Certificada a residência em Ortopedia e Traumatologia do Metropolitano

Resize (5)

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), com sede em São Paulo, certificou a Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA), através do credenciamento de duas vagas anuais para o treinamento dos residentes. A equipe da Comissão de Ensino e Treinamento (CET) do SBOT esteve no hospital no mês de outubro para uma visita técnica. A aprovação das vagas ocorreu com unanimidade, com base no reconhecimento à diligência, qualificação e titulação do corpo clínico na instituição.

Segundo o diretor geral do Hospital Metropolitano, Rogério Kuntz, o credenciamento na SBOT qualifica ainda mais o programa de residência médica da unidade, que na área de Ortopedia e Traumatologia já acontece desde 2014. “Atualmente o hospital tem quatro residentes atuando na área de Ortopedia e Traumatologia, e com o credenciamento da SBOT, o nosso programa só tem a ganhar, além de incentivar novos residentes a participarem do nosso processo seletivo e ingressar no programa do hospital” comemora o diretor.

A SBOT é uma associação nacional de especialidade médica, unidade conveniada da Associação Médica Brasileira (AMB), responsável por congregar os especialistas em Ortopedia e Traumatologia. A entidade promove e tem a responsabilidade na formação de especialistas, além de prover condições para atualização permanente, sob a forma de ensino, pesquisa, educação continuada, desenvolvimento cultural e defesa profissional.

Ensino

Desde 2012 o HMUE organiza suas atividades de ensino e pesquisa, servindo de campo de estágio curricular obrigatório para acadêmicos e residentes das Universidades Públicas e Privadas conveniadas, assim como hospitais de ensino. O Departamento de Ensino e Pesquisa (DEP) do HMUE tem como principal objetivo oferecer apoio ao ensino e a pesquisa, com a responsabilidade de gerar e disseminar o conhecimento, além de proporcionar qualificação acadêmica e científica aos novos profissionais da saúde.

O primeiro programa de residência ofertado no hospital foi a Residência Multiprofissional, com a disponibilidade de seis vagas anuais em cinco categorias profissionais, sendo elas: Fisioterapia (duas vagas); Enfermagem (uma vaga), Terapia Ocupacional (uma vaga),  Fonoaudiologia (uma vaga) e Psicologia (uma vaga). Em fevereiro de 2016, o HMUE já terá formado 17 residentes multiprofissionais. Já nas áreas de Cirurgia Geral, Ortopedia e Traumatologia, Cirurgia do Trauma e Medicina de Urgência, o HMUE iniciou o programa de residência em 2014, no qual em 2016, terão os primeiros concluintes da turma de Cirurgia Geral.

Além das residências, o HMUE proporciona por meio de parcerias com instituições de ensino superior, o desenvolvimento de estágios supervisionados obrigatórios, aulas práticas e visitas técnicas. Dessa forma, oferece um espaço permanente de discussão para fomentar o aprendizado de acadêmicos e a contínua formação de professores e colaboradores. E também serve de cenário de prática para Residências Médicas, Bucomaxilofacial e Multiprofissional.

O Hospital

Pertencente ao Governo do Pará, o Hospital Metropolitano é gerido pela entidade sem fins lucrativos, Pró-Saúde e completará em 2016 dez anos de funcionamento.

Ana Negreiros
Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência