Campanha do governo do Estado incentiva o turismo na Amazônia

730x250

“Bem Pará – A Amazônia que encanta”. Este é o tema da campanha institucional que o Governo do Pará lançou nesta terça-feira (12), na capela do Espaço São José Liberto, juntamente com um aplicativo colaborativo, por meio do qual é possível obter informações relevantes sobre todos os municípios do estado e ainda contribuir com os conteúdos. O lançamento contou ainda com uma degustação de produtos da cozinha paraense e um pocket show da cantora Renata Del Pinho. A programação encerrou com a apresentação do trailler do longa-metragem “Encantados”, da cineasta Tizuka Yamasaki. Para o secretário adjunto de Turismo, Joy Colares, por intermédio da campanha de valorização do turismo no Estado o governo pretende mostrar o Pará para os paraenses, para os brasileiros e para o mundo. “Queremos que o Pará seja visto por uma ótica ampla, múltipla, que reflita a sua grandiosidade. Agora, com o advento desse aplicativo, pessoas do mundo inteiro poderão conhecer o nosso estado, que é a verdadeira obra-prima da Amazônia, visto que a maioria dos atrativos turísticos dessa região estão no Pará”, destaca. O secretário também destacou que a campanha vem reforçar as ações que já vem sendo desenvolvidas pela Setur com a finalidade de atrair visitantes à capital paraense a um mês do maior evento turístico do estado: o Círio de Nazaré. Segundo estimativas da Setur, neste ano de 2017, o Pará deverá receber quase 80 mil turistas, que permanecerão no estado por um média aproximada de sete dias. Esta é a sexta campanha institucional promovida pelo governo do Estado. As ações anteriores abordaram temas como “Combate à violência contra a mulher”, “Incentivo à Leitura”, “Combate à LGBTFobia”, “Educação no trânsito” e “Saúde do Homem”, com o envolvimento de praticamente todos os órgãos vinculados à administração estadual. Esta edição está sob a coordenação das Secretarias de Estado de Turismo (Setur) e de Comunicação (Secom). O secretário de Estado de Comunicação, Daniel Nardin, comenta que o aplicativo surgiu como uma forma de reunir, em um único espaço, informações leves, rápidas e dinâmicas sobre os destinos paraenses. “O aplicativo se atualiza, de forma interativa, ao longo do tempo, na medida em que cada cidadão passa a ser um divulgador das belezas do Pará”, explica.     No lançamento foi apresentado um vídeo com imagens de várias regiões do estado, tendo ao fundo um jingle, criado especialmente para a campanha. O público ainda pode conferir uma exposição com imagens captadas por fotógrafos locais, e que serão dispostas para visitação pública em lugares estratégicos, como aeroportos, portos e terminais rodoviários. App – O Aplicativo Colaborativo “Bem Pará – A Amazônia que encanta” traz informações sobre os 144 municípios e sobre a capital paraense, tais como descrição, história, economia, principais atrativos, localização, municípios próximos, quando ir, como chegar e telefones úteis. A ideia é fazer com que os usuários, especialmente os que residem no estado, disponham de uma plataforma digital de fácil acesso, que reúna o maior número possível de dados sobre as diversas localidades paraenses (partindo de informações básicas, como localização geográfica, como e quando ir, roteiros e meios de transporte para o deslocamento, etc) e ainda possam colaborar com dados ou imagens. O conteúdo conta com um glossário, uma espécie de dicionário dos linguajares, costumes, festas tradicionais, lugares, curiosidades e outras peculiaridades do estado. Constam ainda do aplicativo informações sobre os lugares que podem e devem ser visitados por paraenses e turistas, como a Basílica Santuário de Nazaré, as ruínas de Joanes, as praias da região do Salgado, a vila de Alter do Chão em Santarém (conhecida como o caribe amazônico), a rota turística Belém-Bragança, entre outros. O aplicativo conta com links para gastronomia, cultura, fotografias e vídeos. Dentro dessa diversidade, o programa destacará os eventos culturais e religiosos, a exemplo dos Círios – manifestação presente em 37 municípios paraenses, incluindo o maior (de Belém), o mais antigo (de Vigia) e o único fluvial e noturno (de Oriximiná). Prêmio de Jornalismo – Além da apresentação do Aplicativo Colaborativo “Bem Pará – A Amazônia que encanta”, o evento contou com o lançamento da 4ª edição “Prêmio de Jornalismo em Turismo Comendador Marques dos Reis”. Criado para atrair a atenção da mídia nacional e internacional para o turismo no Pará, o prêmio visa reconhecer a importância do profissional de comunicação especializado em turismo para o desenvolvimento dessa importante atividade econômica no Brasil. Esta edição é realizada pela Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo do Estado do Pará (Abrajet/Pará), Setur e Secom, com apoio da Abrajet Nacional e do Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor/PA). A presidente da Abrajet, Isa Arnour, explica que o prêmio busca valorizar o profissional que trabalha com o turismo e, nesta edição, irá incluir os estudantes universitários que também poderão inscrever seus trabalhos. “As inscrições podem ser feitas a partir de hoje, através do site. Estão aptos a concorrer trabalhos publicados de agosto de 2016 a novembro deste ano. “Fotos, sonoras, matérias, todo tipo material voltado para o turismo pode concorrer”, comenta. A novidade este ano é a inclusão da categoria “Estudante Universitário”, como forma de despertar o interesse de acadêmicos de Jornalismo para a especialização nessa área. O resultado será divulgado durante o Publicom Belém, programado para os dias 14 e 15 de novembro, na Estação das Docas. Encantados – O filme conta a história da pajé Zeneida Lima, nascida no Marajó, que já foi homenageada pela Escola de Samba Beija-Flor, do Rio de Janeiro. O filme foi baseado no livro escrito pela própria Zeneida, “Caruanas do Marajó”, e enviado à cineasta, que decidiu produzi-lo. As filmagens tiveram como locações o município de Soure, as ilhas Mexiana e do Combu, e a capital, Belém. O filme será lançado em breve nos cinemas.
Agência Pará de Notícias

COMPARTILHAR