Barco Hospital Papa Francisco atende moradores do Distrito de Arapixuna, região de Santarém

“É de grande importância essa ação do Governo do Estado, indo até as comunidades rurais dos Municípios da Região do Baixo Amazonas. Nós começamos essa missão lá em Flexal (distrito de Óbidos) e seguimos para Igarapé das Fazendas em Juruti e agora estamos aqui nessa região de Santarém. Começamos no Lago Grande, na Vila Socorro e no sábado em Arapixuna”, informou o secretário regional de governo do oeste do Pará, Henderson Pinto.

Dona Neiozinota Costa dos Santos, da comunidade de Dourado, Arapixuna já tinha ouvido falar do Barco Hospital Papa Francisco, mas essa foi a primeira vez que ela teve oportunidade de se consultar nele. “Eu já ouvi falar do barco, alguns parentes meus já haviam se consultado nele, e hoje eu consegui vir aqui, até porque nessa época tá muito difícil a gente conseguir se consultar por aí”, contou a moradora.

O foco do barco Hospital Papa Francisco nesse período é prestar atendimento básico de saúde, e também atendimentos com focos na Covid-19, mas como as comunidades que estão sendo atendidas são distantes e de difícil acesso, vez ou outra surgem exceções no atendimento, como explica a doutora Paula de Almeida.

“No contexto atual de Covid-19, nós temos  realmente essa preocupação com essa questão de transmissão respiratória, porém, alguns casos de urgência chegam até nós, por exemplo é um apêndice que inflama, uma hérnia que prende e a gente tem que corrigir cirurgicamente, porque se não o paciente pode morrer. Como temos equipe de cirurgiões, anestesistas, técnicos, uma equipe completa, e o barco oferece esse suporte, nós conseguimos suprir essas demandas de urgência por aqui”, complementou.

Frei Joel Sousa, coordenador do hospital flutuante, comentou da alegria de poder atender as populações mais distantes. “Hoje o trabalho foi organizado conjuntamente através dos agentes comunitários, da equipe da Secretaria Regional de Governo, Secretaria Municipal de Saúde, e a nossa equipe, unimos forças e fizemos um triagem para identificar as principais necessidades, nessa missão de hoje, 28 pessoas fazem parte dessa equipe, e é uma satisfação atender essas pessoas”, detalhou.

O arcebispo da diocese de Santarém, Dom Irineu Roman, esteve no distrito de Arapixuna e aproveitou para fazer uma visita ao barco. Ele abençoou todo o trabalho desenvolvido na embarcação, assim como os tripulantes. “Foi uma coincidência muito feliz para mim, vir aqui no distrito de Arapixuna e encontrar aqui o barco Papa Francisco, vim com uma enorme satisfação”, finalizou.