Projeto incentiva alimentação saudável para crianças

A partir de jogos e brincadeiras, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), tem incentivado a inclusão de frutas, verduras e legumes na alimentação das crianças internadas na unidade. O objetivo é estimulá-las a adquirirem hábitos alimentares saudáveis, contribuindo para a recuperação da saúde e influenciando para que, no futuro, tenham uma vida adulta equilibrada. As atividades são realizadas na Brinquedoteca, sob a coordenação de uma nutricionista, sempre que a unidade admite crianças na Clínica Pediátrica. Nesta semana, brincando, os pequenos C. J. e H. C., de quatro anos, aprenderam que o consumo de cenoura ajuda a proteger a visão e faz bem ao intestino, além de benefícios de outros alimentos. A mãe de H. C., Josilene dos Santos, diz que a menina gosta de frutas específicas, como melancia e laranja, e que, ao contrário da maioria das crianças, resiste a carnes. ‘Frutas e verduras fazem parte da dieta de todos os pacientes do hospital, exceto daqueles que têm algum tipo de restrição. Mas a gente nota que nem todas as crianças têm o hábito de consumir esses alimentos. Às vezes, por uma questão cultural, algumas crescem tomando leite e mingau como único alimento ofertado. Por isso, além de estimular hábitos saudáveis nas crianças, orientamos os pais sobre os benefícios desses alimentos. Até porque uma alimentação pobre em nutrientes interfere bastante na recuperação dessas crianças no ambiente hospitalar’, explicou a nutricionista Indyanara dos Passos. Além do projeto nutricional voltado para as crianças, o Hospital Regional de Marabá também incentiva o consumo de alimentos mais saudáveis entre os demais pacientes e os colaboradores. E, para que os nutrientes sejam melhor aproveitados nas preparações diárias, alguns vegetais são cozidos com a casca para oferecer mais fibra nas refeições.  Sobre o hospital Pública e gerenciada pela Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, a unidade é certificada com o selo Green Kicthen,concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam) em reconhecimento ao uso de práticas sustentáveis e constante busca pelo aprimoramento do padrão de qualidade da alimentação fornecida aos usuários da instituição. Em 2015, o hospital foi o primeiro da região Norte e Nordeste do Brasil a conseguir a certificação.  Além do HRSP, outros três hospitais gerenciados pela Pró-Saúde, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), possuem o selo. São eles:  Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, e Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, também na capital paraense.  
Agência Pará de Notícias

COMPARTILHAR