Informações que vão agregar conhecimento e revelas alguns fatos que estão bem presentes em nossas vidas diariamente. Até porque, os calendários revelam a nós que existem diferenças no tempo dos acontecimentos na história humana. Isso porque Rômulo foi o responsável pela criação do primeiro calendário oficial, exatamente no ano de 753 da fundação Romana com 304 dias que se dividiam em 10 meses.

O calendário na verdade foi criado com a intenção de organizar o tempo e as comemorações que faziam parte do mundo antigo. Nele estão incluídos as festas religiosas, onde as pessoas costumavam celebrar o que plantaram e colheram durante o ano corrido.

Calendário solar

No ano solar, o calendário tropical tem exatamente 365 dias corridos, além disso, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos de duração. Os astronômicos por exemplo, usam esses números para chegar a essa conclusão.

No entanto, no ano Sideral consta-se 365 dias, 6 horas 9 minutos e 10 segundos. O calendário Sideral é usado somente algumas vezes, essa conclusão é feita por que segundo eles, é o tempo em que a terra leva para concluir sua órbita com referências em estrelas fixas.

Abreviaturas nos calendários

Existem algumas abreviações que são consideradas como super importantes. Justamente porque ela se divide em único personagem da história humana, Jesus. Com certeza nós já ouvimos falar as expressões Antes e depois de Cristo. Nessas abreviações a contagem dos anos funcionam assim:

  1. A abreviação A.C significa “Antes de Cristo”. A contagem dos anos antes de Cristo acontecia De forma decrescente. Ou seja, os anos eram contados de trás para a frente, por exemplo: 601 A,C, 600 A.C, 599 A.C e assim suscetivamente.

2 – Já a abreviação D.C significa “Depois de Cristo”. O interessante é que a contagem dos anos passa a ser crescente, por exemplo: 01 D.C, 02, D.C, 03 D.C, e assim tem sido até os dias atuais.

O interessante é que o calendário Romano entra em atividade na história da humanidade. Dessa forma, surgem algumas dúvidas na contagem e funcionamento do calendário.

Justamente porque no ano de 525 D.C, um monge chamado Dionísio Exíguo descobriu que o nascimento de Jesus aconteceu no dia 25 de Dezembro do ano de 753 no calendário Romano. No entanto, os estudiosos da Bíblia Sagrada creem que Cristo nasceu no ano de 748 do calendário Romano.

Calendário ano cósmico

Algumas curiosidades sobre os calendários são muito interessantes. Dentro delas está o Ano Cósmico. Quando o Sol leva cerca de 225 milhões de anos para dar uma volta completa na Via Láctea.

Calendário gregoriano

Também existe a influência do calendário Gregoriano. Vale lembrar que esse calendário é o mais utilizado do mundo atual.

No entanto, ele demorou para ser aceito pelos povos por ter sido criado por um Papa. Visto que no inicio do seu funcionamento o catolicismo não era a religião mais aceita em boa parte do mundo.

Calendário de 12 messes

Este foi criado por Numa Pompílio, ele era o sucessor de Rômulo, criado do calendário romano. A princípio esse calendário tinha 155 dias de duração, além disso acontecia em determinados anos apenas.

O interessante nessa época, é que os romanos tinham medo dos anos com finais pares e os meses passaram a ter meses com 29 e 31 dias.

Influência de Julio Cesar

Julio Cesar foi o grande responsável pela mudança no funcionamento do calendário mundial. No entanto, ele teve a ajuda de Sosígenes, onde decidiram que um ano comum teria 365 dias corridos. Essa decisão foi tomada para ajustar o calendário com o ano solar Sideral tendo um dia de quatro em quatro anos um ano com 366 dias, com nome de Bissexto.

Dentre algumas curiosidades sobre os calendários, está a funcionalidade desse formato lançado por Julio Cesar no ano 45 A.C. Ele foi batizado de “Juliano” justamente em homenagem a Julio Cesar. No entanto, o calendário de Julio Cesar teve uma outra interferência ao longo da história.

Em 1582 por conta de 11 minutos e 14 segundos foi descoberta uma diferença entre o ano e o sistema solar tinha 13 dias no total. Dessa forma, o Papa Gregório XIII fez uma importante correção no calendário, ele tirou esses 13 dias de diferença e ordenou que depois do dia 4 de Outubro de 1582 seria em ordem 15 de Outubro de 1582.

Sendo assim, ele também estabeleceu que o último ano dos três primeiros séculos não fossem bissextos. Portanto, os anos de 1700-1800 e 1900 foram anos totalmente comuns. No entanto o ano de 2000 foi bissexto, o que mostra a influência histórica do calendário na humanidade em geral.

Caléndario Judáico

Ele também tem grande influência na história da humanidade, a ponto de muitas pessoas ao redor de todo o mundo se adaptarem ao seu estilo de contagem dos anos e dias em geral.

O calendário Judaico é contado a partir de 3761 A.C. No ano novo do calendário Judaico é chamado de Rosh Hashaná, ele acontece no primeiro e segundo dia do mês Hebreu por nome de Tishri, que podem ser contados aqui no Brasil entre Setembro e Outubro.

Além disso, em anos comuns com 12 meses os dias do calendário Judaico podem chegar até 353 – 354 ou 355 dias, no ano Bissexto com 13 meses, os dias podem chegar a 383 – 384 ou 385 dias corridos. Curiosamente no ano de 1994, o calendário Judaico comemorou grandemente o ano de 5755.

Se este artigo foi relevante a alcançou sua satisfação com as informações passadas com algumas curiosidades sobre os calendários, compartilhe – o em sua redes sociais e amigos também. Nossa intenção aqui é trazer conhecimento de algumas coisas que são muito importantes na história da humanidade, e os calendários com certeza fazem parte.