Paratleta paraense treina no Mangueirão em busca do pódio na São Silvestre

Em mais um dia de treino no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, o paratleta paraense Rildo Saldanha superou seus limites para concretizar um sonho: o primeiro lugar no pódio da mais importante corrida de rua do Brasil, a São Silvestre, realizada tradicionalmente no último dia do ano, em São Paulo (SP). O paratleta segue para a capital paulista no próximo dia 29, uma viagem que tem o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

Rildo Saldanha, que também joga basquete em cadeira de rodas, na equipe All Star Rodas, uma referência da modalidade no Brasil, treina desde 2014 no Mangueirão, colecionando vitórias. “Esse ano me tornei heptacampeão da corrida do Círio.

Essa prova tem um gosto especial, pois foi a minha primeira competição. Mas todo esse resultado é fruto de muito treino com meu técnico, professor Wilson Caju, que sempre acreditou no meu potencial e sempre me incentivou a ser melhor, não somente no esporte, mas também como pessoa”, disse Rildo Saldanha, que ocupa atualmente o 1° lugar no ranking nacional do Comitê Paralímpico, na prova dos 200 metros.

O paratleta descobriu os esportes aos 15 anos, indo com a família a um evento desportivo. Apesar de no início não ter se entusiasmado, com o incentivo dos familiares acabou gostando da modalidade. E foi com o esporte que ganhou mais independência em relação à mobilidade. Hoje, aos 30 anos, é um dos maiores nomes do atletismo de pessoas com deficiência nos cenários estadual e nacional.

Preparação

“Por ser uma prova tradicional, haverá muitos competidores de alto nível. Estou me preparando desde setembro, e com o professor passei a treinar as subidas, pois será meu diferencial na corrida, uma vez que um dos pontos mais difíceis é a Avenida Brigadeiro Luís Antônio, e justamente minha estratégia tem sido treinar meu desempenho em subida na rampa do Mangueirão”, contou o paratleta. Rildo Saldanha compete no dia 31, na categoria Cadeirante, na Corrida de São Silvestre, com largada às 7h40 na Avenida Paulista, para um percurso de 15 km.

“O Rildo e outros paratletas são pérolas que têm se desenvolvido com esse suporte, sendo treinados aqui no Estádio Olímpico do Pará e mostrando todo esse resultado fantástico da equipe All Star Rodas, que tem o apoio da Secretaria. E isso é muito importante para o atletismo paraense e para o nosso Estado”, enfatizou o diretor técnico de Esporte e Lazer da Seel, Erivelto Pastana.