O Hemopa – Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará realiza a campanha “Junho Solidário – No arraiá do Hemopa tem festa e doação de sangue”. Esta inicia no sábado (8/06) e se estenderá até o dia 14 deste mês, com o intuito de reforçar o banco de sangue e suprir integralmente às necessidades transfusionais da rede hospitalar (pública e privada) do Estado, que é formada por mais de 200 hospitais.

  A meta de coleta na abertura da ação estratégica será de 400 doações de sangue. O evento acontecerá no pátio frontal do Hemocentro e contará com parceria de várias instituições públicas e privadas. Haverá ainda no sábado, apresentação de danças folclóricas por alunos de escolas do projeto “Doador do Futuro”; o Arraial do Boi Pavulagem; oficina de customização de camisetas da campanha em parceria com a Unama – Universidade da Amazônia; e doação de sangue de voluntários do projeto “Caravana Solidária”.

Voluntários no hemocentro doando sangue. Foto: Hemopa.

 A meta diária de coleta será de 250 doações de sangue. A campanha “Junho Solidário” vai absorver várias datas comemorativas do período, entre eles, o Dia Mundial do Doador de Sangue, festejado dia 14, quando se homenageia os doadores voluntários de sangue e incentiva o ato solidário e de generosidade com o próximo.

 Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar documento de identificação oficial, original e com foto. As doações podem ser feitas no: Hemocentro Coordenador, na Estação de Coleta Castanheira, de segunda a sexta de 07h:30 às 18h:30, e aos sábados de 07h:30 às 17h, e; na Estação de Coleta Pátio Belém de segunda a sexta de 10h às 17h.

sede hemopa
Prédio sede da Hemopa, local do lançamento da campanha com o arraiá. (Foto: Hemopa)

Junho Vermelho

 A data foi criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2014, e o dia escolhido é uma homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner (14 de junho de 1868 – 26 de junho de 1943), um imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e várias diferenças entre os diversos tipos sanguíneos.

 Ainda segundo o MS, no Brasil, a doação de sangue é maior entre jovens na faixa etária de 18 a 29 anos, representando 42% dos doadores. Em Belém, o percentual desse segmento é de 48%. Anualmente, em média, 3,3 milhões de pessoas doam sangue e aproximadamente e 2,8 milhões realizam transfusão sanguínea no país.

Hemorrede Paraense

 Formada pelos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; núcleos de Altamira, Abaetetuba, Tucuruí, Redenção, Capanema; além de 44 Agências Transfusionais (AT). A campanha junina está sendo realizada por todas as unidades com exceção das AT.

Locais de arrecadação das doações de sangue.

Importância da doação de sangue

 O sangue é essencial para os atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas, além de doenças oncológicas variadas que, frequentemente, necessitam de transfusão. A penas uma doação pode beneficiar até quatro pessoas.

Serviço: Lançamento da campanha #JunhoSolidário#JunhoVermelho de 8h às 17h no arraiá do #Hemopa. Mais informações: 0800-280-8118 ou 3110-6500.

Programação da campanha Junho Solidário / Junho Vermelho. Clique para ver no Instagram.