Município realiza seminário preparatório à Conferência Municipal de Produção Familiar em Cotijuba

Francisaco Silva, agricultor familiar

A ilha de Cotijuba recebeu o terceiro seminário preparatório para a primeira Conferência Municipal de Produção Familiar, Transição Agroecológica e Sustentabilidade, nesta segunda-feira, 13, na Unidade Pedagógica Faveira da Fundação Escola Bosque (Funbosque).

O evento promovido pela Prefeitura de Belém, envolve quinze secretarias municipais e tem como objetivo ouvir as demandas dos produtores rurais para apresentar na Conferência Municipal de Produção Familiar.

A conferência fará a formulação de políticas públicas efetivas e sustentáveis para o desenvolvimento da agroecologia e do consumo sustentável,  além de debater soluções para fortalecer a agricultura familiar e a economia local nas áreas insulares, rurais, urbanas e periurbanas da capital paraense.

Políticas públicas para agricultura familiar

De acordo com o presidente da Funbosque, Alickson Lopes, as demandas levantadas no seminário serão utilizadas no desenvolvimento de políticas públicas dentro da realidade das ilhas, com possibilidades para uma melhor produção.

“A partir dos seminários será possível realizar uma conferência totalmente voltada para a criação de uma estratégia municipal que atenda os produtores”, explica Lopes.

Logística de transporte 

No evento, produtores familiares compartilharam as dificuldades que enfrentam para desenvolverem as atividades e para o escoamento da produção na ilha.

“Precisamos de transporte para comprar suprimentos para desenvolvermos as nossas atividades, pois pagamos caro para investir nessa atividade. Também precisamos de crédito para que os nossos custos sejam barateados”, contou o agricultor familiar Francisco Silva.

Já para Adriana Lima, fundadora do Movimento de Mulheres da Ilha, que desenvolve atividade extrativista, o encontro trouxe um novo ar para os produtores locais. “Tenho esperança de que daqui vão sair ações concretas para as nossas regiões de ilha”, afirma.

Projeto Quintais Produtivos

Segundo a diretora do Departamento de Apoio à Produção da Secretaria Municipal de Economia (Secon), Domingas Martins, os trabalhadores participaram ativamente dos seminários e cada vez mais serão valorizados por levarem qualidade de vida para comunidade.

“É com eles que nós contamos para melhorar a economia do nosso município.  A produção deles é sem agrotóxico, por isso, mais saudável, que é o que a população busca. Nosso objetivo é resgatar o Projeto Quintais Produtivos, onde cada pessoa pode criar um pouco de tudo: frutas, legumes, pato, frango e etc, consolidando a agricultura urbana”, explicou.

Durante a Conferência  Municipal de Produção Familiar Transição Agroecológica e Sustentabilidade que será realizada no próximo dia 30, serão realizados dez panoramas com os mais variados temas apontados pelos agricultores.

Ao final do evento, os participantes vão elaborar uma carta-proposta, com itens que deverão ser executados por meio de ações interativas das secretarias municipais de Belém, visando o desenvolvimento das cadeias produtivas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui