Ortorexia: Como saber se você é viciado em comida saudável com um simples teste!

Distúrbios alimentares: a alimentação saudável pode fazer mal? Se for levada ao extremo, sim. Nesse caso, falamos de ortorexia ou, da obsessão em ter que comer apenas alimentos saudáveis ou assim considerados.

A pessoa com este distúrbio, em essência, tem uma verdadeira fobia por alimentos considerados “perigosos”, por isso, segue uma dieta muito restritiva.

1306134

A palavra ortorexia vem do grego – “orthós” = correto e “orexsis” = fome, e foi inventado pelo médico Steven Bratman.

É considerada um distúrbio do comportamento alimentar (DCA) por muitos profissionais de saúde e, conforme explicou a Dra. Sara Bertelli, psiquiatra e presidente da Associação Nutrimente Onlus, o foco neste distúrbio não é o peso ou a forma física, mas sim, o manter o corpo puro e saudável.

Nesta perspectiva, o distúrbio estaria mais próximo do espectro obsessivo-compulsivo do que aos distúrbios alimentares propriamente ditos mas, em comum com os DCAs, há a busca pelo perfeccionismo, a necessidade de controlar os êxitos sobre o organismo e sobre outras esferas da vida.

A ortorexia, em suma, difere dos distúrbios alimentares como a anorexia e a bulimia, porque seu objetivo não é perder peso, e é aqui que reside o seu paradoxo – é para se sentir bem com uma dieta saudável, o que acaba virando um problema porque a alimentação saudável se torna uma verdadeira questão moral, de modo que todas as outras esferas da vida, incluindo as relações sociais, acabam sendo prejudicadas e, estas são importantes na vida de qualquer um.

cibo-vegetariano-uno-stile-di-vita--500x270-

Temendo as reações adversas ou os comentários negativos, os viciados em comida saudável preferem comer suas refeições em completa solidão. Com o passar do tempo, sua opção “saudável” o leva ao isolamento social.

O Teste de Bratman

O termo Ortorexia foi cunhado pela primeira vez em 1997 pelo dietista americano Steven Bartman. E é dele que vem um teste para verificarmos se o relacionamento que temos com os alimentos é exagerado, ou seja, se se trata de ortorexia:

Responda sim ou não às perguntas abaixo:

1. Você pensa mais de 3 horas por dia em comida?

2. Você pensa no que vai comer no dia seguinte e prepara meticulosamente antes a refeição?

3. Você experimenta satisfação em comer, não tanto pelo gosto do alimento, mas pelo que você sabe que a comida comporta em nível saudável e físico?

4. Sua vida é de alta qualidade somente se o alimento que você ingerir for de alta qualidade?

5. A ansiedade em sua vida aumentou desde que você passou a refletir sobre a sua alimentação?

6. Você se tornou mais rigoroso com você mesmo em relação ao seu comportamento cotidiano e alimentar?

7. A sua autoestima aumenta se você come saudável?

8. A prevenção é o seu timoneiro sempre que você tem que escolher o que comer?

9. Você se sente culpado se você não comer “corretamente”?

10. Você acha que comer bem significa ter um bom autocontrole?

Resultados

Se as suas respostas foram positivas para:

  • 3 perguntas: Normal
  • 4-8 perguntas: Ortorexia
  • 9-10 perguntas: Ortorexia grave

orthorexia2

É claro que comer saudável é importante para a nossa saúde, mas sem que isso se transforme em um distúrbio mental, uma obsessão e nos leve ao isolamento social.

No fundo, a única verdadeira “regra” a se seguir seria aquela de comer um pouco de tudo, sem exagerar em nada.

Se comer bem tiver que se transformar em uma obsessão, isto sim seria uma patologia séria com a qual ter que lutar contra, ou seja, seria o contrário da saúde.

Pense nisso e passe o teste à quem você pensa haver este distúrbio!

Fonte: Green Me

Saúde Curiosa

COMPARTILHAR