730x250
O governador Simão Jatene (foto) inaugurou nesta quinta-feira (30) o Espaço Inovação, do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), em Belém, o primeiro do tipo a entrar em operação na região Norte. Entre outras autoridades, a cerimônia teve a presença dos secretários de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica, Alex Fiúza de Mello, e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, além do presidente da Fundação Guamá, Antonio Abelém. Com a implantação do Espaço Inovação, o Estado dá mais um passo na política de desenvolvimento socioeconômico, inserida nas ações preconizadas pelo programa “Pará 2030”. FOTO: THIAGO GOMES / AG. PARÁ DATA: 30.06.2016 BELÉM - PARÁ
O governador Simão Jatene inaugurando o Espaço Inovação, do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá)

O governador Simão Jatene inaugurou recentemente o Espaço Inovação, do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), em Belém, o primeiro do tipo a entrar em operação na região Norte. Entre outras autoridades, a cerimônia teve a presença dos secretários de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica, Alex Fiúza de Mello, e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, além do presidente da Fundação Guamá, Antonio Abelém.

O presidente da Fundação Guamá, Antonio Abelém, participou da inauguração do Espaço Inovação, no Parque de Ciência e Tecnologia GuamáCom a implantação do Espaço Inovação, o Estado dá mais um passo na política de desenvolvimento socioeconômico, inserida nas ações preconizadas pelo programa “Pará 2030”. “Este é um programa de governo que aponta exatamente para 2030, mas que já começou. E este espaço é uma demonstração clara disso. O que ele quer é contribuir para que cheguemos a 2030 com uma sociedade melhor, menos desigual, que tenha uma melhor relação do homem com a natureza, fruto dos estudos que estão sendo feitos aqui”, explicou Simão Jatene.

O titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello (e), lembrou que o desenvolvimento depende da verticalização da produção, com base no conhecimento
O titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello (e), lembrou que o desenvolvimento depende da verticalização da produção, com base no conhecimento

Para o titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello, a iniciativa faz parte da tripla revolução adotada pelo Estado, que leva em consideração conhecimento, produção e novas formas de gestão.

“O desenvolvimento depende certamente da verticalização da produção, mas é importante lembrar também que os três pilares se acertam no conhecimento. Uma nova forma de gestão sem o alcance do conhecimento não é possível, e aperfeiçoar a produção verticalizada sem conhecimento, também não. Não por acaso o conhecimento está entre os pilares do Pará 2030, e este prédio já é a materialização desse projeto”, destacou.

Segundo o secretário, todos os laboratórios do prédio terão obrigatoriamente o compromisso de servir ao desenvolvimento das cadeias produtivas. “Esse espaço é um embrião, o primeiro construído na região amazônica para facilitar aquilo que é de mais importante e imaterial, que é a geração de uma nova mentalidade. Aqueles que fazem ciência têm que entender que ela também tem que servir à geração de emprego e renda e de novos negócios e desenvolvimento”, pontuou o secretário.

Pesquisa

O Espaço Inovação, que recebeu um investimento de R$ 20 milhões, é composto por seis laboratórios avançados de pesquisa e desenvolvimento
O Espaço Inovação, que recebeu um investimento de R$ 20 milhões, é composto por seis laboratórios avançados de pesquisa e desenvolvimento

A construção e consolidação do Espaço Inovação, principal prédio do PCT, são de responsabilidade do Governo do Pará, por meio da Sectet. O prédio, que recebeu um investimento de cerca de R$ 20 milhões, é composto por seis laboratórios avançados de pesquisa e desenvolvimento, quatro ligados à Universidade Federal do Pará (UFPA) e dois à Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), divididos em quase oito mil metros quadrados. O parque foi construído em uma área de 73 hectares cedida pela UFPA e pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra).

O governador Simão Jatene inaugurou nesta quinta-feira (30) o Espaço Inovação, do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), em Belém, o primeiro do tipo a entrar em operação na região Norte. Entre outras autoridades, a cerimônia teve a presença dos secretários de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica, Alex Fiúza de Mello, e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, além do presidente da Fundação Guamá, Antonio Abelém. Com a implantação do Espaço Inovação (foto), o Estado dá mais um passo na política de desenvolvimento socioeconômico, inserida nas ações preconizadas pelo programa “Pará 2030”. FOTO: THIAGO GOMES / AG. PARÁ DATA: 30.06.2016 BELÉM - PARÁ

“As inovações que daqui sairão vão contribuir para que as diversas camadas sociais possam se integrar melhor no processo produtivo, melhor resultado, pois vão agregar valor as nossas matérias-primas, gerando emprego e renda para os paraenses”, reiterou Simão Jatene.

