No X Fospa, visitantes do estande do Banco do Povo conhecem as ações de enfrentamento da pobreza

Ivaneide Lima, 39 anos, do Movimento de Mulheres do Tapanã, foi uma das visitante do estande do Banco do Povo de Belém, da Prefeitura de Belém, durante o X Forum Social Pan-Amazônico (X Fospa), nesta sexta-feira, 29, no Mirante do Rio da Universidade Federal do Pará (UFPA). Ela veio conhecer as iniciativas do programa de qualificação profissional Donas de Si e do crédito solidário, os quais estão apoiando pequenos empreendedores da capital paraense.

Ajuda para reformar – “Me chamou a atenção o estande do Banco do Povo porque vendo lanches em casa. Eu sou chefe de família, moro só com a minha filha numa casa de madeira”, conta Ivaneide, que recebe auxílio financeiro do governo federal. “Tenho equipamentos, como freezer e estufa, mas queria uma ajuda para reformar o meu espaço e eu também queria fazer cursos para aprender a fazer outros itens de alimentação”, completou.

O estudante de Ciências Contábeis da UFPA, João Felipe Santos, 23 anos, também se interessou em conhecer os projetos do Banco. “Achei muito interessante. Não conhecia o crédito da Prefeitura de Belém para pessoas de baixa renda”, comentou.

Distribuição de panfletos – No estande do Mirante do Rio, o Banco do Povo realizou a distribuição de panfletos e prestou informações sobre as ações realizadas, além de fazer degustação das geleias produzidas por uma das alunas do curso de processamento de frutas e produção de doces, do programa Donas de Si.

À tarde, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, visitou o estande do Banco do Povo, onde ganhou uma cocada saborizada de bacuri para degustação.

Além disso, na feira de alimentação montada no espaço do Vadião, três ex-alunas do Donas de Si, comercializaram produtos, como Elisa Lisboa, do bairro do Jurunas. No primeiro dia da feira, ela vendeu geleias e cocadas que aprendeu a fazer no curso. “Está sendo muito bom pra mim”, destacou.

Sucesso – “A presença do Banco do Povo no X Fospa considero um sucesso. Nosso estande desperta a curiosidade por apresentar um programa completo que oferece qualificação profissional e crédito e que tem resultados para mostrar. Nas feiras da alimentação e artesanato (do Fospa) as  pessoas podem comprovar a polticia do banco”, apontou a coordenadora-geral do Banco do Povo, Georgina Galvão.

“A nossa demonstração gerou curiosidade, algumas pessoas nos procuraram para discutir conosco possibilidades de parceria, como plataformas digitais para divulgar empreendedores, oferecer cursos e dar acesso a programas e projetos para o enfrentamento da pobreza”, concluiu a coordenadora-geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui