Órgãos fiscalizadores realizam operação conjunta para cumprimento do lockdown em Santarém

Uma operação conjunta envolvendo vários órgãos estaduais e municipais percorreu, na noite deste sábado (13), bairros de Santarém, para garantir o cumprimento do decreto estadual nº 800/2020, que determina o lockdown na região. A concentração foi na Praça São Sebastião e a fiscalização iniciou na orla da cidade. A ação é necessária, já que, apesar do lockdown, pessoas e estabelecimentos ainda descumprem as regras.

“Aqui, em Santarém, nós estamos identificando que as pessoas continuam na rua. Existe toda uma conscientização que está sendo feita, este já é o terceiro final de semana, mas existem muitas pessoas que ainda não se conscientizaram que estamos em uma pandemia e em lockdown. Então, as abordagens estão sendo contínuas, principalmente em pontos de comércios, e aqueles que não estão cumprindo o decreto já estão sendo multados”, explicou José Luiz Fontes Júnior, chefe da equipe de planejamento da Vigilância Sanitária do Estado.

A concentração ocorreu na Praça São Sebastião Foto: Pedro Guerreiro / Ag. Pará

Durante as abordagens, as equipes deram orientações, checaram documentos e, quando necessário, aplicavam autos de infração. As principais infrações identificadas são em relação ao funcionamento do serviço de delivery.

Integração – Atuando para o cumprimento do decreto de lockdown há 13 dias, o trabalho conjunto dos órgãos fiscalizadores tem sido de grande importância para combater à pandemia de Covid-19, com barreiras de fiscalização e patrulhamento diárias.

“Estamos seguindo para terceira semana de lockdown, com várias ações de fiscalização em diversos bairros da cidade. Temos buscado a integração de vários órgãos fiscalizadores, para conseguirmos ter eficiência. Apesar de muitas operações, infelizmente nossa população tem desobedecido bastante ao decreto. Estamos fazendo barreiras, averiguando denúncias que são feitas também pela população, aplicando multas, sempre em conjunto com diversos órgãos”, ponderou o tenente da Polícia Militar, Rodrigo de Cássio.

Foto: Pedro Guerreiro / Ag. Pará

Além disso, a parceria entre governo do Estado e Prefeitura de Santarém, que realizam um trabalho de integração, tem trazido bons resultados.

“Nesse momento, onde a cidade se encontra restrita, em lockdown, é muito importante essa parceria com o Estado, que vem para reforçar o combate à pandemia. Estamos desde o início fazendo esse trabalho de fiscalização, orientação, conscientização, aplicando autos de infração e interditos, quando há necessidade, então essa parceria e a vinda da equipe de vigilância do Estado para Santarém é fundamental para reforçar as nossas ações na cidade”, disse Maurício Campos, fiscal da Vigilância Sanitária do Santarém.

Participaram da Operação de Patrulhamento a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária da Sespa, Vigilância Sanitária do Município, 9º Centro Regional de Saúde da Sespa e o Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT).

As principais infrações foram identificadas no funcionamento do serviço de delivery Foto: Pedro Guerreiro / Ag. Pará

Medidas restritivas prorrogadas

O governo do Estado decidiu manter as medidas restritivas estabelecidas no decreto estadual 800/2020, atualizado no último dia 30 de janeiro. Dentre as restrições, está a permanência do bandeiramento da cor preta na região do Baixo Amazonas, que já está em lockdown há 13 dias. A medida deve durar por pelo menos mais sete dias e foi adotada devido ao alto número de internações de Covid-19, que ainda está sendo registrado na região.

A determinação vale para todos municípios do Baixo Amazonas e 14 cidades estão com todas as atividades não essenciais suspensas. Os municípios afetados são: Alenquer, Almeirim, Belterra, Curuá, Faro, Juruti, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Placas, Prainha, Santarém e Terra Santa. A medida foi tomada pelo governo do Estado para conter o avanço da Covid no Oeste do Pará.