Entre os e laboratórios instalados no centro está o de Agregação de Valor para Produtos Agroindustriais (Agroind/ Embrapa), que oferece serviços de análises de produtos da biodiversidade. “O foco é trazer produtos que tradicionalmente não têm um valor agregado, não são usados, e gerar outros que tenham aceitação para o nosso mercado consumidor alimentício. Também temos uma linha que vai trabalhar com a prospecção de biomoléculas que podem ter finalidades na agricultura, por exemplo, como bioherbicidas, bioinseticidas”, antecipou o coordenador do laboratório, Marcos Henê Chaves.

Entre os exemplos trabalhados estão algumas cadeias da biodiversidade com potencial para entrar no mercado como produto agrícola ou insumo. “Nesse contexto teremos inicialmente o foco na palma ou no dendê. Hoje Pará responde por 95% da produção brasileira de óleo”, afirmou Marcos Henê. Embora o óleo seja extremante importante, a intenção é pensar em coprodutos que têm potencial de mercado e possam atender determinadas demandas, como é o caso da fibra da palmeira.

Biocombustível

O O governador Simão Jatene (foto) inaugurou nesta quinta-feira (30) o Espaço Inovação, do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), em Belém, o primeiro do tipo a entrar em operação na região Norte. Entre outras autoridades, a cerimônia teve a presença dos secretários de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica, Alex Fiúza de Mello, e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, além do presidente da Fundação Guamá, Antonio Abelém. Com a implantação do Espaço Inovação, o Estado dá mais um passo na política de desenvolvimento socioeconômico, inserida nas ações preconizadas pelo programa “Pará 2030”. FOTO: THIAGO GOMES / AG. PARÁ DATA: 30.06.2016 BELÉM - PARÁEspaço de Inovação também contempla estudos e pesquisas de oleaginosas para a obtenção de produtos de uso corrente nas indústrias química e alimentícia. “O grande incremento que a gente pretende dar para a indústria local, que já é muito forte, é justamente poder fornecer dados, parâmetros de qualidade, físicos e químicos, e de pesquisa. Nesse sentido podemos inclusive ajudar a reduzir os problemas delas com rejeitos”, afirmou Luis Adriano Nascimento, um dos coordenadores do Laboratório de Óleos Vegetais e Derivados.

O governador Simão Jatene inaugurou nesta quinta-feira (30) o Espaço Inovação, do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), em Belém, o primeiro do tipo a entrar em operação na região Norte. Entre outras autoridades, a cerimônia teve a presença dos secretários de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica, Alex Fiúza de Mello, e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, além do presidente da Fundação Guamá, Antonio Abelém. Com a implantação do Espaço Inovação (foto), o Estado dá mais um passo na política de desenvolvimento socioeconômico, inserida nas ações preconizadas pelo programa “Pará 2030”. FOTO: THIAGO GOMES / AG. PARÁ DATA: 30.06.2016 BELÉM - PARÁ

Entre os estudos desenvolvidos está a produção de biocombustível. “Pegar um rejeito da indústria oleoquímica e transformá-lo em biocombustível. É desta forma que a gente pretende contribuir para o desenvolvimento do Estado. O Pará tem uma potencialidade enorme na palma, buriti, pracaxi, ucuuba, castanha, entre outras espécies que podem ser trabalhadas aqui e virar biodiesel. Esse tipo de combustível é uma realidade que está aí para ficar”, ressaltou Adriano Nascimento.

O governador Simão Jatene (foto) inaugurou nesta quinta-feira (30) o Espaço Inovação, do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), em Belém, o primeiro do tipo a entrar em operação na região Norte. Entre outras autoridades, a cerimônia teve a presença dos secretários de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica, Alex Fiúza de Mello, e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, além do presidente da Fundação Guamá, Antonio Abelém. Com a implantação do Espaço Inovação, o Estado dá mais um passo na política de desenvolvimento socioeconômico, inserida nas ações preconizadas pelo programa “Pará 2030”. FOTO: THIAGO GOMES / AG. PARÁ DATA: 30.06.2016 BELÉM - PARÁO prédio também comporta empresas de base tecnológica que têm por essência investimentos em inovação: Inteceleri Soluções Ltda., Idee Amazônia, Kalola e RVC Empreendimentos. Durante a inauguração, houve a assinatura dos contratos de uso entre as empresas – selecionadas em edital da Sectet – e a Fundação Guamá, responsável pela gerência do parque. Ainda durante a cerimônia, Simão Jatene assinou a carta de encaminhamento da Lei Estadual de Inovação para a Assembleia Legislativa, que tem como objetivo incentivar a pesquisa, o desenvolvimento científico e a inovação.

Lidiane Sousa
Foto: Thiago Gomes /Ag. Pará

COMPARTILHAR