Para abastecer hospitais universitários UFPA produz álcool em gel

O álcool em gel, insumo que se tornou muito procurado em meio à pandemia do novo coronavírus, começa a ser produzido nesta terça-feira (24), pelo Laboratório de Tecnologia de Fitoterápicos (LTFito), da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Pará (UFPA). Inicialmente, o objetivo é abastecer os hospitais universitários Bettina Ferro de Souza (HUBFS) e João de Barros Barreto (HUJBB), que pertencem ao complexo hospitalar da instituição.

Além disso, terá abastecimento para unidades acadêmicas como núcleos, institutos, faculdades, prédios administrativos, bibliotecas, entre outros. Segundo a assessoria da UFPA, a proposta da produção semanal, inicialmente, será de 200 quilos, no entanto, poderá ser aumentada de acordo com as demandas da Administração Superior. A produção seguirá as diretrizes das Boas Práticas de Manipulação

A informação foi divulgada no portal da universidade, por meio de um vídeo gravado pelo reitor Emmanuel Zagury Tourinho, como uma das ações de enfrentamento e combate da covid-19.

Confira o vídeo do reitor da UFPA, Emmanuel Zagury Tourinho, que explica as ações da universidade para enfrentamento ao novo coronavírus.

O LTFito está localizado no campus Guamá da UFPA, no bairro do Guamá, em Belém. A iniciativa foi idealizada pelos professores José Otávio Carréra, farmacêutico responsável e coordenador do projeto; Mauro Sérgio Marques, da disciplina de Tecnologia Farmacêutica; e Roseane Ribeiro, da disciplina Garantia da Qualidade de Produtos e Insumos Farmacêuticos e Cosméticos.

A equipe envolvida na produção é formada por docentes e discentes de pós-graduação que trabalham na área da Saúde. A proposta foi apresentada na última semana à reitoria da UFPA, que imediatamente a aprovou e viabilizou os meios para a produção.

O hospital João de Barros Barreto (HUJBB), localizado na rua dos Mundurucus, no bairro do Guamá, é uma das referências para o tratamento hospitalar dos pacientes graves da covid-19. Além disso, o hospital foi responsável pelo treinamento das equipes de outras unidades de saúde de Belém e do Pará.

“O Barros Barreto conta toda a estrutura e equipamentos necessários ao tratamento dos pacientes. Em parceria com o Governo do Estado do Pará, estamos ampliando o número de leitos em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no hospital”, garantiu o reitor no vídeo.

Risco das “receitas caseiras”

Nos últimos dias, tem circulado pelas redes sociais algumas dicas para produzir soluções caseiras para higienização das mãos, devido à alta busca por álcool gel nas farmácias e supermercados de todo o país. Para a professora Roseane Ribeiro, as receitas caseiras devem ser desencorajadas, uma vez que não têm respaldo nenhum de sua eficácia e podem trazer risco à saúde das pessoas.

“A preparação deve ser feita de acordo com a técnica de manipulação, sendo necessária a realização do controle de qualidade por profissionais farmacêuticos e/ou químicos, a fim de garantir a qualidade e segurança do produto. Assim, acredita-se que as pessoas devem ter bastante cautela nesse momento delicado e evitar, ainda assim, qualquer outro tipo de risco à sua saúde”, recomendou.

Monitoramento da covid-19

Outra ação da UFPA para contenção do novo coronavírus foi a criação de um Grupo de Trabalho (GT) para monitorar o quadro epidemiológico e propor medidas de proteção no âmbito da instituição.

“Esse grupo permanece monitorando a situação no Estado e, sempre que necessário, fornecerá informações e orientações atualizadas à comunidade universitária”, comentou o reitor Emmanuel Zagury Tourinho.

Para informações atualizadas sobre os cuidados necessários mediante a doença e para detalhes sobre o funcionamento na universidade, a UFPA criou o endereço eletrônico coronavirus.ufpa.br.