Estado viabiliza acordo que garante R$173 mi em saúde e infraestrutura à região de Tucuruí

Acordo firmado nesta terça-feira (21), em cerimônia no Palácio dos Despachos, em Belém, entre o governo do Estado e 12 municípios localizados na região da Usina Hidrelétrica (UHE) de Tucuruí, vai permitir desengavetar a destinação de R$ 173 milhões em investimentos para região. A origem do recurso é o pagamento de uma compensação por conta da renovação do licenciamento ambiental da hidrelétrica localizada às margens do rio Tocantins.

“Fundamental que possamos aproveitar o processo de renovação desta licença ambiental, criando compensações que possam beneficiar toda a região. Do valor total de R$ 170 milhões, acordamos que R$ 70 milhões serão aplicados para um novo Hospital Regional para o Lago de Tucuruí. Além disto, também será destinado, para cada município, o valor da ordem de R$ 6 milhões, para que sejam investidos em infraestrutura urbana”, detalhou o governador Helder Barbalho.

A Usina Hidrelétrica de Tucuruí, de responsabilidade da Eletronorte, foi inaugurada em 1984. Localizado a cerca de 300 km de Belém, o empreendimento alterou não apenas a configuração geográfica, mas a base econômica e a vida da população local. A revisão do licenciamento ambiental foi debatido por anos por diferentes segmentos da sociedade civil organizada e instâncias do poder público.

Conquista – O prefeito de Piçarra e presidente da Federação das Associações dos Municípios do Pará (Famep), Wagner Machado, explicou que a articulação do Estado foi fundamental para uma convergência definitiva sobre o tema.

“Esse é um passivo de muitos anos que o governador Helder, neste momento, com a parceria dos prefeitos da região, consegue avançar, levando benefício para todas as cidades. E o mais importante, em um período de pandemia, o governador pensa na importante necessidade de construção, reforma e ampliação do Hospital Regional em Tucuruí. Estão de parabéns todos os envolvidos, porque é um projeto que sai do papel”, ponderou.

“Foi uma reunião proveitosa e importante para os municípios, em que o governador levou para Eletronorte nosso pleito, buscando nossos direitos, e hoje definimos as ações que serão executadas nos municípios. Foi muito satisfatório chegar a um denominador comum”, completou o prefeito de Novo Repartimento, Deusivaldo Silva Pimentel.

Durante a reunião, Estado e gestores municipais concordaram que, seguindo a capacidade de pagamento da Eletronorte, será priorizado o repasse de recursos para as melhorias em infraestrutura urbana dos municípios. A expectativa é que os recursos sejam liberados ainda neste ano. Já os recursos para o Estado, que serão aplicados no novo equipamento de saúde pública, será repassado numa segunda etapa, em prazo que será negociado junto à Eletronorte.