Lollapalooza pode contar com participação de artista paraense

Um concurso promovido por uma rádio em São Paulo pode levar a cantora e guitarrista Ellie Valente a abrir um dos maiores festivais do mundo. A Rádio Rock 89 FM lançou o concurso “Temos Vagas”, que irá selecionar uma banda para iniciar os trabalhos do festival Lollapalooza, que possui edições em cidades mundiais como Chicago (Estados Unidos), Berlim (Alemanha) e Santiago (Chile). A edição brasileira ocorre em São Paulo, de 3 a 5 de abril.
Ellie Valente, artista paraense.

Ellie Valente, artista paraense, está na briga pela vaga. “Fui em algumas edições como plateia e sempre sonhei em um dia estar naquele palco. Essa me parece uma grande oportunidade e conto com a ajuda de todos para chegar lá”, conta.

O concurso possui duas fases. Na primeira etapa, que vai até 8 de março, serão classificadas 50 bandas entre as mais votadas pelo público (o link para votação em Ellie Valente é https://www.radiorock.com.br/temosvagas/ellie-valente). Na etapa final, as 50 bandas mais votadas serão analisadas por uma comissão julgadora composta pela rádio e pela organizadora do evento. O resultado oficial será divulgado no dia 16 de março.

A banda vencedora do concurso será a atração de abertura de show do festival Lollapalooza, que será realizado no dia 3 de abril, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. A última edição do festival, em 2019, levou cerca de 250 mil pessoas. Para a edição 2020, já estão confirmadas bandas como Guns N’ Roses, The Strokes e Fresno, além dos artistas Travis Scott, Emicida, Pablo Vittar, Lana Del Rey e Ludmilla.

“Comecei a tocar guitarra por causa do Slash, do Guns N’ Roses. “Já pensou o que é eu tocar no mesmo palco que eles?”, fala Ellie, emocionada ao se imaginar ao lado de sua maior referência musical.

Guitarrista, compositora e cantora, Ellie Valente fala do universo feminino contemporâneo em uma visão de dentro para fora no álbum Crisálida (lançado em 2019), com temas que falam de questões femininas, amor, sensualidade e prazer. O momento marca a transição de instrumentista, em uma carreira de dez anos, para frontwoman. A sonoridade mistura elementos do pop, do rock e do eletrônico.