730x250

Sem sair de casa

Sugestões muito divertidas e fáceis para fazer com eles no quarto, na sala, no quintal, no condomínio do prédio…Diversão diversificada

  1. História em quadrinhos

Os gibis fazem parte das suas lembranças de infância? Então, não seria legal passar um tempo com os seus filhos desenhando histórias em quadrinhos? Pensem nos personagens, deem nomes a eles e imaginem enredos curtinhos. Vai ser uma diversão!

  1. Banho de chuva

Férias de verão combinam com chuva. E chuva combina com criança feliz! Começou a pingar? Deixe as crianças livres para brincar e correr. A sensação de liberdade é maravilhosa e você pode entrar na brincadeira também. Por que não?

  1. Aplicativos, jogos online e sites educativos
A família tem de participar...
A família tem de participar…

Toda família sabe que é importante controlar o tempo das crianças em frente às telas do computador e dos tablets, mas não dá para negar que elas adoram brincar com os aplicativos e jogos online disponíveis. Que tal promover breves competições entre vocês? A turminha vai adorar.

Fazendo a diversão das férias da garotada
Fazendo a diversão das férias da garotada
  1. Festa do pijama
Entreter as crianças durante as férias sem perder o bom humor e a energia
Entreter as crianças durante as férias sem perder o bom humor e a energia

Chame alguns amigos da escola, familiares ou vizinhos e promova uma grande festa do pijama. Legal mesmo é quando tem sessão de cinema com pipoca e café da manhã especial no dia seguinte.

  1. Brincadeiras clássicas

Pular corda e elástico, rodar bambolê, brincar de esconde-esconde e pega-pega … Agradam todas as crianças e podem ser feitas dentro e fora de casa.

  1. Guerra de bexigas

Nos dias de chuva, aproveite para recolher água com ajuda da criança. Depois, quando o sol aparecer, encha um monte de bexigas para brincar com as crianças em um dia de calor. Sim, guerra de balões é diversão certa! E, se você mora em condomínio, pode pedir autorização para brincar na quadra do prédio – assim ninguém reclama e você envolve toda a garotada.

  1. Fazendo arte com massinha
Pintando o “Set”

As brincadeiras com argila podem durar o dia inteiro. Separe um cantinho onde vocês possam se sujar bastante. A modelagem é uma delícia, a argila é fresquinha e combina com os dias quentes. Depois que a massa secar, é só pintar os objetos montados com tinta guache.

  1. Cozinhando em família

A cozinha é o melhor lugar da casa. Receitas não faltam, tem de montão. É só escolher e bom apetite.

  1. Piquenique

Junte os amigos da escola, do bairro ou do prédio (ou só você e o seu filho mesmo) e promova um piquenique. As crianças podem ajudar a preparar os quitutes e os convidados também colaboram levando os alimentos e bebidas que mais gostam para compartilhar com os colegas.

  1. Brincando de teatro

Estimule a criatividade das crianças brincando de teatrinho. Pode ser com fantoches feitos com meias velhas ou com papel, por exemplo. Se as crianças quiserem virar os personagens, crie fantasias especiais ou monte-as com roupas de toda a família. Dá até para improvisar um palco. Quem resiste?

  1. Programas culturaisContação de historinhas prendem a atenção da petizada

Leve as crianças à museus, exposições, igrejas históricas, lugares importantes da cidade. Mas antes de ir visitar, se informe sobre o local.

Com criatividade, a diversão é garantida!

Dicas de Segurança

Com criatividade, a diversão é garantida!

Dicas de Segurança

Em Passeios

Pulseiras de identificação para as crianças que brincam na praia são imprescindíveis
Pulseiras de identificação para as crianças que brincam na praia são imprescindíveis

– Normalmente, as crianças não sabem passar informações para ajudar a encontrar seus responsáveis. Por isso, o ideal é que elas tenham uma identificação, como pulseiras ou etiquetas pregadas na roupa com o nome, endereço e telefone dos pais.

– É recomendável que os pais orientem seus filhos para que eles nunca acompanhem estranhos ou aceitem doces e presentes.

– Não é recomendável que crianças carreguem celulares ou câmeras digitais sozinhas para não atrair a ação de criminosos.

– A criança deve ser orientada também a reconhecer e buscar ajuda com policiais, casos se sintam perdidas ou assustadas.

– Se a criança se perder em eventos, shopping ou parques, a primeira coisa a ser feita pelo responsável é sempre procurar pela administração ou segurança local.

– Na maioria dos casos, a prevenção é a melhor solução. Andar de mãos dadas com a criança durante o passeio é uma ótima opção. Desta forma, não é possível perdê-la de vista.

– Não permita que as crianças façam viagens com pessoas que você não conheça.

– Oriente seus filhos contra a violência, agindo sempre com um comportamento pacífico. Resolva problemas com diálogo.

– Conquiste a confiança dos seus filhos. É melhor que eles confiem em você do que em “amigos” na rua.

Em Rodoviárias e Aeroportos

– Cuidado com homens ou mulheres que se aproximam para fazer perguntas. O ato pode ter como objetivo apenas provocar sua distração. Fale sem deixar de vigiar seus filhos e bagagem.

– Procure trocar o dinheiro somente em casas de câmbio ou bancos autorizados e, se possível, não o faça nas rodoviárias ou aeroportos. Isso chama atenção de pessoas más intencionadas.

– Normalmente as malas são muitas, então, tome cuidado. Principalmente quando está viajando com as crianças

– Use etiquetas grandes e/ou coloridas que permitam a fácil identificação de suas malas nas esteiras ou balcões de entrega, evitando assim a perda dos seus pertences ou lhe traga facilidade para identificá-los, caso tenha perdido.

Aproveitando a viagem e conhecendo o destino

Se beber, não dirija– Evite andar por ruas, calçadões e praças mal iluminadas ou em horário muito avançado, principalmente em locais desconhecidos, pois estes são os pontos preferidos pelos meliantes que se aproveitam das condições para atacar suas vítimas.
– Caso precise pedir informações, procure alguém autorizado ou dirija-se a um balcão de informações.

Não esquecer do cinto de segurança– Não peça ajuda ou informação para pessoas estranhas procure se informar sobre o local visitado com gente de confiança (recepção dos hotéis ou dono do imóvel locado) antes de sair.

– Antes de escolher seus itinerários informe-se sobre áreas que você deve evitar.

– Procure ficar junto de todas as pessoas que viajam com você.

– Guarde todos seus valores no cofre forte do hotel, inclusive passaporte e passagens de volta.

 Fotos: Divulgação, Cristino Martins
Ag. Pará, Cristhyan Farik, Marlim Gustavo

COMPARTILHAR