Traslado Ananindeua-Marituba 

A maior procissão em tempo e extensão do Círio começou na realidade desde a Missa do Traslado, na Basílica Santuário presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém, onde Dom I Alberto agradeceu a presença de todos e ressaltou a importância dos jovens na Igreja, convidando à todos para viver de forma intensa os 15 dias da quadra nazarena: “Para este Círio em especial, quero solicitar a presença dos jovens, que com sua força e vitalidade se permitam viver a fé e a devoção à Nossa Senhora de Nazaré nestes dias de festa em Belém”.

Após o término da celebração, a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré foi colocada em uma berlinda pelo Diretor de Procissões do Círio, Antônio Sousa, para início da romaria no carro da Polícia Rodoviária Federal, pelo percurso: de frente à  Basílica Santuário, seguindo pela Av. Magalhães Barata, Almirante Barroso, BR-316, Passagem São Benedito, Passagem Jarbas Passarinho até a Rodovia Transcoqueiro, Rodovia Mário Covas, Avenida 3 Corações, Passagem da Providência, WE 16, Estrada da Providência, Avenida Dom Vicente Zico, SN 3, WE 31, SN 17, WE 32, SN 19, Avenida Dom Vicente Zico, WE 53, Avenida Guajará 1, WE 68, SN 21, WE 72, SN 23, WE 75, SN 24, Avenida Arterial 5, Estrada Icuí-Guajará, Rua Santa Fé, Rua Jovelina Carneiro, Estrada do Guajará, Avenida Arterial 5, Avenida Rio Solimões, Estrada do Curuçambá, Estrada do Maguari, Rua Cláudio Sandres, BR-316, até Marituba e volta pela BR 316 até a Igreja Matriz de Ananindeua. Ao total, foram cerca de 44 km de percurso.

Na parada frente ao Hospital Ophyr Loyola, pacientes do hospital, internados ou em tratamento, receberam emocionados às bênçãos com a Imagem de Nossa Senhora de Nazaré, a Rainha da Amazônia.

As repartições existentes perto do hospital, e ao Av. Magalhães Barata – Jucepa e da Cosanpa também homenagearam a  santa com coral e com balões. Ao longo da avenida Almirante Barroso, mais homenagens são feitas: servidores de órgãos públicos, como da Sudam, Funtelpa, Ministério da Saúde, Sedap, Sesan, Conselho Regional de Farmácia, Setran e de funcionários de várias empresas privadas. A pista expressa do BRT foi interditada e tomada de fieis.

Durante todo o trajeto o público parava o que estavam fazendo para ver a passagem da padroeira, de frente de suas residências, apartamentos ou estabelecimentos, muitos enfeitados e decorados de todas as maneiras, inclusive com ninis altares, em homenagem a Nossa Senhora. O pipocar dos foguetórios anunciavam e também a homenageavam. Enquanto isso das calçadas, canteiros centrais e pistas expressas, parados ou em movimento – andando e/ou correndo à pé, de patins, skates, bicicletas, motos e viaturas, acompanhavam emocionados a romaria.

Pouco depois das 18 horas a imagem de Nossa Senhora de Nazaré chegou à Paróquia Nossa Senhora das Graças, no município de Ananindeua, após ser retirada da berlinda, a imagem recebida pelo arcebispo metropolitano, dom Alberto, foi levada ao altar em frente à Igreja Matriz, sob aplausos dos fiéis, que davam vivas à padroeira dos paraenses. Em seguida, Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispo Auxiliar de Belém, celebrou missa iniciando a noite de vigília até a missa preparatória para a Romaria Rodoviária, que saiu na manhã do sábado, 13, rumo a Icoaraci.

Fotos: Adriano Chedieck, Aline Andrade – ASCOM Basílica Santuário de Nazaré, Ascom da Guarda de Nazaré,  Salim Wariss/GNSN, Soraya Montanheiro/Ascom da Guarda

COMPARTILHAR