Governo investe em tecnologia para facilitar a vida dos paraenses

Prodepa reconhece dedicação do profissional de Tecnologia da Informação (TI), cuja data nacional é celebrada nesta segunda-feira (19)Foto: Marcelo Seabra / Ag. Pará

A pandemia de Covid-19 impôs a necessidade do isolamento social para minimizar os riscos de contaminação pelo novo coronavírus, e aumentou expressivamente o uso de dispositivos digitais e aplicativos para o trabalho, de forma remota, bem como para o consumo de bens e serviços de alimentação, medicamentos, acesso a informações etc.

Nesta segunda-feira (19) é celebrado o Dia do Profissional de Informática ou de Tecnologia da Informação (TI). Técnicos e especialistas que ganharam destaque diante da intensificação do uso de ferramentas online e seguem com uma atuação fundamental para que diversos serviços continuem disponíveis à população.

Os profissionais da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa), oferecem suporte técnico, por exemplo, para todos os órgãos estaduais, disponibilizando sistemas funcionais e seguros que garantem a integridade dos dados, e num cenário de pandemia, eles tiveram suas demandas expandidas. No Pará, o primeiro caso de Covid-19 se confirmou em 18 de março de 2020.

Segundo a analista de sistemas Adriana Teles, gerente da Divisão de Projetos e Inovação da Prodepa, os profissionais foram muito exigidos para que fosse possível dar vazão às demandas com a urgência que a situação pedia.

“Trabalhamos para garantir a continuidade do fluxo de informações no Estado, para que serviços essenciais para a população não parassem. Além do incremento de funcionalidades em sistemas já existentes para atender as necessidades dos usuários”, destaca a analista da Prodepa.

PROCESSO ADMINISTRATIVO ELETRÔNICO (PAE)

Um dos sistemas essenciais para dar andamento aos processos estaduais e não prejudicar o fornecimento do serviço foi o Processo Administrativo Eletrônico (PAE), que trouxe inúmeros benefícios como a transparência, a eficiência e a preservação do meio ambiente, com considerável economia de papel.

“A pandemia impulsionou a implantação do PAE em órgãos que ainda não tinham aderido ao sistema. O volume de acessos dos usuários triplicou, o que foi fundamental para dar continuidade no trabalho, de forma digitalizada”, garante Lorenna Góes, gerente da Divisão de Sistemas Específicos da Prodepa.

Em agosto, o Governo do Pará chegou a um milhão de processos administrativos eletrônicos tramitados pelo sistema.

DELEGACIA VIRTUAL

Segundo Gustavo Costa, diretor de Desenvolvimento de Sistemas da Prodepa, outro avanço importante que reflete em mais facilidades para a população, foi o trabalho desenvolvido em parceria com a Polícia Civil para assegurar mais funcionalidades à Delegacia Virtual.

“Garantimos que o cidadão possa realizar boletins de ocorrências virtuais relacionados a mais crimes. Antes estavam disponíveis registros para roubo, furto, perda/extravio e acidentes de trânsito sem vítimas. Adicionamos mais 12 registros de ocorrência pelo site”, informa o diretor.

Atualmente, é possível registrar ocorrência virtual para as seguintes situações: óbito por causa natural; violência doméstica e familiar contra a mulher; ameaça; injúria; calúnia; difamação; perturbação da tranquilidade; crimes contra as relações de consumo; invasão de dispositivo informático; estelionato; falsa identidade e falso alarme.

PORTAL COVID

A Prodepa também criou e desenvolve o Portal Covid, um sistema de notificações de casos da doença no Pará, além do portal de transparência com as ações do Governo do Estado relacionadas à pandemia. Em  maio de 2020, o Portal Covid registrou 887.217 acessos.

Foto: Marcelo Seabra / Ag. Pará Equipe da Prodepa criou o site de Transparência e o Portal Covid

PROFISSIONAIS

Os profissionais de tecnologia atuam na infraestrutura para garantir a atualização e pleno funcionamento dos equipamentos do Estado, proporcionando fácil comunicação e maior produtividade dos servidores. Eles também trabalham com programação, criação e manutenção de sistemas, suporte, banco de dados e desenvolvimento, e as áreas atuam de forma integrada.

“O grande diferencial dos profissionais é ir além da técnica e ter habilidades de relações humanas, para lidar com usuários, entender as necessidades das pessoas e traduzir em sistema, que é um dos maiores desafios da profissão”, pontua a gerente da Divisão de Projetos e Inovação da Prodepa, os Adriana Teles.

Para a gerente da Prodepa, Lorenna Góes, a curiosidade é um atributo importante do profissional que atua na área da tecnologia. “A iniciativa de buscar mais ferramentas, atualizando os estudos de forma contínua é muito importante para compreender a necessidade do cliente e garantir um sistema funcional para o que ele precisa”, explica.