Belém começou a respirar o Carnaval

O primeiro dia do ano marcou também o primeiro grito de carnaval em Belém. Nas ruas do Jurunas, a Escola de Samba Rancho Não Posso Me Amofiná contagiou os moradores do bairro com a bateria da agremiação. O cortejo marca a abertura oficial da programação do Carnaval 2020 na cidade.

Segundo a direção do Rancho, o cortejo da escola já dura mais de 80 anos animando as ruas do bairro do Jurunas. “Esse cortejo já é tradição no primeiro dia do ano e também para aquecer a disputa do carnaval em 2020”, disse Jackson Santarém, presidente da agremiação jurunense.

Para o desfile das escolas de samba deste ano, o Rancho vai levar para a avenida o enredo “Às Margens do Maratauíra, Encontrei a Terra dos Homens Fortes e Valentes”, que vai homenagear o município de Abaetetuba. “O Rancho há anos adotou a inspiração dos enredos nos interiores do Pará”, declarou Paulo Anete, carnavalesco.