Governo executa obras de infraestrutura e mobilidade que beneficiam a população de Belém

Estado concluiu o trecho do prolongamento da avenida João Paulo II Foto: Alex Ribeiro / Ag.Para

Com obras de infraestrutura viária e mobilidade urbana em Belém, o Governo do Pará, por meio do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM), trabalha para melhorar a vida da população. Em dois anos da atual administração, o Governo concluiu o trecho do prolongamento da avenida João Paulo II, entregou a rodovia Tapanã, continua com obras na rua Padre Bruno Secchi e deu início ao projeto da Nova BR – que também agrega novos serviços a capital, com o sistema de transporte integrado de ônibus.

No primeiro ano da nova gestão, o NGTM instalou as passarelas na João Paulo II, que proporciona maior segurança e mobilidade a motoristas e pedestres que andam pela via metropolitana, e também trabalhou na recuperação da iluminação pública prejudicada após diversos furtos na área.

Governo entregou também a nova rodovia Tapanã e continua com obras na rua Padre Bruno Secchi Foto: Jader Paes / Ag.Para

Os serviços de duplicação, drenagem, pavimentação, entre outros, ao longo de 5 km da rodovia Tapanã, foram retomados em 2019 e concluídos no ano passado. A via é importante corredor de transporte que liga a avenida Augusto Montenegro e rodovia Arthur Bernardes, garantindo maior fluidez no tráfego e já beneficia cerca de 500 mil pessoas, contribuindo também na retirada do fluxo de cargas pesadas que se destinam a área portuária da Arthur Bernardes para o centro de Belém.

Dentro do mesmo projeto, a rua Padre Bruno Secchi (antiga rua Yamada) segue em obras a partir do mesmo conceito da rodovia Tapanã. Ambas as vias estão localizadas em Belém e são obras com recursos do governo do Estado.

Transporte – Com a Nova BR – em execução pelo Governo –, que requalifica os primeiros 10.8 km da BR-316, do Entroncamento até o início de Marituba, o objetivo é implementar o sistema de transporte integrado de ônibus, permitindo a integração do sistema BRT Metropolitano ao BRT Belém, gerando inúmeros benefícios, como viagens mais rápidas, seguras e confortáveis, abrangendo três municípios da Região Metropolitana – Belém, Ananindeua e Marituba –, além da melhoria do aspecto ambiental para a região.

Nova BR: serviços vão requalificar os primeiros 10.8 km da BR-316, do Entroncamento até o início de Marituba Foto: Alex Ribeiro / Ag.Para

O engenheiro Eduardo Ribeiro, diretor geral do NGTM, explica que o Núcleo vem trabalhando no projeto Via Metrópole, que é um conjunto de obras visando a melhoria da mobilidade para a população da Grande Belém. Nessa etapa do projeto, entre as principais obras executadas pelo NGTM, está a implantação do sistema BRT Metropolitano que envolve um reordenamento da infraestrutura da BR, transformando a rodovia em uma grande avenida.

“Quando falamos em mobilidade, estamos falando também de reduzir o tempo de viagem de quem anda no transporte coletivo, melhorar a segurança desse transporte e proporcionar mais conforto para esses futuros usuários. Esse conjunto de benefícios repercute na melhoria da qualidade de vida da população”, afirma Ribeiro.