Publicom Belém tem novidades para a edição 2017

730x250

Palestra, debates, bate-papos e oficinas sobre comunicação estão na programação do Publicom Belém 2017. Profissionais e estudantes da área terão oportunidade de aperfeiçoar seus conhecimentos com profissionais renomados de várias partes do país. O evento, promovido pela Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) será nos dias 14 e 15 de novembro, no Teatro Maria Sylvia Nunes, na Estação das Docas, a partir das 14h. Entre os convidados dessa edição está o jornalista Roberto Cabrini, que vai falar sobre “A grande reportagem na TV: os caminhos do jornalismo investigativo”, durante a palestra de abertura. Uma das novidades dessa edição é que ele se junta as comemorações pelos 30 anos da TV Cultura do Pará. “Além de participar dos debates e das oficinas, os participantes também vão poder curtir a boa música paraense, por meio de apresentações culturais, em um palco no Anfiteatro São Pedro Nolasco”, antecipa o produtor geral do Publicom Belém 2017, Zek Nascimento. Outra programação para celebrar as três décadas de existência da TV Cultura Pará, será o debate “A produção de conteúdos inovadores na TV brasileira”, com a jornalista Adelaide Oliveira, presidente da Cultura Rede de Comunicação; Flávio Gonçalves, diretor geral do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia e Marcos Amazonas, diretor de projetos da TV Cultura de São Paulo, com mediação da jornalista Regina Alves. Sobre o tema, o presidente da Cultura Rede de Comunicação, Flávio Gonçalves, antecipa alguns aspectos. “Ser atrativo para o mercado publicitário é o grande desafio para todas as emissoras, não só para as públicas. Emissoras comerciais também a cada dia disputam o mercado publicitário. No caso específico da comunicação pública, a legislação não nos permite que façamos publicidade comercial, apenas institucional”, ressalta. O primeiro dia de evento será dedicado ainda a uma palestra com Rafael Iapequino, gerente de contas da Google para Educação e Governo, que vai falar sobre “Google Insights e Soluções”. Em seguida, haverá a “Oficina de comunicação: Como vender minha pauta para a imprensa?”, com Ricardo Viveiros e André Mascarenhas, com mediação da jornalista Ana Negreiros. A programação vai contar também com a palestra “O novo videojornalismo para a internet”, com o jornalista, fotógrafo e cineasta João Wainer. O encerramento será com a apresentação cultural do grupo de carimbó Sereia do Mar e com o músico Lucas Estrela, a partir das 20h, no Anfiteatro São Pedro Nolasco. Documentário O segundo dia do evento começa às 14h, com a exibição do documentário “Quem Matou Eloá”, com 26 minutos de duração. O curta tem como “pano de fundo”, o caso da estudante Eloá Pimentel, de 15 anos, que foi morta pelo ex-namorado Lindemberg Alves, depois de ser mantida refém por ele por cinco dias. Mas o que o documentário mostra, vai além disso, segundo a diretora Lívia Perez: traz uma análise crítica sobre a espetacularização da violência e a abordagem da mídia televisiva nos casos de violência contra a mulher. Lívia é uma das convidadas do segundo dia do Publicom Belém 2017 e logo após a apresentação do curta, ela participa de um bate-papo sobre o tema “Mídia x Feminicídio”, com mediação da jornalista Adelaide Oliveira. Em seguida, às 15h haverá um bate-papo sobre “Criatividade e influência na Era Digital”, com o youtuber Kevin Albuquerque e os influenciados digitais Bruna Feira, Luly Mendonça e Petterson Farias (mediação); às 16h tem debate sobre “O jornalismo cultural no mercado contemporâneo”, com a apresentadora do Programa Cultura Livre, da TV Cultura de São Paulo, Roberta Martinelli, a jornalista Marília Feix, da Revista Noize,a diretora do Programa Circuito, da TV Cultura do Pará, Ana Paula Andrade e do jornalista e produtor cultural Marcelo Damaso (mediação). Às 18h haverá o debate “Inovação e desafios do design na Amazônia”, com a professora Sâmia Batista e o publicitário Bernardo Magalhães, com mediação do design Filipe Almeida.  Premiação Outra novidade do Publicom Belém 2017 será a apresentação do resultado da 4ª edição “Prêmio de Jornalismo em Turismo Comendador Marques dos Reis”. Criado para atrair a atenção da mídia nacional e internacional para o turismo no Pará, o prêmio visa reconhecer a importância do profissional de comunicação especializado em turismo para o desenvolvimento dessa atividade econômica no Brasil. O prêmio é uma iniciativa da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo do Pará (Abrajet Pará), com o apoio das Secretarias de Turismo e Comunicação do Pará, da Abrajet/ Nacional e do Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor/PA). Logo após a premiação será a vez de Gil Giardelli, um dos maiores estudiosos da Cultura Digital no Brasil, com mais de 16 anos de experiência. Considerado um dos web ativistas mais atuantes, ele vai falar sobre “A inovação radical e a Era de Valores”. O encerramento da programação cultural será com a apresentação do Trio Manari e Show de Dona Onete, a partir das 20h, no Anfiteatro São Pedro Nolasco. Serviço: Publicom Belém 2017. Dias 14 e 15 de novembro na Estação das Docas, no horário de 14h as 20h, com palestras, oficinas, debates e shows culturais no Anfiteatro São Pedro Nolasco. Credenciamento: dia 14, das 12h às 14h. Mais informações sobre o Publicom e inscrições para o evento estão disponíveis através do site www.publicompa.com
Agência Pará de Notícias

COMPARTILHAR