Governo entrega Núcleo Integrado de Operações e lança programa de proteção à mulher, em Santarém

Ampliando as ações da segurança pública, a fim de, melhorar a qualidade no atendimento de urgência e emergência e no videomonitoramento para combater à criminalidade, e ainda, reforçar as ações de enfrentamento à violência contra a mulher, o governo do Pará, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, entregou o novo Núcleo Integrado de Operações (Niop) e lançou o Programa Pró-Mulher Pará, nesta terça-feira (21), em Santarém.

O Núcleo Integrado de Operações (Niop), vinculado à Segup, é o principal meio de comunicação para receber chamadas de ocorrências de urgência e emergência, através do 190 e 193. O funcionamento do órgão ocorre de forma ininterrupta nos sete dias da semanas, 24 horas, garantindo a segurança da população local e promovendo o atendimento imediato diante de qualquer demanda.

Para o Governador do Estado, Helder Barbalho, os investimentos em segurança pública para região oeste do Pará, garantem a descentralização das ações que vem sendo realizadas na Região Metropolitana, garantindo agilidade no atendimento da população e apuração de toda e qualquer ação criminosa.

“Estamos entregando uma unidade totalmente reconstruída para que os atendimentos de urgência e emergência sejam cada vez mais qualificados e eficientes para a população de Santarém. Diante de qualquer ocorrência, os servidores estarão à postos para receberem as chamadas e enviarem equipes policiais para apuração e investigação. Esse é mais um investimento na Segurança Pública, para que o combate à criminalidade continue sendo exitoso”, disse Helder Barbalho.

Todos os investimentos realizados no interior do estado, e principalmente em cidades polos, como Santarém, são essenciais para descentralizar os atendimentos que são realizados na Região Metropolitana e fortalecer as ações de segurança em todas as regiões do estado, pontuou o Secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

“Seguimos realizando investimentos na Segurança Pública, e dessa vez, Santarém recebe um prédio totalmente reconstruído e com estrutura adequada, para que os servidores possam ter um espaço adequado para realizarem o trabalho, com qualidade e eficiência no atendimento à população que precise, por qualquer motivo, acionar o Núcleo Integrado de Operações que atende as ocorrências do número 190 e 193. Desde o início da gestão implementamos primeiro um atendimento profissional no Call Center, com atendimento a população, aumentamos o número de câmeras de monitoramento, colocando inteligência artificial nessas câmeras e agora entregando um prédio totalmente adequado e reconstruído. Nosso objetivo é melhorar e investir cada vez mais, para garantir a segurança da população. Portanto a região Oeste,  hoje ganha muito com esse investimento, e reiteramos que continuaremos trabalho para garantir cada vez mais segurança para a população”, explicou o titular da Segup.

No Niop também são registradas as imagens do monitoramento feito no município, que atualmente e composto por 25 câmeras de segurança, distribuídas estrategicamente na sede do município e na Vila de Alter-do-Chão, das quais 16 têm inteligência artificial com identificação de placas veiculares. As imagens obtidas podem subsidiar processos e procedimentos investigativos.

Pró-Mulher Pará

O Niop também será a base que receberá as chamadas do Programa “Pró-Mulher Pará”, lançado durante a agenda oficial, o qual tem como objetivo realizar ações de proteção, repressão qualificada e orientação para mulheres em situação de violência doméstica na região. O programa faz parte das ações desenvolvidas pelo estado visando o combate à violência contra a mulher.

Para o atendimento qualificado e especializado a essas mulheres, o Governo está disponibilizando também, uma viatura caracterizada exclusiva para o direcionamento das equipes de segurança, que agilizará o atendimento às vítimas.

Atendimento – O programa está sendo desenvolvido a partir de duas frentes, com ações preventivas e repressivas. As ações repressivas ocorrem a partir das ligações feitas ao canal de urgência e emergência (190) que direcionará as chamadas ao NIOp, a qual será atendida por uma equipe capacitada que encaminhará para outra a equipe policial que atenderá a denúncia.

Além disso, após o atendimento, é feita uma contagem do número de chamadas realizadas, pela mesma vítima, que entra automaticamente para o “Cartão Programa”, que garante visitas periódicas e de acompanhamento por meio da equipe de patrulhamento especializado, a qual será realizada na viatura exclusiva do programa.

Descentralização – Após ser lançado no Dia da Mulher deste ano, em 8 de março, na Região Metropolitana de Belém, o programa já alcançou também o municipío de Marabá, a Bragança, descentralizando as ações especializadas para o combate à violência doméstica e a qualquer outro crime contra as mulheres.

Nosso objetivo é levar o programa a todas as regiões do estado, garantindo um atendimento humanizado e especializado a todas as mulheres. Queremos trabalhar cada vez mais na prevenção desse tipo de violência, mas também estar aptos para atuar com a repressão. Portanto, as ações que estão dando certo na RMB, agora se estedem a Santarém, além de Marabá e Bragança, que já estão com o programa em funcionamento”, concluiu o Secretário Ualame Machado.

Capacitação – Durante a manhã de segunda-feira (20), uma equipe de Diretoria de Prevenção Social da Violência e Criminalidade (Diprev) e Centro Integrado de Operações (Ciop),  vinculados à Segup, realizaram uma capacitação para cerca de 100 agentes de segurança e rede de atendimento à mulheres vítimas de violência, com o objetivo de capacitar e alinhar as ações a serem executadas, de forma integrada, diuturnamente no enfrentamento à esse tipo de violência. Além de agentes de segurança pública, centros de apoio e órgãos estaduais e municipais estiveram presentes e estarão atuando em conjunto com a Segurança pública.

Patrulhamento – Para o atendimento qualificado e especializado à essas mulheres, o Governo está disponibilizando também, uma viaturas caracterizada com objetivo de direcionar as equipes de segurança e agilizar o atendimento às ocorrências. As viaturas serão utilizadas pela Polícias Civil, para o atendimento à delegacia especializada às mulheres (DEAM), e também pela Policia Militar com destino à patrulha “Maria da Penha”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui