Período de inscrição no programa Startup Pará inicia dia 24 de fevereiro

O prazo para submissão de propostas ao programa Startup Pará – Estratégia Estadual para o Empreendedorismo de Base Tecnológica – terá início na próxima segunda-feira (24). O programa é desenvolvido pelo governo do Estado por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e da Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad).

O Startup Pará irá selecionar 10 propostas em cada uma das duas modalidades do programa. Os empreendedores escolhidos receberão capacitação, treinamento, mentoria e apoio financeiro. A modalidade “Novos Negócios” é voltada a projetos de processos ou produtos inovadores, com potencial para se transformar em empreendimentos que incorporem novas tecnologias. A modalidade “Aceleração” abrange propostas que já tenham um produto ou que já disponham de clientes, mas que necessitam alavancar as vendas e/ou acelerar seu negócio a partir de assistência técnica especializada.

Temáticas – As propostas nas duas modalidades devem estar dentro das áreas temáticas do programa que são: educação; energia; mineração; saúde e qualidade de vida do cidadão; Govtech (Inovação na Administração Pública); Agrotech, com destaque para agroindústria e piscicultura; biotecnologia; Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC); inteligência artificial; e logística.

Todas as propostas inscritas participarão da primeira etapa do programa que é o “Enquadramento”, quando será avaliado se todos os pré-requisitos foram preenchidos. Será feita em seguida a “Seleção”, que vai avaliar e classificar as propostas e 15 de cada modalidade passarão para a terceira fase, que é a “Execução”. Nessa etapa, as pessoas envolvidas nos projetos receberão ações de assistência técnica, como masterclass e workshops, sessões de mentoria e eventos de networking. No final da “Execução”, após cerca de três meses de atividades, será realizado o “Demo Day”, que reunirá potenciais investidores e clientes para as startups e quando será divulgado o resultado final da etapa.

Investimento – O desempenho dos empreendedores no “Demo Day” será avaliado pelo Comitê Gestor do Startup Pará, que elegerá as 10 propostas de cada modalidade que receberão o investimento para iniciar seus projetos – no caso de “Novos Negócios” – ou alavancar suas startups – no caso da “Aceleração”.

Serão destinados recursos no valor global de aproximadamente R$ 3,5 milhões sendo investidos até R$ 2,8 milhões diretamente nas propostas. Para a modalidade “Aceleração”, as propostas devem ter valor de até R$ 200 mil e para a modalidade “Novos Negócios”, as propostas devem ter valor de até R$ 80 mil, perfazendo um total máximo de investimento de R$ 2,8 milhões. Os demais recursos financeiros serão utilizados no desenvolvimento do programa.

A coordenadora do Startup Pará, Maria Trindade, alerta os interessados para que “fiquem atentos para o modelo de negócio e o plano de negócio, na modalidade ‘Aceleração’ durante a inscrição, itens importantes também para o processo avaliativo”.

O edital está disponível no site do Startup Pará, onde as inscrições podem ser feitas até o dia 3 de abril.