Falhas e atrasos marcam o primeiro dia do Enem Digital

Dos 93 mil candidatos inscritos na versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), apenas 34.590 candidatos fizeram as provas, registrando, assim, ausência de 68,1%, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A edição piloto do Enem Digital teve a sua primeira etapa realizada ontem (31/01). No primeiro dia de aplicação do exame digital, houve registro de atrasos no começo das provas e problemas técnicos que deixaram participantes sem poder fazer a prova.

Apesar de a prova digital não exigir conexão com a internet, o sistema de aplicação apresentou falhas. De acordo com o diretor de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais do Inep, Camilo Mussi, a falha ocorreu por problemas de um dos servidores na transmissão das provas para os computadores.

Portanto, o participante impedido de fazer o Enem Digital deve pedir a reaplicação da prova. Embora a reaplicação da prova digital não esteja prevista pelo Inep, será possível fazer a prova nas mesmas datas de reaplicação da prova escrita, previstas para 23 e 24 de fevereiro.

O presidente do Inep enfatiza, ainda, que os participantes que não conseguiram fazer a prova no dia 31 poderão, caso desejem, fazer as provas no próximo domingo (7) e pedir para fazer apenas o primeiro dia do exame na data da reaplicação.

Após o início das provas em todo o Brasil, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, informou o tema da redação: “O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil”. Junto com a redação, os participantes responderam questões de ciências humanas e linguagens. Na semana que vem, as provas serão sobre matemática e ciências da natureza.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil