Sicoob Transamazônica pretende atuar em mais 6 municípios

Por: paracooperativo.coop.br

 

Consolidando-se no interior do Pará, a cooperativa Sicoob Transamazônica também planeja expandir para a Região Metropolitana de Belém já em 2019, além de mais cinco municípios do Sul e Sudeste paraense. O ousado plano de expansão foi apresentado no Workshop de Planejamento Estratégico da cooperativa, ocorrido no último sábado (01) em Marabá. Participaram dirigentes, colaboradores e representantes do Sistema OCB/PA.

A área de expansão será Paragominas,  Parauapebas, Canaã dos Carajás,  Floresta do Araguaia, Santana do Araguaia e Belém. O projeto já foi aprovado pelo Conselho de Administração da singular e está sendo encaminhado para a análise do Banco Central (BC).

“Mudamos a estratégia de fomento para chegarmos nesses novos municípios. Contrataremos gerentes de relacionamento em cada localidade para viabilizar negócios nas praças antes de inaugurarmos as agências, abrindo caminho para iniciarmos empreendimentos que já sejam viáveis. Queremos assegurar um crescimento que proporcione sustentabilidade e sobras para os nossos associados. Para tanto, abrimos 14 vagas para contratação de bons profissionais com o perfil necessário”, explicou o Diretor presidente da cooperativa, Lucas Gelain.

 

 

 

Segunda maior cooperativa do Sistema Sicoob, a Transamazônica foi inaugurada  em julho de 2015 com 12 fundadores, capital social de R$ 25mil e recursos administrados de  R$ 1,2 milhão.  Hoje, são 1.900 cooperados, capital social de R$ 7 milhões e R$ 26 milhões de recursos administrados.

Para 2019, a proposta é alcançar o número de 3mil associados, sete pontos de atendimento, R$ 60 milhões de ativos e sobra de R$ 2 milhões. Em uma visão a longo prazo até 2027, a proposta é ter 10mil associados, 25 pontos de atendimento, R$ 300 milhões e R$ 10 milhões de sobras.

“Nesta semana, inauguramos agência em Conceição do Araguaia. Também encaminhamos inauguração em Marabá e Redenção e iniciamos contagem regressiva para a viabilização financeira das demais cidades. Queremos ser a maior cooperativa financeira do Estado. Crescemos em uma velocidade superior à media de mercado”, reiterou o presidente da cooperativa, Antônio Henrique.

 

 

A cooperativa trabalha com um portfólio completo de produtos e serviços financeiros. São mais de 100 produtos em expansão. Ela já foi constituída no regime de livre admissão dos associados, podendo associar qualquer pessoa física ou jurídica em qualquer segmento. A carteira é variada com linha de crédito rural, linha de credito pessoal, comercial, cartões, seguridade, previdência, produtos de investimento como poupança, capital social e RDC. São ofertados todos os serviços de um banco tradicional.

“Temos muitos gargalos a serem superados no estado do Pará. Estamos acompanhando cooperativas agropecuárias da Região com ampla necessidade de capital de giro para as quais será muito importante a chega da cooperativa. Contem conosco para auxiliar na gestão desses empreendimento”, afirmou o superintendente do Sistema OCB/PA, Júnior Serra.

COMPARTILHAR