Como construir o castelo de areia perfeito na praia

Castelo de areia no capricho em Copacabana-RJ

Segundo entendidos e até mesmo cientistas que estudaram a questão, um castelo de areia tem mais chances de ficar de pé se for construído com uma massa formada por 99% de areia e 1% de água – ou seja, para cada 99 baldinhos de areia, um baldinho de água já é suficiente. Segundo o estudo, esse pouquinho de água consegue criar pontes entre os grãos de areia e os une, funcionando como uma cola.

O físico Daniel Bonn, da Universidade de Amsterdã, na Holanda, conta que a ideia de estudar os castelos surgiu por acaso. “Eu estava na praia e, quando vi um castelo enorme, me perguntei como era possível construir algo tão alto com um material tão frágil”, lembra.

Daniel também observou que a altura do castelo depende da largura de sua base. “Se a base tiver 40 centímetros de largura, o castelo de areia pode chegar a até 2,5 metros de altura”, explica. Além de ajudar na decoração das praias, a descoberta tem outras utilidades. “A areia também é usada para construir prédios, pontes e até mesmo estradas, por isso é importante saber mais sobre suas propriedades”, justifica o cientista.

Materiais necessários

*Baldinhos, potes vazios de sorvete e embalagens plásticas em geral;

*Uma pazinha;

*Raminhos de plantas ou pincéis grossos;

*Palitos de sorvete;

Materiais necessários para construir o castelo de areia
Materiais necessários para construir o castelo de areia

Mais areia do que água

Agora, com balde e pá em mãos, vá até a faixa de areia molhada e encha seu pote de areia. Feito isso, coloque um pouquinho de água e misture bem, com a pá, para deixar tudo bem homogêneo. Em seguida, pressione a areia contra o pote para deixar tudo compactado. Nesta parte, é fundamental ter paciência e cuidar da “argamassa”, caso contrário o bloco poderá se quebrar quando você tentar desenformá-lo.

Sendo assim, com cuidado, vire o pote com a mistura de água e areia no local onde será erguida a primeira torre do castelo. Dê batidinhas de leve no pote e retire a peça com calma. Caso ela se quebre, o ideal é retirar a areia de lá e recomeçar o processo. Reformar o bloco quebrado irá resultar em uma peça pouco firme que poderá se quebrar no meio da construção do castelo, gerando o triplo de trabalho.

Castelos

As torres da base devem ser maiores, permitindo o encaixe de outras torres no topo destas. Para criar muros, escadas e detalhes, comece com um bloco, assim como as demais torres, e use os palitos de sorvete para esculpir a forma desejada. Os raminhos de plantas ou os pincéis podem ser de grande ajuda na etapa dos detalhes, quando pequenas porções de areia precisam ser retiradas ou ajustadas. Faça tudo com calma e leveza, afinal, você está lidando com areia.

Com os palitinhos, desenhe nas torres janelas, portas e enfeites. Caso o seu terreno esteja a até dois metros da praia, vale usar a pá e construir um canal que traga a água do mar para valetas que ficam em volta do castelo, deixando a construção ainda mais charmosa e divertida. A criatividade fica por sua conta!

(*) Publicado originalmente na edição 173 da Revista Pará+.