Evento de moda no São Joé Liberto debate identidade amazônica

730x250

A décima edição do Fórum de Moda da Amazônia será realizada no Espaço São José Liberto neste sábado, 20, com o tema “Sustentabilidade e o novo luxo”. O evento é realizado pelo curso de Design de Moda da Estácio FAP com o apoio do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia e trará uma programação com palestra, exposição e mesa de debate. O evento começará às 9h com palestra em formato de conversa com a designer Bárbara Müller, mediada pela professora Milena Castro, com o tema “A identidade amazônica como valor agregado nas joias”. Bárbara Müller é graduada em Design de Produtos pela Universidade do Estado do Pará (Uepa) e ingressou no Programa Polo Joalheiro em 2010. As criações da designer já foram expostas na França, Itália, Londres e Portugal, por meio de convites, por iniciativa própria ou em parceria com empresas e com o Polo Joalheiro do Pará e Igama. Às 11h será a abertura da exposição “O novo luxo da Amazônia” desenvolvida pelos alunos do 2º período do curso de Design de Moda, Espaço de Exposições do ESJL. A professora Felícia Assmar Maia, jornalista especializada em moda, coordenadora do curso de Design de Moda e do Fórum de Moda, explica que “na exposição são trabalhados materiais novos e diferenciados para usar como matéria-prima para a moda, como a fibra de tururi, couro de peixe e outros”. Por fim, às 14h30, será realizada a mesa de debate “Brechós, bazares e upcycling” com a participação das desginers Jackye Carvalho, Lizziane Santos, Lucilene Carvalho e Luciana Cavalcante. Setor produtivo x produção acadêmica Para a professora Rosa Helena Neves, diretora executiva do Igama, o apoio institucional e a parceria formada com a Estácio FAP por meio do curso de Design de Moda constituem-se numa iniciativa que visa fomentar a integração entre o setor produtivo e a produção acadêmica com vistas a contribuir para a formação empreendedora dos futuros profissionais de design de moda, além de alinhar ações de políticas públicas de mercado de trabalho e acesso ao mercado dos produtos de moda. Trata-se de uma parceria que permite o diálogo entre esses dois setores atraindo novos empreendedores do setor de moda. O diálogo existente se efetiva em três dimensões: troca e produção de conhecimento X experiências; aproximação entre os dois setores com valorização de conteúdos gerados pelas pesquisas promovidas pelos setores; divulgação da dinâmica de geração de conhecimento. Nesse percurso de integração setorial, o estudante e pesquisador identifica o funcionamento do mercado, as inovações e as transformações dos produtos a partir do funcionamento da economia criativa na sociedade do conhecimento. Os profissionais engajados no setor produtivo demonstram os diferenciais dos seus produtos e a sua relação com o mercado. Serviço – Palestra “A identidade amazônica como valor agregado nas joias”, 9h, Mezanino do Espaço São José Liberto. – Exposição “O novo luxo da Amazônia”, 11h, Salão de Exposições. – Mesa de debate “Brechós, bazares e upcycling”, 14h30, Mezanino do Espaço São José Liberto O evento é aberto ao público e as inscrições para participar do evento podem ser feitas pelo e-mail colherdechadamoda@yahoo.com.br ou no dia do evento.
Agência Pará de Notícias

COMPARTILHAR