Governo pede e Natura afirma que não vai demitir seus empregados no Pará

Diante dos desafios socioeconômicos impostos pela pandemia do novo coronavírus, nesta segunda-feira (30), o governador Helder Barbalho conversou com representantes da Natura e pediu para que a empresa não demita seus funcionários no Pará. Em videoconferência, os representantes da empresa de cosméticos afirmaram ao governador que irão manter o emprego dos 715 funcionários e a relação comercial com as mais de 1,6 mil famílias que são fornecedoras de insumos.

Os representantes da Natura informaram que a medida vale para os próximos 60 dias. “Essa é uma medida muito importante para nós paraenses”, agradeceu Helder Barbalho. “Vamos manter o diálogo neste momento desafiador e solicito que a empresa avalie, dentro de sua linha de produção e, com rede de parceiros, como podem auxiliar o Estado. Neste momento, toda ajuda da iniciativa privada é bem vinda”, complementou o governador.

Doação de 300 mil sabonetes – Na última sexta-feira (27), o Governo do Pará recebeu cerca de 300 mil sabonetes doados pela Natura, que foram distribuídos às pessoas abrigadas no Estádio Mangueirão e às famílias de baixa renda, para que façam a higienização correta, a fim de evitar a disseminação da covid-19. A distribuição foi realizada com suporte da Cruz Vermelha.

A Natura informa ainda que prestará apoio ao Estado para ajudar a frear a propagação do novo coronavírus. Entre as iniciativas já em curso, a doação de sabonetes para comunidades em situação de vulnerabilidade social no Pará, em parceria com a Cruz Vermelha.

A Natura está presente no Pará desde 2007. Em 2014, lançou sua fábrica de sabonetes em barra na região, que responde por 80% do total de sua produção. O complexo industrial do Ecoparque, onde a Natura opera, está localizado na cidade de Benevides, Região Metropolitana de Belém.