12ª Reunião Anual da Força-Tarefa de Governadores pelo Clima e Florestas

Proteger a Floresta Amazônica e promover ações que diminuam os impactos das mudanças climáticas foram alguns dos objetivos da 12º Reunião Anual da CF Task Force, que aconteceu recentemente, em Manaus no Amazonas

Com destaque mundial, a Reunião Anual da Força-Tarefa de Governadores pelo Clima e Florestas (GCF Task Force) reuniu os membros de 38 Estados e províncias que cobrem mais de um terço das florestas tropicais do mundo, localizadas no Brasil, Colômbia, Costa do Marfim, Equador, Indonésia, México, Nigéria e Peru. O evento tem como foco principal discutir o equilíbrio entre conservação ambiental e desenvolvimento sustentável, além de possuir um olhar diferenciado para a população da floresta.

A comitiva paraense que participa da 12ª edição da GCF foi liderada pelo secretário de meio ambiente e sustentabilidade, Mauro O’ de Almeida, que na ocasião representa o governador do Estado, Helder Barbalho. Integraram a comitiva também o diretor de planejamento e projetos especiais, Wendell Andrade e a diretora de bioeconomia, Camille Bemerguy. O evento foi realizado no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, em Manaus. Durante o evento foram realizados debates e uma feira da bioeconomia amazônica das populações tradicionais, além da exposição de produtos, atividades integrativas.

O GCF é uma força tarefa subnacional estabelecida com base em um memorando de entendimentos, assinado em 2008, que fornece a base para a cooperação em inúmeros assuntos relacionados à política climática, financiamento, troca de tecnologia e pesquisa. Este grupo busca reunir a sociedade em geral e representantes do setor privado, governos, instituições, povos indígenas, populações tradicionais, entre outras para tratar sobre o assunto.

O Amazonas foi escolhido como sede do evento por unanimidade, em maio de 2019, durante a última reunião do GCF realizada em Caquetá, na Colômbia. Com a presença de governadores de 38 estados e províncias de 10 países ao redor do mundo, o GCF Task Force retomou suas atividades após dois anos de hiato por conta da pandemia de Covid-19.

A proposta foi retomar os trabalhos e reunir a sociedade em geral e representantes do setor privado, governos, instituições, povos indígenas, populações tradicionais, entre outras para um amplo debate sobre problemáticas e soluções para as mudanças climáticas e o desmatamento em Estados, e províncias de florestas tropicais.

Antes mesmo da abertura oficial do evento, foi realizada a primeira  reunião dos membros da GCF que contou com a aprovação, por unanimidade, do Plano de Ações de Manaus,  (MAP, na sigla em inglês), inicialmente discutido, no ano passado, na Conferência das Partes, a COP26, em Glasgow, na Escócia.

“O Pará, mais uma vez, se fez presente na reunião anual dos governadores para o clima e floresta, uma força-tarefa que nasceu há cerca de 12 anos e que o Pará participou como fundador e hoje temos delegados que compõem o GCF Task Force. Na oportunidade foi bastante discutido o Plano Manaus que é um suporte para toda a Amazônia, não só a brasileira, mas da Amazônia da América do Sul. É um espaço para discutir os problemas comuns, os desafios e as metas que possamos alcançar para toda a região Amazônica”, pontuou o secretário de meio ambiente do Pará, Mauro O’de Almeida.

O MAP vai traçar um caminho para a rede da Força-Tarefa do GCF nos próximos anos, abordando as áreas: (1) Conhecimento, Tecnologia e Inovação; (2) Governo e Políticas Públicas; (3) Pessoas e Comunidades; e (4) Finanças e Investimento.

“Vamos abordar ainda metas para redução da pobreza que garantam o sustento das famílias de forma sustentável e que protejam a cultura de cada país. Nós queremos atrair, cada vez mais, investimentos da iniciativa privada em projetos sustentáveis”, comentou o governador do Amazonas, Wilson Lima, presidente da Força-Tarefa do GCF.

A reunião anual da Força-Tarefa do GCF este ano foi organizada em parceria com o Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Sema).

A próxima reunião anual ocorrerá em Papua, na Indonésia, em 2023.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui