Aluna da Escola Bosque é medalhista da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

Sem Descrição

“Ela ama estudar. Quando ela não consegue responder alguma pergunta de um professor,  procura os responsáveis e sempre estamos orientando ela. É dedicada em tudo. Tenho muito orgulho da minha filha”, conta Andreza Cristian Santos da Silva, mãe da aluna da Escola Bosque, Ana Valérya da Silva, 13 anos, medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). 

O resultado da edição da OBA/2021 foi publicado neste domingo, 1. Ana Valérya Pacheco da Silva, aluna do 9º ano da Escola Bosque e mais 20 estudantes da Escola Bosque participaram da olímpiada nacional. “Estou muito orgulhosa e honrada de ser uma das medalhistas da OBA, fiquei muito feliz quando soube da notícia pelo professor. Agradeço muito a ele, por me incentivar”, informou a medalhista.

Professor de Física incentivou os estudantes a se inscreverem na Olimpíada  

O professor de Física da Escola Bosque, Dalson Reyes da Silva Cantanhede, foi o responsável pela inscrição dos estudantes. Ele afirma que está muito feliz com o desempenho da aluna Ana Valérya e destaca que é muito significativo fazer uma medalhista na região insular de Belém.

Esta foi a primeira vez que a Escola Bosque participou da Olímpiada Brasileira de Astronomia e Astronáutica e já conseguiu uma medalha no evento nacional. Segundo dados da Agência Espacial Brasileira, o total de inscritos na OBA 2021 foi recorde, com mais 900 mil estudantes distribuídos em todo território nacional. O evento ocorreu em formato híbrido, contando com mais de 2 mil cidades representadas por mais de 10 mil escolas participantes.

A OBA busca ser um evento sem caráter de competição entre alunos, pois o intuito é de possibilitar que o estudante concorra consigo próprio, na perspectiva de superar seus próprios limites.

Emoção e incentivo a outros estudantes

“Nesta manhã, eu saí pra comprar comida e quando cheguei a Valerya estava pulando em casa, muito feliz. Eu fico emocionada porque sei que tinha muitas crianças e colegas de outras escolas que poderiam também ganhar a medalha que minha filha ganhou. É muito importante isso, uma grande conquista. Eu já fiz parte também da Escola Bosque e hoje é ela quem está lá”, informou a mãe da estudante medalhista.

Ela agradeceu ao professor de Física, um grande incentivador de sua filha a fazer a prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica. “Quero dizer para outras mães, que assim como foi minha filha, pode ser de qualquer uma. É Preciso sempre incentivar as crianças”, orienta Andreza da Silva.

O presidente da Funbosque, Alickson Lopes, destacou a importância da conquista da aluna da Escola Bosque, que segundo ele, é dedicada e estudiosa. “A Escola Bosque está orgulhosa da sua aluna medalhista da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica. Nossos parabéns para a aluna Ana Valérya e o desejo é que ela continue seguindo com muita dedicação seus estudos. Também parabenizo o professor Dalson Reyes pelo trabalho desenvolvido com os estudantes”, festeja Lopes.