Movimentos sociais se integram às atividades preparatórias do X Fórum Social Pan-Amazônico

A organização do X Fórum Social Pan-Amazônico (Fospa) promove nesta quarta-feira, 23, a primeira plenária do evento, em Belém, onde se reunirão representantes de movimentos sociais para articular as atividades que farão parte da programação oficial do evento, que ocorrerá de 28 a 31 de julho, no campus da Universidade Federal do Pará (UFPA).

O membro do comitê organizador do Fospa, Luiz Arnaldo Campos, que é coordenador de Relações Internacionais da Prefeitura de Belém, informa que as atividades da programação do Fospa envolvem diversas lideranças da Amazônia e vão culminar em apresentação de propostas para solucionar problemas da região.

Diagnóstico e solução 

“Há uma preocupação grande nesse X Fospa de ir além dos diagnósticos, apresentarmos propostas e dizer o que vamos fazer”, afirma Luiz Arnaldo Campos.

Ele ressalta que a plenária desta terça-feira inaugura uma nova fase do X Fospa, com engajamento direto dos movimentos sociais na preparação prática do evento.

Campos informa que na plenária serão formadas comissões de trabalho para atuar nas áreas de infraestrutura e território, recepcão e alojamento, atividades autogestionadas e outras que o debate demonstrar necessário.

O X  Fospa será organizado em torno de cinco casas: Bens Comuns, Povos e Direitos , Territórios e Auto Governo, Mãe Terra, Mulheres e Resistência.

Na sexta-feira, 25, serão anunciads as Comissões das Casas de Saberes e Sentires, que definirãoo os temas e os debatedores das Casas.

Inscrições para o X Fospa

Até o final deste mês de março, segundo Campos, serão lançadas as inscrições individuais e para as atividades autogestionadas no site do X Fospa.

Pela terceira vez a capital paraense sediará o Fospa, que reunirá representantes dos nove países da Pan-Amazônia: Brasil, Guiana Francesa, Suriname, Guiana, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia, além de outros países da Europa e Ásia.

Também haverá representantes dos povos originários e tradicionais da Amazônia e outros países, de movimentos sociais, ambientalistas, professores, cientistas e autoridades para debater e apresentar políticas em defesa da Amazônia.

O X Fórum Social Pan-Amazônico coloca a capital paraense na rota de importantes eventos internacionais e contribui também para aquecer a economia local, por meio do fluxo de turistas, movimentando pequenos empreendedores de diversos segmentos, desde alimentação à comercialização de produtos regionais.

A primeira plenária para organização do X Fórum Social Pan-Amazônico (Fospa) será realizada na sede dos Sindicato dos Bancários, localizado na rua 28 de setembro, no bairro do Reduto, das 14h às 18h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui