Belo Monte ativa primeira turbina. Energia gerada já está disponível ao sistema interligado

No foto histórica início da entrada em operação comercial da unidade geradora UG1, de 611,1 MW de potência instalada, da usina hidrelétrica Belo Monte
No foto histórica início da entrada em operação comercial da unidade geradora UG1, de 611,1 MW de potência instalada, da usina hidrelétrica Belo Monte

A Usina Hidrelétrica de Belo Monte, localizada no município de Altamira, na região da Transamazônica, no Pará, iniciou ontem a geração comercial de energia, com a entrada em funcionamento da primeira de suas 24 turbinas, que adiciona 611,11 MW no Sistema Interligado Nacional. A entrada em operação se dá 14 meses depois da data prevista inicialmente pelo governo federal, que era para fevereiro de 2015, com a última delas a ser ativada em janeiro de 2019 O atraso é atribuído às inú- meras interrupções das obras, decorrentes de liminares da Justiça, invasões, ocupações e paralisações nos canteiros.

Segundo a assessoria de comunicação da Norte Energia, consórcio responsável pela implementação da obra, de acordo com o contrato de concessão, de 31 de março de 2016, a operação comercial de Belo Monte, maior usina elétrica 100% nacional, teve início apenas 20 dias após a data prevista, A primeira turbina a gerar energia comercialmente, no Sítio Belo Monte, está instalada na Casa de Força Principal do empreendimento. Lá, estão em fase de montagem outras 17 unidades geradoras, que serão concluídas e acionadas, gradativamente, até 2019. Também foram iniciados os testes para geração comercial da primeira turbina no Sítio Pimental, onde está o vertedouro e a barragem principal da usina. Na Casa de Força Complementar serão seis turbinas do tipo bulbo, cada uma com potência de 38,8 MW. Ainda segundo a assessoria, as obras civis de Belo Monte estão praticamente concluídas e os trabalhos de montagem eletromecânica continuam no empreendimento. A previsão é que a cada dois meses, em média, seja ativada uma nova turbina, até 2019. Belo Monte terá capacidade instalada de 11.233,1 megawatts (MW), dos quais 11 mil MW na Casa de Força Principal e 233,1 na Casa de Força Complementar. A usina gerará para as distribuidoras que compraram energia em leilão de 2010, atendendo 60 milhões de pessoas em 17 estados.

Quando pronta, Belo Monte terá capacidade total instalada de 11.233,1 megawatts (MW), com garantia assegurada de 4,571 mil megawatts médios (MWmed).