Pará+

Gestão de obras de saneamento de Belém é elogiada pelo BID e Ministério da Economia

Em reunião on-line de revisão realizada nesta quarta-feira, 4 de maio, representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do Ministério da Economia, mais uma vez avaliaram positivamente o Programa de Saneamento da Bacia da Estrada Nova (Promaben), da Prefeitura Municipal de Belém.

“Hoje apresentamos ao BID e ao Ministério da Economia novamente uma evolução do Programa. O Promaben é hoje um programa bem gerido, que nos rendeu até elogios por parte do BID e do Ministério da Economia, comparando o trabalho desenvolvido pela nossa gestão com a ineficiência que foi apresentada pelo programa na gestão passada”, explica o coordenador-geral do Promaben, Rodrigo Rodrigues.

Reflexo social e ambiental

Ele ressalta que, atualmente, o programa mantém um reflexo social muito grande e respeitado pelo BID, que é o fiador, e pelo Ministério da Economia, que controla as operações de crédito no país.

O secretário municipal de Coordenação-Geral do Planejamento e Gestão, Cláudio Puty, considerou a reunião excelente. “É muito bom ouvir do Ministério da Economia e do BID, que são muito rigorosos, que houve uma mudança significativa nesta gestão em relação à gestão anterior na execução das obras do Promaben”, afirmou.

“Até o final de 2024, nós concluímos o projeto com residências para mais de 400 famílias, duplicação da Bernardo Sayão, e mais importante de tudo é a macrodrenagem, o saneamento da área”, assegurou Puty.

O titular da Segep explica que a atual gestão encontrou o Promaben com inúmeros problemas, com apenas 1,5% de execução das obras e que o relatório do Ministério da Economia recomendava que o contrato fosse cancelado. “Ouvir agora desse mesmo Ministério da Economia elogios é uma vitória significativa não para essa gestão, mas para Belém”, afirmou Cláudio Puty.

Continuidade – A próxima revisão de carteira está marcada para outubro deste ano. A expectativa da Prefeitura de Belém é que que sejam cumpridas todas as demandas de licitações, projetos, obras e das ações socioambientais para garantir a continuidade do Programa.

As obras do Promaben II vão beneficiar 300 mil moradores dos bairros do Jurunas, Cremação e Condor e de partes da Cidade Velha e Batista Campos.

Sair da versão mobile