quadrilhas, no Piano Palco da praça Waldemar Henrique
• Sábado, 18/06
19h – 19h20 – Fuzuê Junino
19h30 – 19h50 – Romance Matuto
20h – 20h20 – Mistura Brasileira
20h30 – 20h50 – Renovação de São João
21h – 21h20 – Roceiros da Amizade
21h30 – 21h50 – Encanto da Juventude
22h – 22h20 – Brasileirinha
22h30 – 22h50 – Império Junino
23h – 23h20 – Reino de São João

Programação Mostra Cultural II, na Concha Acústica da praça Waldemar Henrique
• Sábado, 18/06
18h – 19h – Mestre Pedrinho
19h20 – 20h20 – Estrela da Barão
20h40 – 21h40 – Trilhas da Amazônia
22h – 23h – Magia da Toada
23h20 – 00h20 – Show Pedrinho Calado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui