Atleta bragantino vence a II Corrida da Paz

730x250

67543_207050É do município de Bragança o vencedor da II Corrida da Paz, realizada na manhã do último domingo, 24, no Portal da Amazônia, novo cartão postal de Belém. Rosivaldo Moreira da Silva, 38, conquistou o primeiro lugar com tempo de 30’50’’. A prova, organizada pela Associação de Servidores da Polícia Federal no Pará, com o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), reuniu mais de dois mil participantes em um percurso de 10 quilômetros.

A Corrida da Paz é promovida com o objetivo de divulgar a política antidroga e pedofilia desenvolvida pela Polícia Federal no Estado. O vice-presidente da Associação, Elias Rego, disse que o evento também promove ações de integração social e de humanização como a doação de sangue, que foi agregada à prova como forma de colaborar com o Hemopa na captação de novos doadores. “Estamos muito felizes com o resultado desse trabalho. Com essa mobilização conseguimos levar 82 pessoas para contribuir com o estoque de sangue do hemocentro”, festejou.

A prova também mostrou a evolução da organização do evento com participação destacada de academias e clubes, que levaram centenas de clientes para a orla do Portal da Amazônia. Muitos ofereceram café da manhã aos participantes, além de suco, água, frutas e uma recepção calorosa para quem cumpria o percurso. Outros grupos especiais, como o pelotão da Guarda Municipal de Belém, também participaram da corrida.

67543_207059_0O vencedor – Em seis anos, Rosivaldo Moreira da Silva acumula dezenas de títulos e medalhas em circuitos montados em ruas de Belém. Aos 38 anos e pertencente ao grupo de atletas anônimos dos Corredores de Rua do Pará (Corpa), Rosivaldo diz que se prepara praticamente sozinho. Ele mora na Vila Martins, zona rural distante quatro quilômetros da área urbana de Bragança, na região nordeste do estado. Casado e pai de dois filhos, o Rosivaldo ganha a vida trabalhando no roçado e na fabricação de farinha. “Eu treino todo dia e na estrada de chão, então quando chega no asfalto me sinto mais leve e com mais velocidade”, contou.

O segundo lugar do masculino ficou com o atleta de Araguaina (TO), Noel dos Reis Alves, e o terceiro com o atleta Thiago Henrique Gonçalves, do Remo Runners, que foi muito festejado pela torcida do Clube do Remo.

67543_207048_0Superação – Entre as mulheres, a campeã foi Elivania Oliveira, também da Corredores de Rua do Pará (Corpa), com tempo de 37 minutos. Ela é também vencedora de muitas corridas, as duas últimas foram a do Trabalhador e a Corrida de Belém. Mas garante que não existe vaidade na pista e, sim, muito empenho e dedicação. “Correr é maravilhoso, não custa nada e além de tudo é muito saudável”, disse.

A terceira colocada da prova, Oani Nazaré, 41, é outro exemplo clássico de superação. Vítima de um enfarte aos 35 anos, provocado pela obesidade, hoje, ela mantém peso de 50 quilos e dá palestra motivacional, além de estudar nutrição. “O esporte me salvou, hoje eu tenho disposição e não sinto nada, só prazer de viver com qualidade”, disse, comemorando a divisão do pódio com Elivania e Edna Maria de Oliveira, segunda colocada.

COMPARTILHAR