Início do semestre letivo com 100% das aulas presenciais na rede municipal anima estudantes

”Estou muito feliz em voltar à escola e rever meus amigos. Estava com saudade da professora e, principalmente, de brincar na hora do recreio com meus amigos”, contou a pequena Laura Reis, de 9 anos, nesta segunda-feira, 1º de agosto, durante o início do segundo semestre letivo. Ela é estudante do 3° ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Amância Pantoja, no bairro de Fátima.

A novidade deste semestre é que a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), estabeleceu o retorno de 100% das aulas presenciais, que conta com 68 mil estudantes em 201 unidades educativas. Todas as unidades mantiveram os protocolos de biossegurança para prevenção da covid-19.

Belém alfabetizada

A secretária municipal de Educação, Márcia Bittencourt, acompanhou o retorno na EMEI Amância Pantoja, levando as boas-vindas aos educadores e estudantes, destacando a importância de voltar ao ambiente escolar.

”É hora de voltar para as escolas para que possamos cumprir nosso objetivo e as nossas metas de aprender a ler e a escrever, construindo todos juntos uma Belém educada, alfabetizada, leitora e inclusiva. E, sobretudo, que as crianças consigam, depois desses dois anos que ficaram afastadas das escolas, retornar e conseguir se aprofundar no processo de conteúdo do conhecimento”, explicou a secretária.

”Superou minhas expectativas o retorno 100% das aulas presenciais neste segundo semestre. Pensei que seria aos poucos, devido ao aumento da covid-19 na capital. Tenho dois netos matriculados na escola e percebo o cuidado que eles têm com a higiene dos alunos e também com o ensino-aprendizagem. Eu sou só elogios”, afirmou Maria de Jesus dos Santos, de 51 anos, doméstica, avó da aluna Hanna Souza Ramos, 11 anos, estudante do 5° ano.

Monitoramento eletrônico

O projeto Guardiões da Saúde na Educação, inovador no Brasil, que garantiu em setembro de 2021 retorno das aulas presenciais para monitorar, por meio de aplicativo casos suspeitos de Covid-19, continua atuando nas escolas da rede.

O aplicativo desenvolvido pela Semec, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e a Universidade Federal do Pará (UFPA), agora avança para uma nova etapa com mais funcionalidades para notificar casos de violência, abuso de álcool e outras drogas, problemas de audição e visão, situações de desnutrição, abusos sexuais, doenças e outras questões, como gravidez precoce, união conjugal na adolescência e atualização do calendário vacinal.

A Semec e UFPA lançam nos próximos dias 11 e 12 de agosto a nova versão para a rede municipal de ensino de Belém.

Reformas – Considerando o calendário de obras, a Semec informa que, atualmente, 30 escolas da rede municipal estão em reforma e que, ainda no mês de agosto, está prevista a inauguração de mais três escolas.

As unidades que estão em obras terão o retorno presencial gradativo escalonado, uma vez que, durante o mês de julho, priorizou-se a execução de serviços para garantir o retorno das aulas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui