Lojistas preveem crescimento da economia em 2020

Uma Pesquisa publicada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) aponta que o Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma das riquezas produzidas no país, crescerá 2,5% e a indústria terá expansão de 2,8%, em 2020.

No entanto, o crescimento sustentado vai depender de novos avanços que melhorem o ambiente de negócios e os investimentos. O Informe Conjuntural publicado pela Confederação destacou ainda que a atividade econômica será impulsionada pela expansão de 2,8% do PIB industrial e pelo aumento do investimento, no próximo ano.

Na análise do cenário, a Confederação destaca que a aceleração da segunda metade de 2019 foi o sinal de que haverá crescimento mais sólido nos próximos 12 meses, puxado pelo aumento do consumo, em consequência da queda das taxas de juros e da paulatina recuperação do mercado de trabalho.

Para Emerson de Carvalho Breves, diretor de operações comerciais do Armazém Paraíba, esses dados são importantes porque refletem uma movimentação positiva da economia, que já vem sendo sentida desde o final de 2019. “Estamos otimistas com o mercado e investindo em produtos para correspondermos as expectativas dos consumidores do Norte e Nordeste do país”, ressaltou.

Ainda de acordo com o estudo, o mais relevante nesse momento de recuperação da economia é o protagonismo do setor privado. O investimento privado reagiu em 2019, com o aumento da confiança e a queda nos juros. A tendência é que haja um grande número de contratações formais, o que sustentará o consumo.