Campanha do Dia dos Namorados pode salvar mais de 1.400 pacientes internados na rede hospitalar

A véspera de Dia dos Namorados (11) trouxe um balanço positivo para a Fundação Hemopa com grande movimento na sede da Fundação, em Belém; na Unidade de Coleta Castanheira, em Ananindeua; no Hemocentro Regional Castanhal, nordeste paraense; no Hemonúcleo Redenção, sudeste do Pará; resultando em 355 coletas de bolsas de sangue que podem salvar mais de 1.400 vidas de pacientes internados na rede hospitalar.

Essas ações fazem parte da programação da campanha junina “Um ato de amor que salva vidas. Doe sangue”, que começou dia 1º e se estenderá até o dia 30, com o objetivo de reforçar o estoque técnico de sangue da instituição, que está com déficit de 25% para atendimento da demanda transfusional da rede hospitalar.

Foto: DivulgaçãoEm Belém, no sábado, foi realizada uma ação estratégica para incentivar a solidariedade de casais de namorados de todos os gêneros e idades, e assim celebrar a multiplicação da vida. “Prove seu amor e salve vidas, doe sangue” foi a temática do final de semana na capital paraense. Houve um total de 243 doações.

Entre os casais que tiraram o dia para salvar vidas, neste final de semana, esteve Patrick e Sarah Barbosa, que reservaram o sábado para dor sangue em favor da tia dela, que está internada necessitando de transfusão de sangue. “Nós sempre doamos sangue juntos e, hoje, foi mais especial ainda para atender o pedido da minha tia. Tudo dará certo”. O marido dela, o técnico em mecânica, destaca a importância do casal se apoiar. “Família deve ser assim: um apoiar o outro afinal a gente nunca sabe o dia de amanhã. Espero que outros casais façam o mesmo”.

Grupo da Igreja Adventista de Castanhal participou com caravana solidáriaFoto: DivulgaçãoA responsável pelo setor de Recursos Humanos de uma empresa, Thais Santos também colaborou com o estoque de sangue de Belém. “Estamos motivados a colaborar com a campanha junina da Fundação Hemopa que nos sensibilizou e estamos tentando, cada dia mais, desenvolver a cultura da doação voluntária de sangue,  dentro da empresa que também é preocupada com o bem-estar da sociedade em geral. Buscamos isso diariamente com nossos colaboradores  e é muito importante praticar esse ato solidário, não apenas dentro da empresa, mas junto à sociedade. Agradecemos o Hemopa pelo suporte para preparação da campanha. Contem conosco. Essa foi a primeira de muitas outras ações que realizaremos em favor da doação de sangue”, declarou.

Foto: DivulgaçãoEmbora esteja muito satisfeita com o comparecimento de voluntários da doação de sangue, neste final de semana, a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias disse que é importante que esse gesto seja uma constante na vida das pessoas que podem doar sangue. “Para manter nosso estoque satisfatório é imprescindível a participação diária da sociedade porque todos os dias tem gente precisando de sangue para sobreviver. E isso é responsabilidade de cada um de nós”, complementou.

Coordenador de uma academia, Felipe Vulcão foi um dos que cumpriu sua importante missão de salvar vidas. Ele veio junto com grupo de colegas de trabalho. “Estamos no Hemopa com a caravana solidária para doar sangue e ajudar a salvar vidas. Nós sempre tivemos o compromisso de levar saúde por meio de exercícios e agora estamos aqui doando sangue. Esperamos outras edições da campanha e contribuir com quem precisa. Agradecemos ao Hemopa pela recepção. Podem contar conosco para outras ações em favor da vida”.

Integrante do grupo “Leoas Azulinas” participou com gesto solidárioFoto: DivulgaçãoA ação em Belém conto ainda com apoio do grupo “Leoas Azulinas” que foram doar sangue em comemoração aos 9 anos da torcida feminina do clube do Remo. Houve também campanha no Campus da Unama e no Parque Shopping.

Campanha junina

A programação está sendo realizada em todas as unidades de coleta de sangue da hemorrede estadual, que é composta por Belém (sede Hemopa e unidades de Coleta de Sangue Pátio Belém e Castanheira); Hemocentros Regionais (Santarém, Marabá e Castanhal), e Hemonúcleos em Altamira, Abaetetuba, Tucuruí, Capanema e Redenção. Durante todo o mês haverá Caravanas Solidárias em parceria com instituições públicas e privadas.

Os doadores do período podem desfrutar de ambiente decorado com adornos da época e lanche típico da festividade.

Neste mês também será comemorado o Dia Mundial dos Doadores de Sangue, no próximo dia 14, além de dar visibilidade à campanha nacional “Junho Vermelho”, pra incentivar este ato solidário.

Redenção

A campanha deste sábado recebeu os alunos da Polícia Militar de Rio Maria para doação, que resultou em 37 doações de sangue. No Hemocentro Regional de Castanhal houve parceria dos membros da Igreja Adventista de Curuçá e a Caravana Solidária de Mãe do Rio obteve um total de 75 coletas de bolsas de sangue.

Funcionários de empresa em Belém participaram, em grupo, de doação de sangueFoto: Divulgação

Confira os critérios para a doação:

– Ter entre 16 e 69 anos (menores de 18 precisam estar acompanhados de responsável legal);

– Ter mais de 50 kg;

– Estar bem alimentado (não pode estar de jejum);

– Dormir pelo menos 6h nas 24h anteriores à doação;

– Não ingerir bebida alcoólica 12h antes da doação;

– Ter intervalo entre doações de dois meses para homens e três meses para mulheres;

– Quem se vacinou contra a Covid-19 pode doar sangue sendo necessário um intervalo de dois dias após cada dose para quem recebeu a vacina Coronavac, e sete dias para quem recebeu as demais vacinas.

Para mais informações: 08002808118 de segunda-feira a sexta-feira, de 8h às 18h; e aos sábados, de 8h às 17h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui